Savills com equipa especializada em workplace para apoiar empresas no regresso ao escritório

Por a 3 de Junho de 2020

No passado dia 20 de Maio, a consultora imobiliária realizou um webinar, intitulado “Office FiT – Regresso em Segurança” onde apresentaram o seu guia para apoiar as empresas no seu regresso ao escritório. Este guia, criado pela Savills em resposta à pandemia da Covid-19, pretende unir as melhores práticas ao bem-estar dos colaboradores, suportando-se no know-how  dos especialistas da Savills, assim como nas melhores fontes de dados actuais e nas ilações retiradas da Ásia, onde a Savills tem uma presença muito forte.

Organizado pelas Câmaras de Comércio Luso-Britânica, Luso-Francesa e Luso-Alemã, o webinar contou com a presença de Raquel de Lemos Arnaut, Architect Associate Director na Savills e Bárbara Clemente, Senior Architect na Savills e WELL Accredited Professional, que transmitiram a importância de adaptar os espaços de trabalho à nova realidade de forma a garantir o bem-estar e segurança de todos os funcionários.

“Estamos a viver uma nova realidade e a ideia não é regressar ao lugar onde ficámos. A situação que vivemos obriga-nos a repensar as estratégias, nomeadamente nos espaços de trabalho, que é onde estamos a maior parte do tempo. Com uma equipa especializada nestes temas, pretendemos ajudar na recriação de um local de trabalho seguro e saudável para todos”, comenta Raquel de Lemos Arnaut, Architect Associate Director na Savills.

O guia “Office FiT – Regresso em Segurança” tem como objectivo ajudar os colaboradores a gerir a transição entre trabalho remoto e trabalho no escritório, com recurso a medidas flexíveis e apoiar a necessidade de uma política de “Hot Desk”, que respeita a necessidade de distanciamento social e protege a saúde e o bem-estar dos colaboradores e a importância de novos protocolos sobre a segurança, sobre a circulação das pessoas nos espaços comuns, sobre a limpeza dos espaços, sobre os acessos, etc.

Segundo a Savills, remodelar o espaço de trabalho é algo necessário para permitir um retorno seguro dos colaboradores. Os espaços irão exigir uma redução dos postos de trabalho disponíveis, assim como uma reformulação dos espaços colaborativos e das salas de reunião. Uma das medidas adicionais a implementar é designar uma sala de isolamento, em cada piso, que esteja perto de um ponto de saída, para o caso de um colaborador comece a sentir sintomas da Covid-19.

De modo a aliviar a ansiedade e garantir a segurança, é importante definir sistemas de comunicação para informar os colaboradores de quais os postos de trabalho ou as salas que estão em uso, as que se encontram desinfectadas e as que ainda não foram limpas. Existem vários tipos de sistemas que podem ser operacionalizados, como por exemplo: os digitais, baseados em monitorização espacial e que mostram a disponibilidade da mesa/sala através de sensores ou os analógicos que com o uso de pequenas bandeiras coloridas ou sinalética apropriada em cima das secretárias, também poderão ajudar.

O espaço de trabalho necessita de novas políticas e procedimentos a serem implementados para proteger a saúde e o bem-estar dos colaboradores. Para isso, o envolvimento dos senhorios é incentivado. Trabalhar em conjunto é importante para se encontrarem soluções adequadas à empresa, no que se refere aos acessos ao edifício, o uso de serviços comuns compartilhados e a limpeza das instalações de serviços específicos do edifício.

Dada a diversidade de indivíduos, culturas empresariais e dos espaços existentes a Savills considera que todos os regressos vão ser encarados de forma distinta. Nenhum guia irá fornecer todas as respostas. Contudo, o “Office FiT – Regresso em Segurança” cria uma estrutura sustentada na experiência global da Savills e nas melhores práticas em evolução que, podem ser aplicadas individualmente às necessidades de cada empresa.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *