Smart Studios promove duas novas residências na Alta de Lisboa e uma na Asprela

Por a 17 de Maio de 2019

Smart Studios Sta Apolónia

São portugueses e especialistas em residências de estudantes e co-living. Até 2021 vão surgir mais 1500 novos apartamentos da marca Smart Studios, entre Lisboa e Porto, sendo que o objectivo é atingir os 2700. Alta de Lisboa e Asprela são as mais recentes aquisições

Texto: Cidália Lopes

Com o crescimento do segmento de co-living e das residências universitárias em Portugal, a Smart Studios continua a aumentar o seu portfolio. Actualmente, contam já com seis edifícios a funcionar, em Lisboa e Coimbra, mas até 2021 são esperados mais 1500 novos apartamentos.

Além de quatro projectos que se encontram em fase de desenvolvimento em Lisboa, a Smart Studios adquiriu recentemente dois terrenos na Alta de Lisboa onde vão surgir duas novas residências num total de 535 apartamentos e um terreno na Asprela, no Porto, onde vão ser construídos 250 studios. Ambos os projectos deverão ficar concluídos em 2021.

Mas mais novidades deverão surgir em breve, já que segundo Vera Kendall, administradora da Smart Studios, “o pipeline a atingir são os 2700 apartamentos”, pelo que a empresa se encontra “à procura de novas oportunidades de investimento em Lisboa e Porto”. O investimento total ronda os 125 milhões de euros.

Próximas aberturas


Smart Studios Carcavelos

Já em Setembro deste ano deverá ficar concluído a totalidade do projecto da Ajuda. Trata-se de um complexo com quatro edifícios de studios e T1’s, sendo que dois deles já abriram no ano passado e a terceira e quarta unidade ficarão concluídas este ano, num total de 79 apartamentos.

Outro edifício emblemático da Smart Studios é em Stª Apolónia, que irá converter um antigo edifício industrial da Fergráfica em modernos estúdios no Beato e que estará concluído em Maio de 2020. São 114 apartamentos, com espaço de co-living com várias zonas de co-working e que visa potenciar o networking entre os vários inquilinos daquela zona dado a proximidade ao Hub Criativo do Beato onde são esperadas várias empresas e startups.

Logo a seguir, em Junho de 2020, irá abrir um dos maiores Smart Studios em Carcavelos. Ao contrário dos projectos anteriores, trata-se de uma construção de raiz, pensada para 301 estúdios. Além dos espaços de co-living com muitas zonas de estudos, o Smart Studios Carcavelos vai também ter vários espaços de reuniões preparados não só para os estudantes, mas a pensar no staff da Nova School of Business and Economic e da Nova Escola de Comunicações da NATO.

O Conceito

A Smart Studios foi criada em 2015 com o objectivo de criar micro apartamentos acessíveis para arrendamento com o sistema tudo incluído para estudantes e jovens profissionais deslocalizados. Mas com o crescimento deste segmento imobiliário, também o conceito da Smart Studios evoluiu. Os projectos da Smart Studios têm como foco “o bem-estar do inquilino, a mistura de culturas, a partilha de experiências e uma aposta forte no estilo de vida saudável, assim como a responsabilidade social através da promoção de acções de voluntariado junto da comunidade”, explica Vera Kendall.

A escolha por edifícios já existentes e posteriormente reabilitados, vão ao encontro da intenção de “manter a traça arquitectónica dos edifícios, de forma a criar valor para as cidades e, ao mesmo tempo, apresentar uma opção moderna e de qualidade para as futuras gerações”.

Também aqui a estratégia da Smart Studios se alterou, já que para corresponder à grande procura que se verifica por residências de estudantes e de co-living houve necessidade de conceber projectos de raiz e que desta forma também possibilitam projecto de maiores dimensões, como o de Carcavelos e os futuros para a Alta de Lisboa e Asprela.

Em finais de 2018, a Smart Studios abriu o capital à Lx Partners, um investidor institucional que opera em várias áreas em Portugal desde 2014, investindo em private equity e também em estratégias de crédito, de forma a dar continuidade à sua estratégia de crescimento.

Um comentário

  1. CELESTINO PAIVA CHAVES

    7 de Setembro de 2019 at 11:39

    os smart studios são para arrendamento ou também vão ser colocados no mercado?

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *