Gaia apresenta projectos de 2,5M€ para construção de pavilhão e auditório cultural

Por a 4 de Junho de 2019


A Câmara de Vila Nova de Gaia apresentou um conjunto de projectos, no valor de 2,5 milhões de euros, para a construção de um pavilhão desportivo, bem como de um auditório cultural.
Em causa está a obra do pavilhão de Santa Marinha no valor de 1,4 milhões de euros, somando-se a construção do Fórum Cultural da Cidadania, a localizar em Canelas, no valor de 1,1 milhões.
O pavilhão gimnodesportivo da Escola de Santa Marinha será construído em terrenos junto à EB 2-3 local e o uso será partilhado com a comunidade local, conforme proposta do executivo socialista de Vila Nova de Gaia, no distrito do Porto, levada a reunião de Câmara a 04 de Fevereiro. Tratar-se-á de um equipamento com condições para a prática de modalidades escolares e de alta competição, nomeadamente andebol, futsal, basquetebol, ténis e voleibol.
O projecto para o pavilhão inclui um recinto desportivo com uma área total de 1.345 metros quadrados, bem como um ginásio de aquecimento com 115,00 metros quadrados, seis balneários, zona técnica, entre outros pormenores. Também está prevista uma bancada com 270 lugares sentados e oito destinados a pessoas com mobilidade condicionada ou reduzida, sendo, neste caso, o acesso garantido por plataforma vertical localizada num dos extremos. “Trata-se de um exemplo de investimento inteligente e sustentável, com benefícios directos para a comunidade escolar e para população”, lê-se na descrição do projecto.
Quanto ao Fórum Cidadania de Canelas, prevê a amostragem de imagens e desenhos sobre o projecto final. Segundo a autarquia, este será construído junto ao novo edifício da Junta de Freguesia, terá capacidade para 220 pessoas e estará preparado para espectáculos e sessões de cinema. A obra deve arrancar no início do próximo ano, prevendo-se que tenha, lê-se na apresentação, um “uso flexível e polivalente” e seja um “espaço de apoio aos eventos” na praça que é centro cívico da Freguesia, junto ao Jardim São João, Igreja Matriz, cemitério e coreto paroquial.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *