Custos da construção de habitação nova aceleram

Por a 8 de Janeiro de 2020


Os custos de construção de habitação nova aumentaram em Novembro de 2019 2,4%, mais 0,1 pontos percentuais (pp) que observado no mês anterior revela o Índice de Custo de Construção de habitação (ICCHN), lançado hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O custo com a mão de obra, com uma variação de 5,3% face ao período homólogo, e uma variação mensal de 2,6% é o maior responsável por este crescimento.

PUB

Variação homóloga
Segundo o INE, no mês em análise os preços dos materiais aumentaram 0,4% (uma subida idêntica ao mês anterior), já o custo da mão de obra aumentou em Novembro 5,3%, mais 0,2 pp que no mês de Outubro. O custo da mão de obra contribuiu com 2,2 pp para a formação da taxa de variação homóloga do ICCHN, ao passo que a componente dos materiais contribuiu com 0,2 pp para a variação total do índice.

Variação em cadeia
A taxa de variação mensal do ICCHN foi de 1,1% em Novembro, com o custo dos materiais a registar uma variação de 0,1% e o custo da mão de obra de 2,6%. A componente de mão de obra contribuiu com 1,0 pp para a formação da taxa de variação mensal do ICCHN. A contribuição da componente dos materiais foi de 0,1 pp.
O ICCHN é uma estatística derivada que tem como objectivo medir o custo de construção de edifícios residenciais em Portugal.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *