Nova Artilin Respirae da CIN aposta na purificação do ar e melhoria do ambiente em espaços interiores

Por a 24 de Maio de 2019


A CIN, especialista no mercado de tintas e vernizes, acaba de lançar o que considera ser a primeira tinta funcional purificadora do ar interior: Artilin Respirae. “Única no mercado, constitui mais uma solução inovadora da CIN, que coloca a tecnologia ao serviço da saúde, conforto e bem-estar das pessoas em espaços interiores”, pode ler-se na nota de imprensa.
Com uma eficácia comprovada até 7 anos, Artilin Respirae é uma tinta acetinada para paredes interiores com uma tecnologia capaz de absorver odores domésticos (provenientes por exemplo do tabaco, de cozinhados, de animais de estimação, etc.) e até 80% de poluentes do ar interior, como o formaldeído libertado por materiais de construção, mobiliário, itens de decoração ou material electrónico, e que são causadores de alergias, asma, irritação do nariz e olhos, rinites e enxaquecas.
Por ser uma tinta funcional que absorve odores e purifica o ar, Artilin Respirae é particularmente indicada para creches, jardins de infância, escolas, hospitais, lares, etc., locais frequentados por utilizadores mais frágeis e sensíveis a este tipo de agressões. Nesse sentido, a CIN marca o seu lançamento com a doação de tinta Artilin Respirae para pintar três instituições de apoio a crianças: a Fundação ‘O Século’, a Ajuda de Berço e a Fundação do Gil.
Como explica Marcos Castro, director de Marketing da CIN, “o ar que respiramos no interior dos edifícios está, em 90% do tempo, pouco ventilado e contém poluentes nocivos. Esta poluição doméstica foi alvo de inúmeros estudos científicos, a partir dos quais se concluiu estarmos rodeados de produtos químicos prejudiciais, susceptíveis de causar alergias e doenças crónicas mais ou menos graves. A nova Artilin Respirae é uma nova geração de tintas que nasce com o objectivo de melhorar a vivência das pessoas nestes locais”. E contextualiza a doação efectuada àquelas instituições: “Crianças e idosos continuam a ser os mais afectados por este tipo de poluição e, consciente disso, a CIN quis levar a sua última inovação àqueles que mais precisam. Com esta oferta quisemos dar um pequeno contributo para melhorar as condições de saúde e bem-estar dos utentes da Fundação ‘O Século’, da Ajuda de Berço e da Fundação do Gil”, conclui.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *