Iberdrola vai pagar mais 1,4 milhões de euros às famílias afectadas pela barragem de Daivões

Por a 1 de Dezembro de 2019

O presidente da Câmara de Ribeira de Pena, João Noronha, anunciou na última sexta-feira que a Iberdrola vai pagar mais 1,4 milhões de euros de indemnização às famílias afectadas pela construção da barragem de Daivões.

“Estamos a falar de bastante valor. Neste momento, não vou poder referir se a pessoa A, B ou C vai receber 30 ou 40 mil euros, mas posso-lhe referir que, das últimas conversas com a Iberdrola, estamos a falar de valores muito próximos dos 1,4 milhões de euros, no total, de compensação adicional ao valor que as pessoas já receberam da empresa”, afirmou o autarca daquele município do distrito de Vila Real.

No Porto, João Noronha, que esteve reunido durante a manhã com representantes da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), da Iberdrola e da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), revelou ainda que dos 43 casos de famílias que terão de ser deslocadas devido à barragem, 38 já foram resolvidos.


A reunião tem por objetivo encontrar uma solução para o realojamento de famílias afectadas no concelho de Ribeira de Pena por força da construção da barragem de Daivões, incluída no Sistema Eletroprodutor do Tâmega.

Por resolver estão ainda seis situações que dizem respeito a famílias que até ao momento ainda não encontraram uma solução de realojamento e às quais a Iberdrola ofereceu realojamento temporário em pré-fabricados.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *