BMI Portugal inaugura blogue para comunidade de particulares e profissionais

Por a 21 de Março de 2019
  • “Quero renovar o meu telhado” já está online
  • Conteúdos ligados a todos os tipos de coberturas
  • Especialistas da BMI partilham conhecimento com a comunidade

 

Que cuidados ter na colocação de uma cobertura? E que materiais ou técnicas são recomendadas? O que posso poupar na fatura energética com a instalação correta do telhado mais indicado? Estas e outras questões são respondidas pelos especialistas da BMI Portugal no blogue “Quero renovar o meu telhado”, que a marca acaba de colocar online. Numa iniciativa inédita no nosso país, dentro do setor, esta plataforma destina-se tanto a profissionais como a particulares e constitui um ponto de encontro e de partilha de conhecimento e de experiência.

Disponível em www.querorenovaromeutelhado.com, o novo blogue da BMI Portugal conta com conteúdos atualizados e diversificados nas categorias de “Particulares” e “Profissionais”, abordando um leque de temas que vão da escolha de materiais indicados para cada caso, até às técnicas e conselhos para uma adequada instalação. A sustentabilidade e a eficiência energética merecem um foco especial, acompanhando as preocupações atuais em todo o setor da construção.

Toda a linguagem aposta num registo informal e prático, de acordo com a filosofia de proximidade que é pretendida com o projeto. Os autores dos textos são técnicos especialistas da BMI, garantindo assim a sua credibilidade.


“A BMI Portugal, tal como o grupo a nível internacional, detém uma grande experiência e uma ampla investigação no que diz respeito às coberturas, e é esse conhecimento que queremos agora partilhar com a comunidade de profissionais e particulares que querem ter um guia para melhor se orientarem neste tipo de assuntos”, comenta Filipa Gomes Fernandes, Marketing Manager da BMI Portugal, para acrescentar: “Num cenário de crescentes preocupações com a  sustentabilidade ambiental dos edifícios, as coberturas desempenham um papel crucial na conformidade de toda a construção, nomeadamente pelo papel determinante que cumprem na eficiência energética”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *