Extrusal vai expandir negócios para Chile, Perú e México

Por a 21 de Fevereiro de 2014

A Extrusal anunciou que vai apostar este ano na expansão para o Chile, Peru e México, disse à Lusa o porta-voz da administração, João Madaíl.

“A Extrusal vai expandir o negócio este ano para novas geografias, caso de Chile, Peru e México, países onde nos posicionámos recentemente e que apresentam boas perspectivas de virmos a obter resultados interessantes já no final de 2014”, mencionou o responsável da empresa portuguesa.

Fundada em 1972, a Extrusal tinha como alvo o mercado português, mas em 2003 e 2004 encetou o seu processo de internacionalização para a Alemanha e França. Hoje, mais de 50% do volume de negócios global do grupo é gerado fora de Portugal, uma percentagem que espera aumentar para 55% a 60% já em 2014.

Para atingir este objectivo, o grupo conta com a expansão para novas geografias, nomeadamente para Chile, Peru e México, com a consolidação da actividade nos mercados europeus onde já opera e ainda naqueles onde tem empresas, Angola, Moçambique e Cabo Verde.

“A Extrusal vai encerar 2013 com um volume de negócios global semelhante ao observado em 2012 [34,2 milhões de euros]”, disse à Lusa João Madaíl, adiantando que a empresa espera obter com a estratégia em curso um crescimento da facturação global de 10% no final deste ano.

A Extrusal está também a trabalhar na Suécia, Dinamarca e Noruega e vai empenhar-se no reforço do negócio na República Checa, Hungria e na Roménia, bem como na Suíça.

“Estamos preparados para responder ao crescimento da procura externa. Em 2013, a fábrica da Extrusal tratou 9,5 mil toneladas de alumínio, pelo que há margem para responder ao desafio colocado pelos novos mercados”, referiu o responsável, lembrando ainda que “não vão ser feitos investimentos para aumentar a actual capacidade produtiva” daquela unidade.

O grupo desenvolve e produz perfilados em alumínio para aplicações na arquitectura e indústria, sendo presentemente uma das maiores empresas europeias neste segmento. A arquitectura é responsável por 30% do volume de vendas anuais da empresa e a indústria por 70%.

“A maioria das vendas dos sistemas para a construção é comercializada através de empresas comerciais que foram criadas em todo o território português. Já os perfis para a indústria, com fortíssimo peso nas exportações, têm como mercado principal a Europa”, explicou à Lusa o porta-voz da administração do grupo.

Segundo João Madaíl, as vantagens competitivas da Extrusal resultam do binómio preço/qualidade, onde pontuam as certificações de segurança, qualidade e ambiente, além do investimento contínuo em inovação e design.

O grupo Extrusal emprega actualmente 270 colaboradores.

 

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *