Investimento imobiliário na ARU de Lisboa cai 16% para € 2,5 mil milhões no 1º semestre

Por a 8 de Novembro de 2019

No 1º semestre de 2019, o investimento imobiliário na Área de Reabilitação Urbana (ARU) de Lisboa totalizou €2,52 mil milhões correspondentes a 5.205 transacções. Os dados são apurados pela Confidencial Imobiliário, assentam sobre a actividade de aquisição de imóveis na Área de Reabilitação Urbana de Lisboa, sendo apurados a partir dos elementos dos direitos de preferência, e reflectem a transacção de todo o tipo de imóveis neste território.

Apesar de robusto, tal volume apresenta um decréscimo de 16% quando comparado com o 1º semestre de 2018, quando foram transaccionados cerca de €3 mil milhões, e de 13,4% face ao semestre anterior, quando as transacções atingiram os € 2,91 mil milhões. Também em número
de operações a actividade recuou, com um decréscimo de 26,5% face ao 1º semestre de 2018 (7.078) e de cerca de 14,2% face ao semestre anterior (6.070).

Em comentário a estes resultados, Ricardo Guimarães, director da Confidencial Imobiliário, afirma que “apesar de se registar um abrandamento na actividade de investimento, é importante relembrar que 2018 foi um ano recorde desde que há reporte de dados (2014), com cerca de €3.0 mil milhões investidos por semestre. Além disso, e uma vez que as operações recuaram de forma mais acentuada que o volume investido, importa reter que os investidores aumentaram o seu ticket médio de investimento em 14%. No 1º semestre, investiu-se, em média, €487,8 mil por operação, mais €58,1 mil que os €429,7 mil registados no 1º semestre de 2018, o que significa que o interesse dos investidores se mantém”.



Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *