Licenciamentos de alojamentos em construções novas sobe 28% no 1º trimestre

Por a 27 de Maio de 2019


O número licenciamentos de alojamentos em construções novas aumentou 27,9% no primeiro trimestre deste ano, para 5.887, face a igual período do ano passado, revelou a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN).
A AICCOPN refere também que o consumo de cimento no mercado português no primeiro trimestre deste ano aumentou 22,2% em termos homólogos, situando-se nas 788 mil toneladas.
A associação acrescenta que na Área Metropolitana de Lisboa, o número de fogos licenciados em construções novas nos doze meses terminados em Março deste ano, totalizou 4.305, um acréscimo de 35,4% face aos 3.180 alojamentos licenciados no período homólogo. Destes, 68,4% são de tipologia T3 ou superior e 31,6% de tipologias inferiores.
Quanto aos valores de avaliação bancária na habitação na Área Metropolitana de Lisboa observou-se, em Março, um aumento homólogo de 7,5% para 1.527 euros por metro quadrado (m2). Nos três primeiros meses do ano, a AICCOPN lembra ainda o aumento de 7,5% no novo crédito à habitação atribuído aos particulares, num total de 2,35 mil milhões de euros, face a idêntico período do ano anterior.
Quanto ao ‘stock’ de crédito à habitação que as instituições financeiras detinham sinaliza-se “uma estagnação” em termos de montante nos três primeiros meses deste ano (92.905 milhões de euros), face a idêntico período do ano passado. Já o valor médio da avaliação bancária na habitação subiu 6,9% em Março, fixando-se em 1.247 euros por metro quadrado (m2), na comparação com igual mês do ano passado.
No caso dos apartamentos, o valor médio da avaliação bancária fixou-se em 1.320 euros por m2, mais 8,4% que em igual mês do ano passado, enquanto que em relação às moradias a avaliação média por parte dos bancos foi de 1.128 euros, o que se traduziu num aumento de 4,7% em termos homólogos.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *