Cluster AEC reflecte sobre Plano Nacional de Investimentos 2030

Por a 12 de Julho de 2018

DR: Lusoponte

A Plataforma Tecnológica Portuguesa da Construção – Associação (PTPC), entidade gestora do Cluster AEC – Arquitectura, Engenharia e Construção, organiza esta quinta-feira, pelas 14h30 no LNEC, em Lisboa, uma sessão pública que tem como objectivo a recolha de contributos para o documento em preparação pela PTPC / Cluster AEC sobre o Plano Nacional de Investimentos 2030.

A sessão pública realiza-se no âmbito do diálogo público promovido pelo Ministério do Planeamento e das Infraestruturas para preparação do período de programação dos fundos estruturais no pós-2020 e Plano Nacional de Investimento 2030.

A sessão de apresentação dos contributos do Cluster AEC para o referido Plano será aberta por Carlos Pina, presidente do LNEC e membro do Conselho Estratégico da PTPC e do Cluster AEC, e Rita Moura, presidente da PTPC e do Cluster AEC, em representação da Teixeira Duarte. Seguir-se-á uma apresentação por Alexandre Portugal, administrador da COBA e membro do Conselho Estratégico da PTPC e do Cluster AEC, dos contributos já recolhidos, a qual servirá de enquadramento aos dois painéis temáticos subsequentes para discussão dos temas Ambiente e Energia e Mobilidade e Transportes. O primeiro contará com a participação de Ângelo Ramalho, CEO da Efacec, Francisco Nunes Correia, do Instituto Superior Técnico, e de Mira Amaral, da Sociedade Portuguesa de Inovação; no segundo, participarão Alcino Lavrador, CEO da Altice Labs, Nuno Soares Ribeiro, partner da VTM, e Paulo Moura, director geral da Europcar.

O documento tem como objectivo apresentar a visão do Cluster AEC no que às infraestruturas diz respeito e enquadra-se no âmbito do projecto de desenvolvimento do “Plano Estratégico de Inovação e Competitividade 2030 para o Sector AEC”. Tendo em conta que as infraestruturas fundamentais que alavancaram de forma decisiva o desenvolvimento do país foram concluídas ao longo dos últimos 30 anos, há que encarar de forma diferente este novo ciclo até 2030.

A visão do Cluster AEC decorre do reconhecimento da existência de um conjunto de novos desafios com que a sociedade portuguesa se depara, implicando que as infraestruturas do futuro estejam ao serviço das soluções a desenvolver para enfrentar esses novos desafios.

O Cluster AEC considera oportuna a promoção de uma reflexão estratégica sobre este tema pertinente, com o objetivo de preparar um documento de síntese que reúna um conjunto de propostas relativamente às infraestruturas a promover e a desenvolver na próxima década em Portugal.

Para além de propostas objectivas relativamente a obras específicas, pretende-se também elencar sugestões relativamente à necessidade de elaboração de estudos e planos que possam servir de referência às intervenções a programar.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *