Setúbal: Plano de Pormenor de Mitrena Nascente aprovado

Por a 11 de Janeiro de 2019

A Câmara Municipal de Setúbal (CMS) aprovou esta quarta-feira, em reunião pública, a elaboração do Plano de Pormenor de Mitrena Nascente, que incide numa área com mais de cem hectares.

“Dotar aquele território de um maior equilíbrio urbanístico” é o objectivo do instrumento de gestão urbanística, agora aprovado, com vista à reestruturação de uma área localizada na zona nascente da Mitrena com 109,26 hectares, nomeadamente através da requalificação das redes de infraestruturas, a regulamentação da ocupação dos lotes e a criação de uma alternativa para a fixação de novos usos e funções.

Amenizar a transição a efectivar entre a zona industrial e a Reserva Natural do Estuário do Sado, minimizar os impactes ambientais decorrentes da implementação de unidades industriais excessivamente próximas da reserva natural e contribuir para a revitalização da frente ribeirinha com a criação de espaços públicos qualificados, nomeadamente ciclovias e circuitos de manutenção, são outras prioridades do documento.

A possibilidade de ampliar o leque de tipologias de utilização, complementares à actividade industrial existente, assim como a valorização ambiental e paisagística daquele território, integrando a fruição do espaço naturalizado que o envolve associado ao Estuário do Sado, são outros objectivos do Plano de Pormenor de Mitrena Nascente.

Os custos financeiros da elaboração do novo instrumento de gestão urbanística são integralmente suportados pela Adubos Deiba, a Air Liquide, Areve, Fundger, The Navigator Company, Oitante, Imoplanus, proprietários individuais de terrenos na zona nascente da Mitrena.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *