Câmara de Matosinhos investe 15 milhões em parque público e desportivo

Por a 9 de Junho de 2005

O presidente da Câmara de Matosinhos, Narciso Miranda, revelou ontem à Agência Lusa o arranque das obras do Parque Público e Desportivo Nascente, orçadas em 15 milhões de euros, dos quais cerca de sete milhões já foram gastos em expropriações.

O equipamento, que será um dos mais importantes do sector na Área Metropolitana do Porto, vai beneficiar sobretudo as freguesias de S.Mamede de Infesta e Leça do Balio.

Situado num terreno de cerca de 30 hectares, junto ao IP4, no troço entre Sendim e Águas Santas, perto da Casa-Museu Abel Salazar, ficará ligado à Via Norte e à IP4, e será constituído por dois campos de futebol – um com relvado natural e outro sintético – com bancadas parcialmente cobertas, um pavilhão polidesportivo, dois courts de ténis com bancada e instalações de apoio.


O complexo, que deverá estar pronto dentro de dois ou três anos, inclui ainda um parque público com circuitos pedonais e uma zona de protecção à Ribeira de Picoutos, sendo estas infra-estruturas dotadas de zonas de estar e lazer, um restaurante de apoio e portaria.

Ainda ontem, Narciso Miranda anunciou ainda outras obras que a autarquia pretende edificar. É o caso dos campos de futebol do Balio e do Lavra, dos polidesportivos do Freixieiro/Perafita e do Padrão, e também da construção de uma ligação entre S. Mamede de Infesta e Leça do Balio.

Esta nova via representa um investimento total de 7,5 milhões de euros, devendo estar concluída no prazo de oito meses.