SOL Housing promove soluções para o imobiliário e construção

Por a 4 de Dezembro de 2018

Transformar a cidade num laboratório vivo é o objectivo do Smart Open Lisboa Housing, criado pela Câmara Municipal de Lisboa (CML). Com candidaturas a decorrer entre 7 de Dezembro e 7 de Fevereiro de 2019 é proposto à startups que apresentem soluções inovadoras na área do imobiliário, assim como ao nível da construção e eficiência energética.

O programa de inovação aberta, desta vez especializado em imobiliário e orientado para a vertente vertical da habitação conta com parceiros como a EPAL, Mota-Engil Renewing, Sonae Sierra, Galp, Santander e Gebalis, que, em paralelo com a autarquia, vão trabalhar juntamente com startups no desenvolvimento de soluções inovadoras para o sector.

Esta é já a terceira edição Smart Open Lisboa (SOL), iniciativa operacionalizada pelo hub de inovação Beta-i, e foi após o sucesso do SOL dedicado à mobilidade que contribuiu para o desenvolvimento que apresentou 15 projectos-piloto.

Para as startups, segundo explicam os mentores da iniciativa, o SOL é uma forma de testar no terreno e junto de potenciais clientes os seus produtos e serviços. Para as organizações é uma forma de resolver problemas, mas de uma nova perspectiva.

Depois da fase de selecção, em que é feita uma triagem inicial, acontece a semana de ‘bootcamp’, entre 11 e 15 de Março de 2019, sendo que o programa culmina mais tarde, a 7 de Junho de 2019, com um demoday. Nesse dia, serão apresentadas as várias soluções desenvolvidas.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *