Alberto Castro Nunes e António Maria Braga distinguidos com o Prémio Rafael Manzano 2019

Por a 9 de Outubro de 2019

Alberto Castro Nunes e António Maria Braga são os vencedores da edição de 2019 do Prémio Rafael Manzano de Nova Arquitectura Tradicional, um dos mais importantes galardões ibéricos na área da arquitectura.

O júri reconhece assim, segundo a organização, “o forte compromisso em preservar as tradições arquitectónicas portuguesas, o uso de materiais naturais e técnicas de construção que moldam a identidade de cada lugar. As suas obras são caracterizadas por durabilidade, sustentabilidade e beleza. Cada uma constitui um verdadeiro manifesto de respeito pela cultura local, da recuperação do equilíbrio com a natureza e a dedicação à comunidade”.

De entre as obras reconhecidas pelo júri do galardão, que será entregue no próximo dia 17 de Outubro na Real Academia de Belas Artes de San Fernando, em Madrid, destaque para os Julgados de Paz de Vila Nova de Foz Côa ou a Casa do Peter, realizada com as formas e materiais próprios da região; o Museu Arqueológico de Odrinhas, Sintra, junto às ruínas romanas escavadas em torno da ermida de São Miguel; a Escola de Artes e Ofícios de Odrinhas ou a sede da Cinemateca Portuguesa em Lisboa, entre outras.


O Prémio Rafael Manzano, que atribui 50 mil euros de prémio aos seus vencedores, é possível graças à generosidade do filantropo norte-americano Richard H. Driehaus. Paralelamente, The Richard H. Driehaus Charitable Lead Trust criou um concurso para apoiar a recuperação do património em pequenas localidades e um prémio para dar visibilidade a mestres e ofícios da construção tradicional. Estas iniciativas já totalizam donativos na ordem dos 2 milhões de euros.

O Prémio Rafael Manzano é organizado pela rede INTBAU (International Network for Traditional Building Architecture and Urbanism), fundada e patrocinada pelo Príncipe de Gales, e foi implementado em Portugal pela Fundação Serra Henriques com o Alto Patrocínio do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *