Ponte rodo-ferroviária vai ligar o Seixal ao Barreiro

Por a 6 de Junho de 2005

As Câmaras Municipais do Seixal e do Barreiro, a Siderurgia Nacional e a Quimiparque acabaram de assinar um protocolo com vista à elaboração de um estudo preliminar de acessibilidades rodoviária e ferroviária ligeira entre os dois concelhos pelo esteiro de Coina.

Com a revisão do Planos Directores Municipais (PDM’s) em curso, as duas autarquias decidiram criar um plano estratégico para o desenvolvimento económico da região, passando naturalmente pela mobilidade. Segundo Alfredo Monteiro da Costa, presidente da Câmara Municipal do Seixal, este estudo visa definir quais as melhores opções de acessibilidade a adoptar. Entre as várias possibilidades a estudar, encontra-se a ligação entre o Seixal e o Barreiro através de uma ponte. «A questão é saber se é preferível adoptar uma ponte rodo-ferroviária, ou duas em separado», explica o edil.

O presidente da autarquia do Seixal adianta ainda que este plano prevê também uma nova passagem alternativa do Metro Sul do Tejo (MST) nas zonas urbanizáveis dos terrenos da Siderurgia Nacional e o atravessamento para o Barreiro. O prazo para a elaboração do estudo será de três meses e será financiado pela Siderurgia Nacional e pela Quimiparque.