Grupo Cosentino reforça presença na Ásia com novo “Center” na Malásia

Por a 15 de Abril de 2019


O Grupo Cosentino, empresa multinacional com operação em Portugal, especialista na produção e distribuição de superfícies para o mundo da arquitectura e design, acaba de aumentar a sua penetração no mercado asiático, com a abertura de um novo Cosentino “Center”, situado no coração de Kuala Lumpur. Com este novo centro logístico de serviços, a multinacional opera pela primeira vez com estrutura própria na Malásia, sendo que a presença da marca naquela região era feita apenas através de um showroom associado a um distribuidor local.
O novo “Cosentino Center” de Kuala Lumpur tem uma área total de 2.400m2, dos quais 600m2 são destinados a escritório e showroom da marca, 200m2 são para área de exposição, em colaboração com outras empresas do sector, e 1.600m2 de armazém.
Esta instalação logística foi inaugurada num evento que reuniu diversos representantes do sector daquela região, entre eles Eduardo Cosentino, vice-presidente executivo de vendas globais do Cosentino Group e CEO da Cosentino North America, Gines Navarro, vice-presidente de vendas da Cosentino ROW, Christophe Gontier, vice-presidente de vendas da Cosentino Oceania e Ross Cameron, responsável do Grupo para o mercado asiático.
Ross Cameron afirma que “a entrada no mercado da Malásia é a consequência natural do crescimento da empresa ao longo destes últimos anos na Ásia. Este Center permitirá consolidar ainda mais a nossa posição nesta região e será, sem dúvida, uma ferramenta chave para o crescimento das vendas neste mercado”.
A presença da Cosentino neste continente tem seu centro nevrálgico em Singapura, onde, em 2017, a multinacional inaugurou uma importante infraestrutura que combinava as funções de armazém logístico sob o conceito de “Centro”, e a sede de operações de Cosentino para toda a Ásia. Singapura é também a sede de um dos primeiros “Cities” da Cosentino. A rede de estruturas da marca em território asiático é complementada com o centro logístico do Japão

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *