Pousada de Santiago do Cacém vai ser transformada em hotel de quatro estrelas

Por a 23 de Junho de 2006

A Pousada de Santiago do Cacém, anteriormente propriedade da Enatur, vai ser convertida num hotel de quatro estrelas, através de um projecto orçado em cerca de cinco milhões de euros, a cargo dos arquitectos Manuel e Francisco Aires Mateus. As obras deverão estar concluídas no final de 2007.

«Trata-se de um investimento que envolve a recuperação do antigo edifício da pousada, com 2.354 metros quadrados de área bruta e a construção de um novo, com 734 metros quadrados», explicou o presidente da autarquia de Santiago do Cacém ao Público.

No total, o hotel vai possuir 35 quartos duplos, restaurante, esplanada, piscina, duas salas para reuniões e exposições, e um posto de venda de recordações, prevendo-se que favoreça a criação de duas dezenas de postos de trabalho.


A zona envolvente da pousada vai acolher um jardim e espaços verdes, com o propósito de criar recantos para passeio, bem como zonas de repouso.

Recentemente, os arquitectos Manuel e Francisco Aires Mateus receberam um prémio AICA/MC (Associação Internacional de Críticos de Arte/Ministério da Cultura) que distinguiu a exposição que inauguraram em Outubro de 2005 no Centro Cultural de Belém e o projecto do Centro de Artes de Sines. A dupla de arquitectos foi galardoada ainda com os prémios Valmor (1998) e da Bienal Ibero-Americana de Arquitectura (1996), entre outros.