Braga vai ter Laboratório de Inovação Urbana

Por a 24 de Outubro de 2018


O anúncio foi feito no âmbito do workshop “Cidades e Territórios – Desafios e Oportunidades”, que decorreu em Guimarães, no auditório nobre da Escola de Engenharia (EEUM), organizado pelo Centro de Território, Ambiente e Construção (CTAC) da Universidade do Minho.

O Laboratório é um projecto da autarquia de Braga que tem o CTAC como principal parceiro estratégico e que vai contar com a participação de várias entidades, com o objectivo de desenvolver, validar e testar soluções inovadoras que promovam a qualidade de vida do cidadão, incluindo no domínio das novas tecnologias e dos serviços nas áreas da eficiência energética, eficiência hídrica, mobilidade e acções de cidadania.

No âmbito do workshop foram também auscultados os interesses, as ambições e as preocupações de alguns dos parceiros estratégicos do CTAC e debatidas ideias que possam abrir caminho para possíveis linhas de pesquisa, identificando oportunidades de investigação e desenvolvimento de interesse mútuo, principalmente em temas relacionados com a sustentabilidade socioeconómica e ambiental das cidades e dos territórios.

De acordo com a UMinho, do programa destacou-se ainda a assinatura de protocolos de colaboração com o município de Viana do Castelo, para a execução do projecto “Assinatura Ambiental da Cidade: Avaliação Integrada de Infraestruturas e Sistemas Urbanos”, com o grupo Casais, relativamente ao desenvolvimento e à aplicação prática de modelos e protótipos construtivos com requisitos especiais de sustentabilidade, reutilização e estandardização, e, por fim, com a empresa Elevo, para a realização de projectos de investigação, desenvolvimento e inovação no domínio dos pavimentos rodoviários.

A iniciativa contou com a presença do reitor Rui Vieira de Castro, do presidente da Escola de Engenharia, João Monteiro, do presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, do presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, e do vereador da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Ricardo Carvalhido, participaram ainda representantes de empresas e outras entidades convidadas, nomeadamente da Ascendi, da Águas de Portugal, do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), da Plataforma Tecnológica Portuguesa da Construção/Cluster AEC – Arquitetura, Engenharia e Construção, além dos grupos DST, Casais e Elevo Portugal.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *