Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2019 recebe candidaturas até 8 de Fevereiro

Por a 22 de Janeiro de 2019


A fase de candidaturas à sétima edição do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana que se realiza em Abril, encerra a 8 de Fevereiro. Ao longo das seis edições anteriores, este Prémio já distinguiu perto de cinco dezenas de intervenções localizadas em 14 cidades do país,  entre um universo de mais de 360 projectos.

No âmbito da actual edição, a concurso neste momento, já estão projectos de habitação, escritórios e turismo situados nas cidades Lisboa, Porto, Braga e Matosinhos, com a organização a antecipar um volume de candidaturas em linha com a anterior edição, que manteve o pico de 80 projectos candidatos oriundos de mais de duas dezenas de concelhos.

Poderão candidatar-se ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2019, todos os projectos de reabilitação urbana cuja licença de utilização tenha sido emitida entre 1 de Janeiro de 2017 e 31 de Dezembro de 2018, desde que não tenham sido candidatos em edições anteriores.

O Prémio Nacional de Reabilitação Urbana será atribuído em 10 categorias: Habitação, Comércio & Serviços, Turismo, Impacto Social, Eficiência Energética (atribuído pela ADENE), Reabilitação Estrutural, Restauro, Intervenção Inferior a 1.000 m2; Cidade de Lisboa e Cidade do Porto.


Os vencedores serão eleitos por um Júri independente, constituído por 5 personalidades das áreas da Economia, Imobiliário, Arquitectura, Engenharia e Património, e que este ano se volta a renovar. Integram o painel de jurados na actual edição, o economista João Duque, os arquitectos João Santa-Rita e João Carlos Santos, bem como os engenheiros Manuel Reis Campos e Vasco Peixoto de Freitas.

A iniciativa reúne um vasto apoio do sector empresarial, institucional e da sociedade civil. A Schmitt+Sohn Elevadores, a Savills Aguirre Newman e o Santander Totta, são as empresas que patrocinam esta iniciativa na categoria platina. Na fileira institucional, o IMPIC, CPCI, Ordem dos Arquitectos, Ordem dos Engenheiros, União da Misericórdias Portuguesas, ALP e APPPII são as entidades que apoiam o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *