Zaha Hadid assina Roca London Gallery

Por a 13 de Outubro de 2011

A Roca anunciou a abertura do seu novo espaço – o Roca London Gallery, em Imperial Wharf perto de Chelsea Harbour, um projecto assinado pelo gabinete de Zaha Hadid.

De acordo com a Roca, o ateliê criou “um conceito único, que se inspira no poder da água como elemento transformador” para dar vida ao Roca London Gallery.

“Zaha Hadid e a sua equipa criaram um design que não é apenas puramente visual, mas que também usa a arte da precisão e do controlo para ajudar o visitante a compreender a relação entre a arquitetura do espaço e o design dos produtos da Roca”, sublinha a empresa.


Miguel Angel Munar, Senior Managing Director, Roca Bathroom Products Division, comenta: “para a Roca é fundamental marcar presença numa cidade como Londres, que é um benchmark em design e inovação a uma escala global. Além disso, Londres tem uma importância estratégica para o futuro desenvolvimento do nosso negócio, uma vez que nos permite estar próximos dos nossos principais distribuidores e clientes internacionais. No Roca London Gallery, Zaha Hadid interpretou na perfeição todos os valores da nossa marca, assim como a filosofia da empresa, de uma forma singularmente emocionante e tangível”.

Por sua vez, Zaha Hadid explica o conceito e a arquitectura do espaço: “o nosso trabalho confere à arquitetura a complexidade e beleza das formas naturais. Usando uma linguagem formal derivada do movimento da água, o Roca London Gallery foi escavado e polido pela fluidez, gerando uma sequência de espaços dinâmicos esculpidos a partir da interação fascinante entre a arquitetura e natureza”.

O Roca London Gallery consiste num único piso de mil e cem metros quadrados, onde, segundo a ideia concebida pelo ateliê Zaha Hadid, a água parece ter esculpido e definido cada detalhe do espaço.

A Roca refere ainda o seu compromisso com o design e a inovação, sublinhando que o mesmo “é claramente visível no exterior do edifício, com a sua fachada característica e única, que confere ao Roca London Gallery a sua identidade. Os três portais, de formas quase orgânicas, que parecem ter sido moldados por erosão hídrica, abrem este espaço à cidade”.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *