O Jornal Construir

Lançado em Abril de 2003, o Jornal Construir é o único jornal nacional de negócios da indústria da construção, da arquitectura à engenharia passando pelo imobiliário, materiais e equipamentos. Com uma periodicidade quinzenal e uma média de 48 páginas, o Construir publica em cada número as notícias que fazem a actualidade do sector, os seus protagonistas, artigos de análise, reportagens, inovações, opinião, estudos, negócios de obras públicas, agenda, etc.

Assim, para além de ficar a conhecer a opinião de especialistas de referência em Portugal, e das alterações jurídicas introduzidas no sector, tem acesso aos novos projectos de arquitectura e engenharia, os empreendimentos a construir, as mudanças nas empresas de construção ou as novidades ao nível de produtos, equipamentos e serviços.

Esta missão informativa a que nos propomos só é possível porque obedecemos a um rigoroso Estatuto Editorial do qual não abdicamos e que aqui partilhamos:

Estatuto Editorial

1. O Construir é um jornal de informação especializada, independente e pluralista, e que tem como objectivo fundamental assegurar a todos os leitores o direito á informação.

2. O Construir é um orgão de informação concebido, escrito e produzido por jornalistas profissionais no respeito dos direitos e deveres constitucionais de Liberdade de Expressão e de Informação.

3. O Construir distingue, clara e criteriosamente, as notícias do conteúdo opinativo, reservando-se, todavia, o direito de relacionar e interpretar quaisquer factos ou acontecimentos, sempre no respeito integral da legislação em vigor.

4. O Construir respeitará sempre o sigilo das suas fontes de informação, não admitindo, em nenhuma circunstância, a quebra desse sigilo.

5. O Construir rejeita o sensacionalismo, bem como a informação escrita e apresentada de forma descuidada e banal, em nome de conceitos difusos de objectividade, distanciamento e gravidade que considera ou pouco válidos, ou inimigos de uma informação verdadeiramente de qualidade.

6. O Construir privilegia o diálogo com os profissionais do sector da Construção, promovendo, nas suas secções e nos vários formatos – papel e online -, a participação desses mesmos profissionais. Reserva-se porém o direito de intervir na filtragem desse participação, sempre que tal entender necessário.

7. O Construir assume o direito de emitir quinzenalmente opinião própria, sobre todas as notícias, em editorial, sempre no respeito integral pela Lei em vigor.

8. Os jornalistas do Construir regem-se por um código de conduta, em respeito pela Lei em vigor e pela independência que lhes é exigida.

9. O Construir é escrito e produzido no cumprimento das orientações e princípios definidos neste Estatuto Editorial e pela sua Direcção.

 

© Copyright 2014 Construir.pt. Todos os direitos reservados.