Investimento imobiliário em Portugal cresce 21 por cento em 2006

Por a 26 de Janeiro de 2007

Imobiliário_edifícios

O volume de investimento imobiliário em Portugal registou um crescimento de 21 por cento em 2006, sendo o sector do comércio mais procurado, com particular incidência nos centros comerciais.

De acordo com os últimos números apurados pela consultora CB Richard Ellis, ao nível europeu o volume de negócios do mercado de investimento imobiliário registou 230 mil milhões de euros em 2006, representando uma subida, face a 2005, de mais de 40 por cento.

Em cinco dos países analisados, o volume de negócios do mercado de investimento imobiliário aumentou para mais do dobro, tendo o Reino Unido registado a taxa de crescimento mais baixa, continuando contudo o mercado com maior liquidez na Europa.


O crescimento do mercado alemão permitiu-lhe alcançar o segundo lugar do ranking do investimento na Europa, destronando a França que desceu em 2006 para o terceiro lugar.

Segundo a mesma fonte, a maioria desta actividade de investimento deu-se no sector dos escritórios, onde em Lisboa se assistiu a uma descida das taxas de rentabilidade de 6.50 por cento no final de 2005, para 6.00 por cento no final de 2006, seguido do sector de imobiliário comercial.