Volume de transacções no mercado português até Abril em queda, mas valor cresce

Por a 13 de Maio de 2020

Segundo o mais recente relatório do TTR – Transactional Track Record, até o fim de Abril de 2020, foram realizadas 109 transacções envolvendo empresas portuguesas, o que representa uma diminuição de 14% em relação ao mesmo período de 2019. Contudo, o valor total transaccionado foi de 6,5 biliões de euros, o que representa um aumento de 87% face ao valor transaccionado até ao fim de Abril de 2019. Os dados de Abril reforçam a tendência de queda iniciada em Fevereiro.
Relativamente aos sectores mais activos neste período, o relatório sublinha que não houve alteração da ordem verificada no primeiro trimestre. Assim, “o sector imobiliário continua na liderança com 37 transacções, o que representa um aumento de 54% na comparação interanual. No segundo lugar, figura o sector tecnológico com 17 transacções e em terceiro, encontra-se o sector de hotelaria, turismo e restaurantes com sete transacções”.
Relativamente às transacções cross-border, o volume de aquisições realizadas por empresas norteamericanas em Portugal sofreu uma redução de 40%, porém os Estados Unidos figuram na segunda posição dos países que mais adquiriram empresas portuguesas no período. Da mesma forma, fundos de private equity e venture vapital estrangeiros reduziram seus investimentos em empresas portuguesas em 67%, se comparado ao período homólogo do ano anterior.
No sentido contrário, foram mapeadas até o fim de Abril, 15 transacções onde empresas portuguesas realizaram aquisições no exterior. A Espanha continua a ser o destino preferido, com seis transacções e 751,8 milhões de euros movimentados. Da mesma forma, Espanha é o país que mais adquire em Portugal com 12 operações e1,2 biliões de euros transaccionados no período.
No que diz respeito às operações de private equity, entre Janeiro e Abril foram registadas sete transacções envolvendo fundos de private equity, o que representa uma redução de 53% no volume, em relação ao mesmo período de 2019. Já o valor movimentado teve uma aumento de 17%, com 806 milhões de euros.
Já os resultados mapeados pelo TTR envolvendo fundos de venture capital mostram uma redução tanto em volume, quanto em valor total investido. Foram 18 transacções, o que representa uma queda de 25%, num valor total de 55 milhões de euros, o que representa uma redução de 47%.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *