Governo cria portal covid19estamoson.gov.pt

Por a 19 de Março de 2020


O Governo criou o portal covid19estamoson.gov.pt
Este site pretende ser um guia prático para apoiar cidadãos, famílias e empresas no combate aos efeitos causados pelo novo coronavírus e a COVID-19. Aqui vai encontrar toda a informação e conhecer os apoios a que tem direito.

Poderá ainda ficar a conhecer as medidas excepcionais adoptadas pelo Governo em cada área governativa e acompanhar as evoluções do estado epidemiológico do País. Está também disponível para consulta a legislação especificamente aprovada, bem como as diferentes comunicações do Governo nesta matéria.

Além destas informações, pode aceder à lista completa dos contactos de emergência criados pelos diversos serviços públicos para que, de forma simples e eficiente, encontre a resposta que procura.

Em particular, as empresas podem consultar as medidas excepcionais criadas para os diferentes sectores, incluindo aqui as linhas de crédito que foram já criadas e que dentro de alguns dias serão disponibilizadas a quem delas necessita.

14 comentários

  1. Maria ribeiro

    20 de Março de 2020 at 7:31

    Sr presidente como e possível no setor da construção civil a empresa obrigar os seus trabalhadores a laborar sem condições nem gel nem máscaras ou seja a empresa não está preocupada com a pandemia mas sim com os euros que vai faturar porque esses trabalhadores a sentar guias na rua estão em contato direto com os colegas e com quem se cruza na rua ou seja se chegarem a casa contaminados vai aumentar mais a pandemia porque a maioria das empresas não está acatar as ordem nem pensão em dar condições ao empregador obrigada

  2. Paulo Lemos Costa

    20 de Março de 2020 at 8:15

    Ainda vão no “estado de alerta”? Para que raio me serve isso? Eu pretendia saber o que se passa com o “estado de emergência” Andamos sempre atrasados.

  3. Gi pinto

    20 de Março de 2020 at 18:52

    Então os centros de inspecção não é para fechar?

  4. Idalina calcada

    20 de Março de 2020 at 21:35

    Sou asmática grave doente de risco estou a trabalhar posso ir para a baixa médica e ganhar a 100%

  5. Edite Bailote

    20 de Março de 2020 at 21:46

    Eu tenho 64 anos, recebi a reforma por desemprego longo. Recebo 310 euros. É 200 do meu falecido marido. Como não é suficiente, eu faço domicílios por minha conta. Entretanto fui a Paris visitar o meu filho. Vim mais cedo, com receio de não me ser possível voltar. Fiquei voluntariamente em quarentena, porque trabalho com idosos. Acontece que não vou ganhar até que consiga trabalhar de novo. Há alguma maneira de ter alguma ajuda? Também gostaria de acrescentar que, a respeito da eutanásia, já há muitos anos que é feita. É lenta…. Porque receber uma pensão de 300 euros é praticar a eutanásia, porque ou se come, ou se vai a farmácia. A eutanásia legal é rápida, de segundos. Está eutanásia pensionista e lenta, é pior. Preferia ser morta já com a que foi legalizada. Não é digno sobreviver assim. Dói muito.

  6. Adelino Botas

    20 de Março de 2020 at 22:05

    Sendo os cabeleireiros e institutos fe beleza um local de proximidade Profissional/cliente e sendo por este motivo razão para serem fechados.
    Pergunto como poderao estes estabelecimentos serem apoiados e que medidas lhes reserva o governo bem como as entidades bancarias??

  7. joaquim jose ferreira correia

    20 de Março de 2020 at 22:14

    validade carta de condução

  8. Adelino Botas

    20 de Março de 2020 at 22:18

    Não seria mais fácil solução ser o governo e nao os particulares a dialogar com as empresas fornecedoras de gás e eletricidade bem como tambem com as operadoras e entre si criarem uma forma equilibrada de modo a suavizar ao minimo as mensalifades??

  9. Frederico Lopes

    21 de Março de 2020 at 8:54

    Tenho empresa de construção com 11 funcionários, que faço.
    Infelizmente tenho alguns acordos com fornecedores, como faço?
    Na quinta feira é sexta feira parei mas visto isto segunda feira retomarei ao trabalho.
    Estou com muito confusão.

  10. Elaine Kessia Batista Santos

    21 de Março de 2020 at 11:56

    Eu me Chamo Elaine estava trabalhando e fui demitida antes mesmo de acabar o meu contrato de 6meses, assinei como a carta de demissão, antes mesmo de chegar o mês de término do meu contrato tenho um filho de 10 anos e sou mãe solteira, quero saber como ficarei pq eu pago aluguel e precisarei comprar comida nesses dias em que eu não terei trabalho, preciso que me ajude o governo.

  11. jose dias

    21 de Março de 2020 at 13:26

    Boa tarde como é que se vai pagar os debitos diretos caso não haja liquidez bancario? Será que se pode prolongar o pagamnto para mais tarde?Gostaria de ser informado.Obrigado Casimiro

  12. Filipa Correia

    24 de Março de 2020 at 9:16

    Tenho uma filha de 7 anos, frequenta uma escola privada, para quando há interrupções lectivas ter onde a deixar, pois este tipo de escolas não fecha, mas agora a partir do dia 30 não tenho onde a deixar, porque o prazo de assistência a filho menor de 12 anos acaba com o início das férias, eu tenho que ir trabalhar o que faço à minha filha? Não desempenho atividades ligadas à saúde nem às forças de segurança, terei de a levar para o meu local de trabalho. Preciso que me informem se há nova norma para esta assistência. Obrigada

  13. maria gertrudes pinto candido

    1 de Abril de 2020 at 15:48

    neste momento estou sem dinheiro e sem casa a onde poderei pedir um apoio ja pedi o rsi e nada ainda estou preocupada com a minha situaçao a onde poderei ir e urgente
    contacto 961704549
    maria candido

  14. José António Gomes Sousa

    1 de Abril de 2020 at 18:30

    Como faço para o meu marido se escrever no desemprego

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *