400 M€ para transformar Oeiras na ‘Silicon Valley’ portuguesa

Por a 23 de Maio de 2019


O Município de Oeiras lançou, esta quinta-feira, o programa Oeiras Valley, com o objectivo de criar o maior ecossistema de inovação do país, favorecendo a instalação de empresas de base tecnológica, farmacêutica e de investigação.

Aquele que é “um programa ambicioso” e que marca o “lançamento de um novo ciclo no desenvolvimento económico e social de Oeiras”, pretende ser “a montra” do que melhor se faz nos sectores mais inovadores da economia e da ciência, refere o município em comunicado.

O objectivo passa por captar mais investimento para o concelho e colocar Oeiras no radar internacional da inovação e dos negócios, assente “numa estratégia de dinamização económica que têm em conta uma perspectiva integrada do território”.

Neste sentido, até 2026, o município prevê investir perto de 400 milhões de euros na dinamização económica, na educação, habitação, ambiente e inteligência territorial.


“Queremos transformar Oeiras na Silicon Valley portuguesa”, afirmou Isaltino Morais, presidente da Câmara, durante a apresentação do projecto, acrescentando que “o lançamento do programa Oeiras Valley é a concretização da nossa visão para um município mais moderno, mais inteligente, mais desenvolvido, mais internacional, mas também mais inclusivo”.

Recorde-se que Oeiras tem vindo a assumir-se como uma localização privilegiada para sedes regionais e/ou europeias de empresas multinacionais, sendo um espaço muito competitivo para a instalação de centros de investigação e de centros de competência de multinacionais.

Actualmente, há já um conjunto de empresas de grande dimensão no concelho – várias multinacionais ligadas aos sectores mais inovadores, designadamente às Tecnologias de Informação e Comunicação – TIC (Cisco, HP, Google, entre outras) e à área da Saúde/Farmacêutica (MSD, Pfizer, Novartis, etc.) e que determinam a especialização produtiva concelhia, sendo responsáveis por parte significativa da riqueza gerada.

“Oeiras tem já, em toda a sua extensão, um território qualificado para receber grandes empresas de sectores inovadores, mas queremos ir mais longe e criar condições para tornar Oeiras no maior viveiro de inovação, criatividade e tecnologia em Portugal, estimulando a criação de empregos com alto valor acrescentado”, explica Isaltino Morais.

Além de um tecido empresarial com grande capacidade inovadora e empreendedora, Oeiras possui ainda uma população com altos níveis de escolaridade. Estes factores, bem como a localização central e bons acessos, uma qualidade de vida ímpar, com actividades de lazer, culturais e desportivas, e habitação de qualidade a preços razoáveis, fazem do concelho um óptimo local para viver, investir e visitar.


Um comentário

  1. Vitalina Basso

    23 de Maio de 2019 at 19:30

    Oeiras tem sido um exemplo de modernidade, desenvolvimento, educação, bem estar social e ambiental.
    Desde a erradicação de barracas, ao apoio social e cultural, tem sido um município exemplar.
    Parabéns!!!
    Obrigada Sr. Presidente, Sr. Vice-presidente, toda a Vereação e a todos trabalhadores da CMO.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *