Grupo ETEX reforça aposta no mercado português com presença no Archi Summit 2018

Por a 3 de Julho de 2018

O Grupo ETEX, presente em 42 países e que actua na Península Ibérica através da sua subsidiária Euronit, pretende reforçar a aposta em Portugal, tendo escolhido o Archi Summit 2018 para arrancar com a sua estratégia.
Nesse sentido, o Grupo vai marcar presença no evento que decorre a 12 e 13 de Julho no LX Factory, “com um espaço próprio permanente, onde contactará directamente a comunidade de arquitectos e clientes e aproveitará a ocasião para apresentar as mais recentes novidades para o mercado português”, anunciou em nota de imprensa enviada ao CONSTRUIR.
Na mesma nota, o Grupo ETEX adianta que, um dos produtos em evidência neste encontro e que pretende impulsionar a aposta em Portugal, é o revestimento de fachadas de fibrocimento EQUITONE, que, garante a mesma fonte, tem já “provas dadas em diversos projectos de referência” em Portugal. A empresa reconhece também na solução “um elevado potencial de crescimento”.
Nesse sentido, a Euronit “identificou mais de 160.000 m2 de projectos com apetência para a utilização deste material de revestimento nos próximos 2 anos. A Grande Lisboa e o Grande Porto, nos segmentos de habitação e equipamentos, sobretudo, são os mercados mais activos neste pipeline de projectos potenciais”, esclarece o Grupo.
Entre a carteira de obras já concluídas onde as fachadas EQUITONE marcam presença, destacam-se a sede da Polícia Judiciária de Lisboa – do gabinete de arquitectura Saraiva & Associados, apontado como um caso de referência pelo Grupo, uma vez que se trata “de uma das maiores superfícies de fachada num só edifício de serviços na Europa (cerca de 25.000 m2)”, e onde o revestimento EQUITONE “permitiu conferir um look de pedra natural em tons de branco e com elevada durabilidade”.

No portfólio estão também o Edifício EDP de Viseu – do atelier AMVC; a Escola Secundária de Olhão – com projecto da Tallandtaller; e a Escola Água de Pau, em São Miguel (Açores), assinada pela Entreplanos Arquitectos; bem como o edifício da Santa Casa da Misericórdia de Valpaços, com projecto do gabinete Santos Gaia Arquitecto; ou ainda o Bairro do Sobreiro, na Maia, um caso de estudo na recuperação de habitação social com projecto do Espaço Municipal (Câmara Municipal da Maia).

A EQUITONE é um revestimento de fibrocimento para aplicação em fachadas ventiladas, “um sistema que garante elevados ganhos de eficiência energética” e que confere uma “expectativa de vida de fachadas de cerca de 50 a 60 anos”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *