Trienal 2019 em itinerância internacional

Por a 28 de Fevereiro de 2020

@Fábio Cunha

Após a estreia em Lisboa no âmbito do programa central da Trienal 2019, a exposição ‘Do Lado do Campo’ é, a partir de quinta-feira, dia 27 de Fevereiro, apresentada na galeria Archizoom, que integra o campus da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL), na Suiça, o reconhecido estabelecimento onde o curador Sébastien Marot lecciona a cadeira de História Ambiental. A exposição vai estar patente até 29 de Abril.

Este conteúdo expositivo explora a evolução da ligação entre agricultura e arquitectura, duas práticas complementares de domesticação que surgiram em conjunto há cerca de dez mil anos, durante a Revolução Neolítica. Através de uma retrospectiva histórica indispensável no contexto actual de consciencialização ambiental, o filósofo Sébastien Marot apela assim à observação destas disciplinas gémeas.

Pela relevância das questões que levanta, a exposição destina-se não só a arquitectos como a quem se preocupa com a evolução actual do nosso meio ambiente. É para a Trienal da maior importância ampliar o alcance desta rigorosa investigação em que o público pode apreender conceitos como o de permacultura, de ecologia social ou de agroecologia através de uma série de painéis e vídeos com entrevistas a autores e pensadores destas disciplinas, ancoradas numa linha cronológica que ilustra a evolução da agricultura e da arquitectura.


Realizada em co-produção entre Trienal e CCB/Garagem Sul, em Lisboa, entre Outubro de 2019 e Fevereiro de 2020, a exposição recebeu 8108 visitantes. Este segundo momento de apresentação é o primeiro a fazer parte de uma rota de itinerâncias que está ainda em desenho.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *