Grupo DST investe 13M€ num projecto residencial em Guimarães

Por a 5 de Dezembro de 2018


Está avaliado em 13 milhões de euros o investimento previsto pelo Grupo DST para a construção de um empreendimento habitacional em Guimarães, uma iniciativa que prevê o reforço da oferta residencial na cidade com mais 71 habitações assinado pelo arquitecto Manuel Graça Dias.
O Salgueiral Residences, constituído por seis prédios, cada um com sete pisos, é assinado pela DST Real Estate e contará com a intervenção de mais quatro empresas do grupo, nomeadamente a construtora DST, a DST Solar, a T Agregados e a T Concrete.
Os promotores desta iniciativa destacam a “qualidade superior e ecologicamente sustentável” do empreendimento que contará com “apartamentos de estilo minimal e contemporâneo, com tipologias entre T0 a T3, concebidos de forma a garantir a privacidade, o conforto e a segurança dos seus moradores”. O Salgueiral Residences é promovido como um projecto acolhedor, integrado numa zona habitacional familiar, que beneficiará de um extraordinário aproveitamento da exposição solar. O empreendimento estará equipado com um sistema solar térmico centralizado, que terá como função o aquecimento de águas sanitárias, tendo como apoio caldeiras de condensação, a gás natural, que serão também responsáveis pelo aquecimento central. Para além dos painéis solares, que garantem mais eficiente e uma maior poupança no consumo energético, o Salgueiral Residences estará dotado de climatização programável, isolamento térmico e acústico de excelência e garagens com pontos de carregamento para veículos eléctricos.
O projecto prevê áreas amplas e uma construção ancorada numa escolha criteriosa dos materiais e acabamentos de excelência, aliados às mais sofisticadas soluções técnicas.Para além do corpo habitacional, o empreendimento integra seis espaços comerciais, uma zona de uso colectivo, para festas, reuniões e convívios, e um área de lazer reservada. Situado às portas da cidade, o Salgueiral Residences beneficia ainda de um espaço verde de oito mil m2 a 100 metros de distância e de uma grande proximidade às acessibilidades rodoviárias e ferroviárias da cidade de Guimarães.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *