Arquitecto desenha linha de mobiliário inspirada na mobilidade quotidiana

Por a 9 de Outubro de 2018

Uma linha de mobiliário “simples, atractiva, de fácil transporte e montagem e que prescinde de parafusos, pregos ou cola”. A ideia é de Pedro Fonseca Jorge, arquitecto e designer natural de Alcobaça, que com o projecto “Móvel ao Quadrado”, venceu o Prémio Arrisca C – Ideia de Negócio, na 9ª edição do Concurso de Ideias e Planos de Negócio Arrisca C.

Pensada para a mobilidade que hoje faz parte do quotidiano de muitos, Pedro Fonseca Jorge desenhou numa linha que se adequa a quem muda frequentemente de casa mas deseja manter a personalização do lar, ainda que este seja de curta duração.

“As propostas de mobiliário são pensadas precisamente para quem tem uma vida nómada, mudando frequentemente de casa, cidade ou país. A facilidade de montagem, desmontagem e transporte das peças permite que estas acompanhem as migrações dos seus proprietários e que estes mantenham um lar à sua imagem, ainda que mudem frequentemente de morada”, explica o arquitecto e designer.

Na base das peças está a simplicidade construtiva, uma vez que a montagem funciona apenas por encaixe. Esta simplicidade, garante o arquitecto, é complementada com a qualidade e durabilidade dos materiais, que podem ser conjugados de forma a adoptar diferentes estilos, como o clássico ou o informal. A variedade de cores e acessórios possibilita ainda uma fácil personalização.

A juntar a tudo isto, sublinha Pedro Fonseca Jorge, a conceptualização original das peças evita a perda de elementos durante o transporte e favorece a vertente ecológica, tanto na produção como na reciclagem do mobiliário, quando este chega ao fim da sua vida útil.

10ª edição ARRISCA C

A assinalar a sua 10ª edição, o Concurso de Ideias e Planos de Negócio – Arrisca C recebe, até dia 4 de Novembro. A iniciativa da Universidade de Coimbra e de vários parceiros apresenta-se como “um dos mais ambiciosos programas na área do empreendedorismo e inovação nacional”.

Com categorias dirigidas a jovens estudantes do Ensino Secundário e Técnico-Profissional, e a jovens do Ensino Superior ou recém-diplomados há menos de cinco anos, provenientes de qualquer instituição de Ensino Superior do País, este concurso já apoiou a criação de mais de 25 empresas.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *