Obras de conclusão de escola em Cerveira avaliadas em 1,4M€

Por a 14 de Junho de 2019


O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, vai estar esta sexta-feira, em Vila Nova de Cerveira, para visitar a 1ª fase das obras de requalificação e modernização da Escola Básica e Secundária de Vila Nova de Cerveira já concluídas, bem como formalizar o acordo de colaboração que viabiliza a 2ª fase da empreitada, num investimento de 1,4M€.
A degradação do edifício da Escola Básica e Secundária – com quase 25 anos de existência – tem sido uma das preocupações lideradas por este executivo municipal desde o primeiro mandato, com o intuito de adaptar a escola às novas exigências de ensino, quer ao nível do número de espaços, quer ao nível da segurança e qualidade.
Num investimento municipal de cerca de 400 mil euros (dos quais 108 mil euros do PDCT original), a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira procedeu, no passado verão, a uma intervenção naquele estabelecimento de ensino, incidindo sobre a remoção do revestimento da cobertura em fibrocimento do pavilhão gimnodesportivo, a reformulação dos balneários do campo de jogos, a construção da nova portaria na entrada sul, e a melhoria das condições de conforto térmico do edifício existente, através da implementação de um sistema de isolamento térmico pelo exterior.
Fruto da persistência do actual executivo e da intervenção do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, a reprogramação do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial (PDCT) Norte 2020 permitiu consignar mais de 1,4ME (financiamento Feder 1,2ME) para avançar com a 2ª fase do projecto que visa a construção de raiz no edifício designado como centro de recursos – composto por biblioteca/auditório para capacidade para 119 lugares sentados; a construção de um edifício de apoio ao ensino articulado; a ampliação do espaço de refeitório; a cobertura dos corredores de circulação e dos espaços de recreio; o reforço das condições de segurança e de acessibilidades, bem como a adaptação à eficiência energética.
A profunda intervenção naquele estabelecimento de ensino corresponderá a um investimento total superior a 2ME.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *