Preços habitacionais caem 1,6% no Algarve no 3º trimestre de 2011

Por a 22 de Novembro de 2011

O Índice Confidencial Imobiliário (ICi) apresentou uma desvalorização de 1,6% na região do Algarve no 3º trimestre de 2011, bastante acima da variação trimestral de -0,1% registada para o mesmo período para a Área Metropolitana do Porto e de -0,3% para o total do mercado habitacional português.

No Algarve, adianta a mesma fonte, “o 2º trimestre de 2011 havia registado uma variação trimestral de 0,1% e de -0,1% no trimestre anterior. Em termos homólogos, desde Maio que se registaram taxas de variação negativas no Algarve. Estas seguiram uma trajectória de agravamento tendo passado de -0,9% em Maio para -2,1% em Setembro”.

Neste contexto, “os fogos novos foram alvo de uma desvalorização trimestral de 3,8% no 3º trimestre de 2011 naquela região, enquanto os fogos usados conseguiram manter a taxa de variação trimestral positiva, em 0,1%. Foi também o segmento de fogos novos que sofreu uma quebra homóloga mais acentuada no trimestre em questão, caindo 3,0% quando no segmento de fogos usados a desvalorização atingiu apenas 1,4%”.

Na Área Metropolitana do Porto e Continente foram registadas desvalorizações mais suaves, adianta a mesma fonte.

“Na Área Metropolitana do Porto (AM Porto), o ICi fechou o 3º trimestre de 2011 a desvalorizar 0,1%, depois da recuperação no trimestre anterior, em que a variação trimestral se tinha ficado em 0,4%. A taxa de variação homóloga, que se manteve positiva nos 2 primeiros trimestres de 2011, atingiu, no 3º trimestre, terreno negativo, cifrando-se em -0,5%. Quer os fogos novos quer os fogos usados contribuíram para a desaceleração do Índice Ci na AM Porto no 3º trimestre de 2011. Em termos trimestrais, foram os fogos usados que apresentaram um pior desempenho com uma taxa de variação trimestral de -0,4% contra a de 0,3% registada para os fogos novos. Já em termos homólogos foi a variação ocorrida nos alojamentos novos que afetou o desempenho do ICi na área metropolitana, tendo atingido -2,4% neste segmento quando no segmento de usados se situou em 1,3%”.

Já no que diz respeito ao mercado habitacional do Continente, os resultados do Índice Confidencial Imobiliário (ICi) para o 3º trimestre de 2011 “refletem também uma ligeira desvalorização dos preços (0,3%) face ao trimestre anterior. Em termos homólogos, a nota foi igualmente de baixa, chegando a Setembro com uma variação de -1,1 %.Os fogos novos apresentaram maiores baixas quando comparados com os alojamentos usados, quer em termos trimestrais quer homólogos. Enquanto os imóveis novos desvalorizaram 0,7% ao longo do 3º trimestre de 2011, para os alojamentos usados a taxa de variação trimestral foi nula. O mesmo se verificou em termos homólogos, com a taxa de variação homóloga a situar-se em Setembro em -1,9% para os fogos novos e em -0,5% para os fogos usados”.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *