Atractividade dos Shared Service Centers em análise na Câmara Luso-Alemã

Por a 15 de Maio de 2019


A Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã reúne, no próximo dia 16 de Maio, no Hotel Fénix Lisboa, um conjunto de especialistas internacionais para discutir a relevância que ganharam os Shared Service Centers na economia portuguesa e internacional e, sobretudo, como pode Portugal manter o seu grau de atractividade para futuros investidores.

Na Conferência “Shared Service Centers: the new “industry” for Portugal?” destaca-se a presença de especialistas internacionais como Werner Zeitlberger (The Hackett Group), ou Alexander von Thielmann (Siemens AG). Estes dois oradores irão abordar as principais tendências que marcam este sector de actividade e quais as condições que têm que ser criadas em Portugal para que o interesse dos investidores se mantenha em detrimento da sua concorrência mais directa.

Nos últimos anos, várias empresas alemãs escolheram Portugal para instalarem os seus Shared Service Centers, centros que, a partir do nosso país, prestam serviços especializados em áreas como a contabilidade, mas também o desenvolvimento de software ou de soluções tecnológicas avançadas. São os casos da Siemens, da Mercedes, com o seu Digital Delivery Hub, da Volkwswagen e do seu Centro de Desenvolvimento de Software, ou ainda a Zalando ou a Adidas.

Uma das razões pela qual estas empresas escolheram Portugal foi a disponibilidade de recursos humanos com um elevado nível de qualificações e conhecimentos linguísticos. Mas há outros factores que influenciam esta escolha como a existência de espaços comerciais a preços atraentes ou infraestruturas modernas e funcionais. Quais os desafios que Portugal enfrenta a este nível? Qual a intervenção necessária por parte das instituições governamentais e de outros agentes económicos? São estas algumas das perguntas que deverão ser respondidas no evento.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *