MDSR Investments estreia-se em Portugal com a compra do shopping Nova Arcada

Por a 9 de Janeiro de 2020

Os israelitas da MDSR Investments vão alargar a sua operação no mercado português, depois de terem adquirido o centro comercial Nova Arcada, de Braga, à Caixa Geral de Depósitos, uma operação sobre a qual não foram adiantados valores.

A operação, que contou com o apoio da consultora Cushman & Wakefield (em representação da Caixa Geral de Depósitos), é encarada como “um passo na construção de uma plataforma ibérica” por parte de quem gere mais de 250 mil metros quadrados de superfície comercial no mercado espanhol. Annalaura Benedetti, Head of MDSR Iberia, assegura ter estado “atenta à evolução do mercado imobiliário português nos últimos anos”. “Desde o início que sabíamos que Portugal seria a expansão natural da nossa plataforma e o Nova Arcada encaixou perfeitamente na nossa estratégia. Acreditamos que através da nossa experiência em ativos de retalho, conseguiremos desenvolver ainda mais o centro comercial e consolidá-lo como uma referência no Norte do país. Continuaremos a procurar oportunidades em Portugal onde poderemos criar valor”, Benedetti, justificando assim a aquisição de um activo que estava na posse da Caixa desde 2009 por insolvência da Chamartín Imobiiária

Mantendo a gestão do centro comercial sob responsabilidade da Sonae Sierra, o Nova Arcada Shopping tem 72.000 metros quadrados de área comercial e conta com 2.600 lugares de estacionamento. Trata-se de uma unidade com oferta diversificada de retalhistas nacionais e internacionais, como é o caso da IKEA, que totaliza 22.000 metros quadrados, Continente, Hospital Trofa Saúde, H&M e várias marcas da Inditex.

Carlos Vieira Neto, Associate da equipa de Capital Markets da Cushman & Wakefield mostra-se “muito satisfeitos pela entrada de novo capital no mercado imobiliário português, particularmente numa cidade em crescimento como a de Braga, onde a Cushman & Wakefield tem estado bastante activa nos últimos anos através de várias alienações de imóveis de retalho. A Caixa Geral de Depósitos fez um extraordinário trabalho de gestão do centro posicionando-o como um novo destino de compras no Norte de Portugal, e estamos confiantes de que com a larga experiência da MDSR o Nova Arcada continuará a ter sucesso”.

Para Francisco Sottomayor, director do Negocio Imobiliário da Caixa Geral de Depósitos, “a Caixa recebeu o imóvel ainda durante a sua fase de construção, investiu para que este fosse concluído e contratou para a gestão o Sonae Sierra, o que permitiu a consolidação da valorização do activo. Hoje, o Nova Arcada Shopping é um dos motores comerciais da região, não só em facturação, mas também em criação de postos de trabalho”.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *