Hostmaker lança filial em Banguecoque

Por a 20 de Agosto de 2018


A Hostmaker, empresa gestora de alojamento local, acaba de anunciar o lançamento no mercado asiático, expandindo-se para Banguecoque, na sequência de uma ronda de financiamento de aproximadamente 13 milhões de euros, no ano passado, liderada pela Sansiri, a maior investidora imobiliária premium da Tailândia. O escritório de Banguecoque é o sexto da empresa que tem a sua sede em Londres e que oferece serviços de gestão hoteleira em nove cidades.

“Este é um momento muito emocionante para a empresa. Com o recente lançamento em Lisboa e agora em Banguecoque, estamos entusiasmados acerca do futuro da nossa empresa. Banguecoque é realmente impressionante, a cidade mais visitada no mundo. Vamos começar a receber candidaturas e a formar a nossa equipa. Este é sempre um processo muito divertido”, explica Nakul Sharma – fundador e CEO da Hostmaker.

“A expansão para Banguecoque é mais um capítulo interessante para a empresa e estou animado com a liderança desta equipa. A cidade oferece uma enorme variedade de pontos quentes e jóias escondidas que atraem turistas de todo o mundo. Estamos muito entusiasmados com a ideia de trabalhar com os nossos novos anfitriões e oferecer uma experiência incrível aos hóspedes da Hostmaker”, sublinha Bo Chang – general manager da Hostmaker em Banguecoque.

Em nota de imprensa enviada ao CONSTRUIR, a empresa adianta que, com a expansão para o continente asiático, espera ajudar os 22 milhões de visitantes anuais em Banguecoque, bem como a crescente população global, ao trazer um novo modelo de arrendamento para o mercado tailandês, após o sucesso na Europa.

Atualmente aberta para candidaturas, a Hostmaker continua atenta à construção de seu portefólio de residências, desde investidores imobiliários, proprietários de imóveis e anfitriões mais casuais, que procuram arrendar o seu imóvel enquanto vão de férias.

Recorde-se que a Hostmaker foi fundada em 2014 pelo empresário Nakul Sharma, que pretendia eliminar o incómodo para os proprietários de terem que gerir os arrendamentos turísticos. A empresa refere que “já realizou mais de 150 mil serviços em toda a Europa, crescendo a uma taxa de 400% a cada ano”. Actualmente opera em Londres, Paris, Roma, Barcelona e Lisboa, Cannes, Florença e Madrid.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *