Pedro Nuno Santos com a Habitação, Souza no Planeamento

Por a 17 de Fevereiro de 2019


A oito meses das próximas eleições legislativas, o Presidente da República confirma, na página da Presidência, os nomes que fazem parte da reestruturação que o primeiro-ministro, António Costa, implementou e que confirmam os rumores que vinham ganhando força nos últimos dias.
Pedro Nuno Santos, até agora secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, vai desempenhar as funções de ministro das Infraestruturas e da Habitação, após a saída de Pedro Marques para encabeçar a lista do PS às eleições europeias.
Já o até agora secretário de Estado do Desenvolvimento e da Coesão, Nelson de Souza, vai assumir as funções de ministro do Planeamento, área que era tutelada por Pedro Marques e agora se autonomiza na orgânica do Governo.
Nelson de Souza, de 64 anos, natural da Índia, é licenciado em finanças pelo Instituto Superior de Economia, sendo considerado um conhecedor do tecido empresarial português, tendo assumido responsabilidades nos programas nacionais e europeus de apoio às empresas e à economia.
Nesta remodelação, entram para o XXI Governo Constitucional quatro novos secretários de Estado: Duarte Cordeiro, para Adjunto do Primeiro-Ministro e Assuntos Parlamentares; Maria do Céu Albuquerque para o Desenvolvimento Regional; Jorge Moreno Delgado para as Infraestruturas; Alberto Miranda para Adjunto e das Comunicações.
O Presidente da República vai dar posse aos novos ministros da Presidência, das Infraestruturas e Habitação e do Planeamento e aos respectivos secretários de Estado na segunda-feira, às 15h00, no Palácio de Belém.
A última remodelação, a mais abrangente desde a posse do actual executivo liderado por António Costa, ocorreu há precisamente quatro meses e foi desencadeada pela demissão de Azeredo Lopes do cargo de ministro da Defesa.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *