Promotora belga investe em edifício de escritórios no Parque das Nações

Por a 4 de Dezembro de 2018

 

O K-Tower vai nascer junto à Gare do Oriente,  no terreno entre a rua Conselheiro Lopo de Vaz e a Via Reciproca. Com mais de 15.000 m2 de área de construção acima do solo, a torre de escritórios, promovida pela Krestlis, vai contar com 13 pisos de escritórios. A comercialização está a cargo, em exclusivo, da equipa de Office Agency da JLL.

Os trabalhos de construção da torre de escritórios deverão ter início no Verão de 2019, prevendo-se que o edifício fique inteiramente concluído no primeiro semestre de 2021.

No mesmo complexo está já em construção um Moxy Hotel, uma nova marca do grupo Marriott International, direccionada para os millennials.

A K-Tower distinguir-se-á pela sua arquitectura moderna e inovadora, com uma fachada envidraçada com vista de 360º. Desenhado a pensar nos modelos de trabalho do futuro, o edifício aposta, em termos de estruturação interior, em espaços eficientes, flexíveis e sustentáveis, com amplas áreas por piso (cerca de 1.000 m2) e áreas comuns diferenciadas de elevada qualidade, pensadas para fomentar o sentido de comunidade entre os seus utilizadores, e entre as quais se incluem um coffee-bar no piso térreo que pode funcionar como ponto de encontro e espaço para reuniões informais. A iluminação natural generosa e a vista desafogada são outros dos seus atributos, assim como o desenvolvimento em linha com os standards exigidos a uma certificação LEED, um dos mais exigentes selos internacionais de sustentabilidade atribuídos a projectos imobiliários.

Mariana Rosa, directora de Office Agency da JLL, comenta: “Este novo projecto vai permitir às empresas não só instalar os seus escritórios no local mais apetecível do Parque das Nações, junto à Gare do Oriente, ao Centro Vasco da Gama e com excelentes acessos rodoviários, como fazê-lo num edifício de ponta em termos de soluções tecnológicas, funcionalidade do espaço e sustentabilidade. Além disso, é um imóvel icónico em termos estéticos, com grande visibilidade e uma forte imagem corporativa. Estamos muito confiantes que o edifício fique inteiramente comercializado ainda antes da sua conclusão e não será de descartar a ocupação como sede de uma só empresa.”

Claude Kandiyoti, CEO da Krestlis, acrescenta: “Ao projectarmos a K-Tower, pensamos em primeiro lugar no bem-estar dos nossos inquilinos. A nossa vasta experiência no desenvolvimento de parques de escritórios, permitirá criar um edifício de referência, com características ultramodernas, que beneficia de uma excepcional localização, tendo como referência a proximidade ao “hub” de transportes da Gare do Oriente e a extraordinária vista sobre o rio Tejo, num edifício rodeado por uma agradável paisagem verde. Além disso, a proximidade com o Moxy Hotel irá proporcionar um ambiente dinâmico criando o novo “place to be in town”.

A Krestlis é o ‘braço’ português da empresa belga Krest Real Estate Investment, detida pela família Kandiyoti. Através da Krestlis, o family office belga adquiriu recentemente diversos imóveis pertencentes ao Estado com o objectivo de colocar no mercado do arrendamento de escritórios. O edifício K-Tower será o primeiro construído de raiz em Portugal.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *