Housers lança o primeiro projecto de investimento em energias renováveis

Por a 6 de Novembro de 2019


Localizado na Polónia, país reconhecido pelo seu compromisso com as energias renováveis, este projecto consiste na concessão de um empréstimo participativo de 420 mil euros a uma empresa promotora para a aquisição de seis direitos equivalentes a seis megawatts (MW) para posterior construção, exploração e venda de energia solar. A quantidade de energia produzida neste espaço será equivalente à consumida por 1.850 habitações e o projecto permitirá reduzir as emissões de CO2 a um valor equivalente a 2.489 toneladas de petróleo.

Trata-se de uma oportunidade de tipo “Taxa Fixa”, o que significa que, tal como os projectos imobiliários, os investidores que participarem neste projecto receberão todos os meses o montante correspondente à taxa de juro acordada com o promotor, seguido da respectiva devolução do capital do empréstimo. Este projecto apresenta uma rentabilidade total de 10% em 24 meses.

Segundo David Diogo, director do departamento imobiliário da Housers em Portugal, “os investidores podem agora, na mesma plataforma, investir em projectos imobiliários e em projectos de energias renováveis e sustentabilidade ambiental, relacionados com a energia solar, eficiência energética e energia limpa”.

“Com esta nova tipologia de activos, a Housers pretende facilitar a transição energética, permitindo aos promotores ter acesso a financiamento de forma rápida e fácil e aos investidores colocar as suas poupanças a render em projetos lucrativos com impacto ambiental real. Investir em energia solar apresenta diversas vantagens, na medida em que constitui a solução mais ecológica e viável para a proteção ambiental, é inesgotável e mais competitiva em relação às tecnologias tradicionais”, acrescenta.


O projecto que marca a estreia da Housers no mercado de energias renováveis tem lugar numa das zonas mais produtivas de energia solar na Polónia, com 60% dos parques solares do país. A energia solar tornou-se a segunda tecnologia mais relevante, depois da eólica, o que tornou a Polónia no quarto país europeu com as vendas anuais mais altas e no primeiro país em termos de dinâmica de crescimento. Em simultâneo, com a aprovação em 2018 da lei de apoio a novos investimentos, a Polónia passou a ser uma “zona económica especial”, oferecendo mais privilégios aos investidores durante um período entre 10 e 15 anos.

A empresa promotora do projeto trata-se da I-D Energías e encontra-se presente em quatro países, Espanha, Polónia, Hungria e Lituânia e é especialista na promoção e desenvolvimento, operação, manutenção e construção de instalações fotovoltaicas.

Desde o seu lançamento em Portugal no fim de 2017, mais de 13.000 utilizadores portugueses já investiram em projectos imobiliários através da plataforma de crowdfunding Housers. Em 2019, já foram investidos mais de 3.200 milhões de euros, o que resulta num total de 6 milhões de euros em dois anos.

Por outro lado, o crowdfunding já ajudou a financiar 17 projectos imobiliários em Portugal, de diferentes tipologias e em diferentes localizações, com um valor acumulado superior a 5 milhões de euros, sendo que mais de metade é investimento estrangeiro.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *