Instituto da Construção apresenta projecto TransSMART na Concreta 2019

Por a 19 de Novembro de 2019


O projecto TransSMART – Ambiente Construído Inteligente, desenvolvido pelo Instituto da Construção (IC), da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), vai estar presente na Concreta, que se realiza entre 21 a 24 de Novembro, na Exponor, Matosinhos.

O projecto surge das necessidades e exigências colocadas sobre o sector da construção e agrega diversas acções que pretendem contribuir para melhorias do sector, do desempenho individual dos diferentes agentes e do processo construtivo como um todo, bem como para um maior valor acrescentado das suas realizações.

Está identificado que a fileira da construção é o maior consumidor mundial de recursos e matérias-primas e um dos principais produtores de resíduos e, simultaneamente são conhecidas um conjunto de lacunas no sector que impedem a sua transformação e modernização. Trata-se sobretudo de dificuldades em integrar conhecimento ao ritmo a que este está a evoluir; de atrair e fixar os melhores recursos humanos; ser pouco tecnológico e digital. Precisa, por isso, de melhorar a formação dos seus agentes, perceber que o valor acrescentado decorre do reforço da noção de fileira e oferecer soluções mais sustentáveis, eficientes e compatíveis com as visões do ambiente construído inteligente.

Deste modo, os objectivos operacionais e estratégicos do projecto TransSMART passam pela identificação, sistematização, disseminação, teste, implementação e transferência para os agentes da construção, de acções que reforcem o conhecimento científico e tecnológico no âmbito da transformação digital e do Smart Building Environment. Esta visão inteligente e o sucesso da inovação implica um correcto balanceamento e envolvimento das tecnologias, dos processos e dos agentes da construção.


A presença na CONCRETA, evento que reúne a fileira da construção, desde o segmento dos materiais, empresas promotoras/construtoras, engenharia, arquitectura e design, “vai permitir a sua divulgação junto dos agentes e o fomento de parcerias para o desenvolvimento/implementação de soluções “SMART” para o sector”.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *