SIL 2018 antevê participação de mais de 350 expositores

Por a 21 de Junho de 2018

A cerca de quatro meses de mais uma edição do Salão Imobiliário de Portugal (SIL), que irá decorrer entre os dias 3 e 7 de Outubro, estima-se uma adesão de mais de 350 expositores, tendo já as inscrições ultrapassado em cerca de 70% o número inicialmente previsto, de acordo com comunicado enviado ao Construir.

Neste sentido, é também expectável o aumento da área de exposição por forma a responder ao grande número de inscrições, que esperam ainda cerca de 150 investidores e cerca de 65 mil visitantes.

O investimento estrangeiro representou 20% do total das transacções habitacionais, segundo dados de 2017, sendo a França, actualmente, o país que mais investe no mercado residencial português, seguindo-se o Brasil, a Inglaterra, a China e Angola.

Neste sentido, nos últimos meses, a Fundação AIP, entidade organizadora do SIL, tem marcado presença em várias iniciativas no estrangeiro, “cujo objectivo é o de captar mais investidores internacionais”.

Naquela que será a 21ª edição do SIL, estão a ser preparadas iniciativas direccionadas para os buyers internacionais, nomeadamente o SIL Investments Pro, um side event do SIL, só para profissionais, que terá lugar na manhã de 3 de Outubro, no Pt Meeting Center (Parque das Nações), onde serão debatidos e apresentados dois grandes temas: O Investimento em Grandes Projectos Imobiliários e Investimento no Turismo Residencial. Este será um espaço de networking com a participação de investidores internacionais (Espanha, Reino Unido, França, Brasil, E.U.A. etc.), promotores e consultores.

Uma das novidades da edição é o SIL Cidades, que tem o Seixal como cidade convidada, com o objectivo de promover e divulgar os seus activos imobiliários dando palco a uma zona limítrofe de Lisboa com forte potencial de crescimento, que irá apresentar os projectos estruturantes que vai desenvolver.

De acordo com a organização do SIL, a edição de 2017 promoveu negócios num valor superior a 120 milhões de euros e contou com um crescimento de 10% em número de empresas e entidades representadas relativamente à 19ª edição.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *