Cushman & Wakefield renegociou permanência da Microsoft no edifício sede

Por a 11 de Fevereiro de 2019

A Cushman & Wakefield anunciou recentemente que renegociou a permanência da Microsoft na sua sede de Lisboa, em representação da empresa americana de tecnologia.

A Microsoft ocupa desde 2012 a totalidade do antigo Pavilhão Virtual no Parque das Nações, que totaliza 6.300 m2. Da renegociação faz parte um novo contrato de arrendamento que inclui um significativo investimento no imóvel por parte do proprietário do mesmo, a RED Investments.

A Cushman & Wakefield apoiou a Microsoft em todo o processo, analisando todos os possíveis cenários estratégicos a longo-prazo e tendo levado a cabo uma pesquisa exaustiva do mercado de escritórios para identificar soluções alternativas disponíveis. Pela localização estratégica, visibilidade, qualidade e eficiência, o edifício sede acabou por ser a melhor opção para a Microsoft.

Segundo Francisco Vasconcellos, associate e responsável pelos clientes internacionais da Cushman & Wakefield em Portugal, “Estamos muito satisfeitos por representar uma multinacional como a Microsoft na sua estratégia imobiliária em Portugal, quer na renegociação da sua sede em Lisboa, quer noutras colocações de espaços de escritórios da empresa no nosso país”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *