VII Semana da Reabilitação Urbana propõe novo olhar sobre a cidade do Porto

Por a 3 de Novembro de 2019

A Semana da Reabilitação Urbana está de regresso à cidade do Porto entre os dias 11 e 15 de Novembro, propondo, na sua 7ª edição, uma nova perspectiva sobre a evolução urbana da cidade. Num momento em que o Porto atravessa uma nova dinâmica no investimento, no turismo e, por conseguinte, no imobiliário, o evento propõe-se olhar para este movimento transformador com um foco mais abrangente, tocando não só a reabilitação, como também a regeneração e a reutilização.

“Temos que olhar para a cidade com um tecido em que é preciso intervir de forma integrada, mas com instrumentos distintos. É necessário continuar a reabilitar, mas é também fulcral requalificar e regenerar os territórios desocupados e estruturantes, bem como promover a reutilização de recursos e espaços que a cidade já dispõe. O denominador comum é o movimento “RE”, que, em última análise, significa agir no território com uma perspectiva de reforço do que este nos oferece e também do seu potencial por realizar”, comenta Arturo Malingre, director da Semana da Reabilitação Urbana.

Sob o tema “REPORTO: Reabilitar, Regenerar e Reutilizar”, a VII Semana da Reabilitação Urbana vai decorrer no Palácio da Bolsa, em pleno centro histórico da cidade, contando com os apoios da Câmara Municipal do Porto e da Associação Comercial do Porto. A organização cabe à Vida Imobiliária e à Promevi.


Mantendo o seu carácter multidisciplinar e multifacetado, a Semana da Reabilitação Urbana promove um programa intenso de conferências, workshops, tertúlias e exposições, além de um passeio a obras da reabilitação na Baixa do Porto. Ao todo são 15 sessões que envolvem mais de 125 intervenientes, destacando-se temas centrais como a habitação acessível, o novo regime legal da reabilitação urbana e a organização territorial no Porto, numa altura em que está em curso da revisão do Plano Director Municipal da cidade.

 


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *