Edição digital
Assine já
Empresas

Geberit lança novo programa de webinars para profissionais

Entre 15 de Março a 30 de Junho, a marca realizar novos webinars dirigidos tanto aos profissionais que desenham e realizam reformas integrais de casas de banho como àqueles que projectam e levam a cabo as instalações

CONSTRUIR
Empresas

Geberit lança novo programa de webinars para profissionais

Entre 15 de Março a 30 de Junho, a marca realizar novos webinars dirigidos tanto aos profissionais que desenham e realizam reformas integrais de casas de banho como àqueles que projectam e levam a cabo as instalações

CONSTRUIR
Sobre o autor
CONSTRUIR
Artigos relacionados
Painéis Steni dão nova vida ao edifício Solmar nos Açores
Empresas
Portugal marca presença em feira mundial de equipamentos para a construção
Empresas
Explorer e Pedro Seabra adquirem gestora de fundos imobiliáros Refundos
Imobiliário
Dstgroup e Ordem lançam prémio Manuel Graça Dias
Arquitectura
ACL apresenta Slimcrete o revestimento de betão flexível e leve
Empresas
Alojamento local em Lisboa e Porto recupera 2.500 apartamentos no último ano
Imobiliário
Panasonic acelera investimento na produção de bombas de calor na fábrica checa
Empresas
Fortera e Horizonte Urbano Group reforçam activos na Área Metropolitana do Porto
Imobiliário
Cushman & Wakefield vende terreno industrial em Loures
Imobiliário
Pontes Inteligentes são o novo desafio da BERD
Engenharia

A especialista em especialista em louça sanitária e tecnologia para a casa de banho, Geberit, vai transmitir novos webinars gratuitos este ano. O objectivo passa por “ajudar a melhorar o conceito tradicional da casa de banho, tanto em projectos novos como em pequenas obras”. Esta iniciativa complementa e amplia a oferta de formações online que a marca vem levando a cabo desde a primavera de 2020.

Estes novos cursos online são dirigidos tanto aos profissionais que desenham e realizam reformas integrais de casas de banho como àqueles que projectam e levam a cabo as instalações.

Estruturados em sessões independentes de 1 hora cada, os webinars serão transmitidos por diferentes especialistas da equipa de profissionais da Geberit, e terão lugar em directo em streaming. As primeiras duas sessões incidem sobre as novidades da marca e acontecem a   15 de Março e 29 de Março. Para descobrir as dicas de renovação de casas de banho estão agendadas as formações a 7 de Abril e, novamente, a 7 de Junho. Já a 28 de Abril, o webinar acontece para conhecer a família de Smart Toilets da Geberit. A 10 de Maio a formação incide sobre a técnica da Casa de Banho Geberit. Ainda em Maio, a 24, acontece o webinar com dicas para uma casa de banho sem odores. Os últimos dois cursos estão marcados para Junho, a dia 21, sobre instalação de duches de pavimento, e a 30 de Junho, sobre como fazer uma boa manutenção de autoclismos de interior.

A informação mais detalhada sobre os cursos, assim como a inscrição nos mesmos, está disponível no site da Geberit.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Artigos relacionados
Painéis Steni dão nova vida ao edifício Solmar nos Açores
Empresas
Portugal marca presença em feira mundial de equipamentos para a construção
Empresas
Explorer e Pedro Seabra adquirem gestora de fundos imobiliáros Refundos
Imobiliário
Dstgroup e Ordem lançam prémio Manuel Graça Dias
Arquitectura
ACL apresenta Slimcrete o revestimento de betão flexível e leve
Empresas
Alojamento local em Lisboa e Porto recupera 2.500 apartamentos no último ano
Imobiliário
Panasonic acelera investimento na produção de bombas de calor na fábrica checa
Empresas
Fortera e Horizonte Urbano Group reforçam activos na Área Metropolitana do Porto
Imobiliário
Cushman & Wakefield vende terreno industrial em Loures
Imobiliário
Pontes Inteligentes são o novo desafio da BERD
Engenharia
Empresas

Painéis Steni dão nova vida ao edifício Solmar nos Açores

O espaço, que acolhe agora uma loja Pingo Doce, encontrava-se bastante degradado e foi alvo de uma profunda intervenção, tendo as gamas Steni Colour e Steni Nature sido escolhidas para este projecto

Especialista em painéis de revestimentos de fachadas, a marca reforça a sua presença em Portugal com o projecto de reabilitação do edifício que acolhe agora o Pingo Doce em Vila Franca do Campo, em São Miguel.

O espaço, que acolhe agora uma loja Pingo Doce, encontrava-se bastante degradado e foi alvo de uma profunda intervenção com vista à sua renovação e adequação à actividade do grupo de distribuição português, num projecto promovido pela Finançor e assinado pelo arquitecto Óscar Catarino, da Box Arquitectos.

Caracterizada pela facilidade de instalação, durabilidade de baixo custo, facilidade de limpeza, resistência ao impacto e, cada vez mais importante, pela reduzida pegada de carbono, as gamas Steni Colour e Steni Nature foram a solução escolhida para este projecto.

“Para além dos aspectos formais, relacionados com a própria arquitectura, as texturas oferecidas pela gama Steni Colour / Nature foram uma das principais razões na base desta escolha, pois permitiram destacar o edifício numa posição diferenciada na paisagem, contribuindo para lhe conferir uma personalidade própria e distinta”, explicou o arquitecto Óscar Catarino, sublinhando que “o facto de terem combinações quase ilimitadas é uma mais valia, pois confere-nos a capacidade criativa de formalizar um desenho de fachada de acordo com o método do atelier”.

Do ponto de vista técnico, “surpreendeu-nos o bom resultado da aplicação dos painéis Steni Nature / Colour em fachadas muito extensas e deformadas, como era o caso do edifício existente, e a rapidez de execução apoiada nas caraterísticas dimensionais dos painéis, em que o binómio peso / dimensão é muito favorável às exigências da construção moderna. É um material que nos confere grande confiança a vários níveis, estrutural e formal, transmitindo uma enorme sensação de robustez; e que certamente nos acompanhará em futuros projectos desenvolvidos pelo ateliê”, garante o arquitecto.

De fácil instalação, por serem fornecidos em formato cortado à medida, os painéis Steni são montados num sistema de fachada ventilada, podendo ser colados ou aplicados por fixação mecânica, o que permite que possam ser instalados em qualquer altura do ano, independentemente das condições meteorológicas, o que foi bastante vantajoso num clima insular como o dos Açores.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Portugal marca presença em feira mundial de equipamentos para a construção

A Bauma Munique está de regresso, depois de um interregno de três anos. A feira que arrancou hoje, dia 24, decorre até 30 de Outubro

Considerado o mais importante ponto de encontro da indústria da construção, materiais de construção e interiores a Bauma está de regresso depois de um interregno de três anos. A presença portuguesa neste certa contou, pela primeira vez, com a organização da Associação Empresarial de Portugal, AEP.

“Apesar da AEP trabalhar o mercado da Alemanha já há uns anos, esta é a primeira participação na BAUMA. Consideramos uma excelente oportunidade para as empresas nacionais mostrarem os seus produtos e descobrirem as últimas novidades. A Alemanha tem um sector industrial com uma dimensão importante e uma forte dependência das exportações, recorda Luís Miguel Ribeiro, presidente da AEP.

A Bauma Munique decorre de três em três anos e esgota o recinto, num total de 614 mil m2 de exposição. A edição de 2019 contou com 3700 expositores e 627 mil visitantes.

A comitiva da associação empresarial integra oito empresas portuguesas: Arcen Engenharia, fabricação de centrais de betão, Catari Indústria, estruturas de construções metálicas (andaimes), Cruz Martins & Wahl, fundição de ferro, Dune Bleue importação exportação de artigos têxteis, Fravizel, equipamentos metalomecânicos, Ilmar, fábrica de máquinas para artigos de cimento, OSM, oficinas de metalomecânica, e a Produtiva, fabricação de produtos de arame.

A Alemanha é um dos principais parceiros de Portugal, mas é, de acordo com a AEP “um mercado que obriga a uma abordagem estratégica, estruturada e persistente. Continua a apresentar oportunidades de negócio em diferentes áreas, tanto nas mais tradicionais (têxtil, calçado, agroalimentar e vinhos) como em sectores industriais de ponta (bens de equipamento, componentes para automóveis, TIC, saúde, ambiente, entre outros)”, refere a associação empresarial em comunicado.

Segundo o INE, a Alemanha foi o 3º cliente das exportações portuguesas de bens em 2021, com uma quota de 11% no total, ocupando a 2ª posição ao nível das importações (12,4%). Ao longo do período 2017-2021 verificou-se um crescimento médio anual das exportações de 3,2% e de 2,5% nas importações. Em 2021, a balança comercial de bens foi desfavorável a Portugal, tendo apresentado um défice de 3 285 milhões de euros.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

ACL apresenta Slimcrete o revestimento de betão flexível e leve

A Cimenteira do Louro lança Slimcrete um novo revestimento de betão para tectos e paredes, com apenas três milímetros de espessura, que é leve, flexível e amigo do ambiente

Devido à sua espessura fina, o Slimcrete é um revestimento de betão que optimizará os projectos de construção, desde logo por permitir “uma obra rápida e limpa”. “É muito fácil de aplicar. Basta colar o revestimento, ficando imediatamente visível o betão aparente”, afirma Dinis Silva, CEO da A Cimenteira do Louro, ACL.

Dadas as suas características físicas e composição, o revestimento de betão Slimcrete adquire uma extrema flexibilidade. “Essa flexibilidade do Slimcrete permite o revestimento de superfícies curvas, côncavas e convexas”, explica Dinis Silva, frisando que a inovação do revestimento está precisamente “na sua leveza e flexibilidade”.
O responsável da empresa de produtos de betão de Vila Nova de Famalicão garante ainda que o Slimcrete “é um revestimento natural de betão sem contaminantes”, pelo que “contribui para a protecção do meio ambiente”.

Produto exclusivo da ACL, o revestimento Slimcrete apresenta outra grande vantagem: um metro quadrado pesa apenas quatro quilos, pelo que “estamos em presença de um produto fácil de transportar para qualquer ponto do mundo”, destaca Dinis Silva.

A leveza, as dimensões optimizadas a cada projecto, a facilidade de transporte e a rapidez da instalação tornam o revestimento de betão Slimcrete num “investimento mais reduzido” em relação a um revestimento em betão tradicional.
Dinis Silva revela ainda que o Slimcrete “é fabricado com as mais recentes tecnologias produtivas e recorrendo à utilização de refinadas matérias-primas”. É, portanto, “amigo do ambiente, com reduzidas emissões de CO2”.

O Slimcrete será uma das novidades que ACL apresentará na DecorHotel 2022, a feira profissional de projecto, construção, decoração, equipamentos, produtos e serviços para hotelaria, que decorre na Exponor, em Matosinhos, entre 27 e 29 de Outubro.“O Slimcrete foi muito bem recebido pelo mercado nas feiras Cersaie, em Bolonha, e na Batimat, em Paris, que decorreram no último mês de Setembro”, acrescentou Dinis Silva, estando muito confiante “na boa receptividade” que o novo produto terá na DecorHotel 2022.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Panasonic acelera investimento na produção de bombas de calor na fábrica checa

Com o objectivo de reforçar a produção de bombas de calor ar-água (A2W), devido à crescente procura por estes equipamentos no mercado europeu, a empresa pretende aumentar a sua capacidade de produção anual para as 500 mil unidades

A Panasonic Corporation anunciou que irá investir cerca de 145 milhões de euros na sua fábrica checa para o exercício que termina em Março de 2026, com o objectivo de reforçar a produção de bombas de calor ar-água (A2W), devido à crescente procura por estes equipamentos no mercado europeu.

Actualmente, a Europa está a passar por uma rápida mudança nas fontes de energia, reduzindo o gás e outros combustíveis fósseis, o que permite uma maior electrificação. Devido a uma maior consciência ambiental e às recentes circunstâncias em torno do fornecimento de electricidade, a Panasonic teve de adaptar a sua capacidade de produção para responder a esta procura crescente.

A Panasonic iniciou a produção de unidades interiores A2W na sua fábrica de Plzen, na República Checa (Panasonic AVC Networks Czech [PAVCCZ]), em 2018. Desde então, para além de satisfazer as necessidades do mercado europeu, tem impulsionado a poupança de emissões de CO2 através da produção para os mercados locais na Europa.

Este novo investimento permitirá à PAVCCZ produzir unidades exteriores no próximo exercício, para além das unidades interiores que já fabricam. O objectivo da empresa é aumentar a sua capacidade de produção anual para as 500 mil unidades para o exercício que termina em Março de 2026.

O sistema de bomba de calor A2W da Panasonic possui uma tecnologia única que permite manter a sua capacidade de aquecimento mesmo com baixas temperaturas exteriores.

A empresa lançou, também, um negócio de manutenção baseado na IoT na Dinamarca no último exercício, e continuou a expandir a sua actividade através de uma ampla estrutura de vendas em cada país.

Nos próximos anos, a Panasonic quer impulsionar fortemente o seu crescimento no setor do aquecimento, arrefecimento e ventilação, sendo um dos seus pilares para contribuir para o cuidado ambiental e para a redução do aquecimento global.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Reynaers Aluminium e Renson unem-se para lançar nova geração de fachadas e sombreamentos

O novo Fixscreen Minimal da Renson, capaz de suportar cargas de vento até 65 quilómetros/hora quando em funcionamento, é compatível com o sistema de fachada ConceptWall 50

CONSTRUIR

A Reynaers Aluminium e a Renson juntaram-se e lançaram o novo sombreamento Fixscreen Minimal da Renson. Aquela que é considerada pela empresa “a próxima geração de soluções de fachadas e de sombreamentos”, é compatível com o sistema de fachada ConceptWall 50.

O sistema de fachada ConceptWall 50, para superfícies de vidro até 700 quilos foi pensado para responder às necessidades dos edifícios em altura, residenciais ou de escritórios. “Embora grandes painéis de vidro sejam esteticamente muito apelativos, podem ocorrer frequentemente sobreaquecimento ou encandeamento indesejados. É aí que entra o Fixscreen Minimal da Renson, ao proporcionar sombreamentos e conforto a todos os colaboradores”, explica a Reynaers Aluminium.

A concepção desta gama de produtos teve em conta o utilizador final, mas outros intervenientes também beneficiam. Por exemplo, esta solução de sombreamento pode ser assemblada com apenas três componentes de perfil, em vez dos cinco habituais. Menos parafusos, menos problemas e um sistema testado para que instaladores possam dar resposta ágil às necessidades dos seus clientes.

A combinação de sombreamento de fachadas pode suportar cargas de vento até 65 quilómetros/hora quando em funcionamento ou até 130 quilómetros/hora quando não. Estes valores correspondem ao desempenho original do sistema Fixscreen Minimal. Após os testes de pressão intensivos o sistema não mostrou qualquer sinal de flexão, não havendo, também, evidências de expansão térmica: tanto a fachada como o sombreamento revelaram-se perfeitamente compatíveis.  

Além disso, o sombreamento como estratégia de arrefecimento passivo é ideal para climas mais solarengos e traz enormes benefícios ao nível do conforto e poupança energética ao permitir a redução ou até eliminação do arrefecimento por meios mecânicos, como por exemplo ar condicionado, e consequentemente a pretendida redução do consumo energético.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Católica lança nova Pós-Graduação em Negócios Sustentáveis e Regenerativos

Sustentabilidade e a regeneração na estratégia empresarial e nos negócios, desempenho financeiro e as práticas de gestão são alguns dos temas da pós-graduação. A formação arranca já em Fevereiro de 2023

CONSTRUIR

Como incorporar a sustentabilidade e a regeneração na estratégia empresarial e nos negócios, ao mesmo tempo que o desempenho financeiro e as práticas de gestão são beneficiados? Esta é a principal questão à qual a nova pós-graduação Innovation for Sustainable & Regenerative Business, lançada no âmbito do INSURE.hub, uma iniciativa que envolve a Católica Porto Business School, a Escola Superior de Biotecnologia e a Planetiers New Generation, pretende responder. A nova formação executiva arranca já em Fevereiro de 2023.  

“Inovadora, interdisciplinar e internacional são as palavras que melhor definem a formação executiva que estamos agora a lançar,” salienta João Pinto, vice-presidente da Universidade Católica no Porto e docente da Católica Porto Business School. “Ao longo da pós-graduação os participantes vão ser expostos a diferentes áreas como a economia circular, a bioeconomia, a inovação disruptiva e circular, o mapeamento da sustentabilidade na estratégia das empresas, a utilização de soluções disruptivas para investir em territórios e, no final, vão ter de preparar um projecto que agregue todas as áreas,” refere Manuela Pintado, directora do Centro de Biotecnologia e Química Final (CBQF) da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa.   

Compreender e analisar modelos de negócio que impulsionam a mudança; ter uma visão geral do quadro actual e das regulamentações pendentes da União Europeia para promover a agenda de sustentabilidade, ser capaz de avaliar as decisões corporativas de acordo com critérios de negócio sustentáveis; saber mapear a sustentabilidade na estratégia corporativa, e ferramentas para a gestão estratégica, avaliar oportunidades de negócio assentes na criação de valor, entender investimentos com impacto, relatórios e métricas não financeiras e critérios ESG e ainda compreender os instrumentos de financiamento sustentável (obrigações verdes, obrigações sociais, empréstimos bancários verdes, entre outras, são algumas das competências que os participantes poderão adquirir no final do curso.

A pós-graduação em ‘Negócios Sustentáveis e Regenerativos’ é especialmente direccionada para gestores nas áreas ligadas à sustentabilidade das organizações e também para funcionários do sector público e privado que pretendam aprofundar conhecimentos nas áreas de economia circular, inovação, liderança, ética, estratégia e finanças sustentáveis. O grande objectivo é fornecer as ferramentas necessárias para que no futuro todos os profissionais nesta área possam tomar as decisões adequadas, numa economia que caminha para a sustentabilidade e a regeneração.  

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

OBO Bettermann e Ordem dos Engenheiros Técnicos organizam seminário online

O seminário vai incidir sobre o tema de ‘Protecção Contra Descargas Atmosféricas’, no dia 27 de Outubro, pelas 17 horas

CONSTRUIR

A OBO Bettermann Portugal, fabricante de material eléctrico especialista em soluções para instaladores, vai realizar, em parceira com a Ordem dos Engenheiros Técnicos (OET) um seminário online sobre o tema de Protecção Contra Descargas Atmosféricas, no dia 27 de Outubro, pelas 17 horas.

Este seminário enquadra-se na necessidade de dar a conhecer junto dos profissionais os riscos que acarreta a queda de relâmpagos nos edifícios em termos de pessoas e bens. Sabe-se que os danos em aparelhos eléctricos e electrónicos surgem frequentemente devido a sobretensões, provocadas por queda de raios nas proximidades ou através de processos de comutação na rede de média ou baixa tensão. As consequências são avarias em aparelhos eléctricos e dispositivos de comunicação, incluindo a perda de dados, o que pode ameaçar a própria existência de empresas.

Este seminário vai também dar ênfase ao tipo de soluções que os profissionais poderão adoptar de acordo com o edifício e a actividade do mesmo.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

STET apresenta a tecnologia 3D Grade da Sitech

A qualidade e precisão dos acabamentos, eficiência e produtividade do seu projecto, à simplicidade de utilização e instalação do sistema de forma semiautomática a partir de um único joystick são algumas das vantagens da tecnologia Grade 3D da Sitech

CONSTRUIR

A STET apresenta a tecnologia 3D Grade da Sitech para utilização em trabalhos de nivelamento instalado em escavadoras CAT. Sob o tema “Segue o caminho traçado – A equipa perfeita para aumentar a produtividade da sua Escavadora.”, este lançamento da STET dá a conhecer todas as vantagens da tecnologia Grade 3D da Sitech, desde a qualidade e precisão dos acabamentos, eficiência e produtividade do seu projecto, à simplicidade de utilização e instalação do sistema de forma semiautomática a partir de um único joystick.

Esta novidade pode ser conhecida no novo website que a STET apresentou juntamente com o lançamento da tecnologia, onde consta toda a informação dedicada a esta tecnologia. Além de uma informação pormenorizada sobre o sistema Grade 3D, será possível encontrar diversos testemunhos de clientes satisfeitos, que já tiveram a oportunidade de testar esta tecnologia.

O nivelamento com 3D opera com os sistemas de GPS (Global Positioning System) e GLONASS (Global Navigation Satellite System) para simplificar o processo de nivelamento de projectos complexos, frequentemente encontrados em grandes projectos comerciais e de infraestruturas.

Os receptores GNSS na escavadora e o posicionamento cinemático em tempo real (RTK) fornecem a precisão necessária para nivelar projectos tridimensionais. Um monitor touchscreen adicional de alta resolução permite que os operadores visualizem, insiram e editem facilmente planos de nivelamento a partir do assento do operador.

O Grade com 3D é compatível com rádios e estações base da Trimble, Topcon e Leica. Cat Grade Connectivity para 3D é um serviço de assinatura que usa redes celulares para precisão de posicionamento, substituindo estações base.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Savills marca presença no Planetiers World Gathering

A consultora imobiliária marca presença nesta edição do evento, onde irá lançar a publicação “Beyond Green” que conta com a participação de reconhecidos opinion leaders nacionais e internacionais

CONSTRUIR

A Savills é um dos main sponsors do evento Global Planetiers World Gathering que visa analisar as principais tendências do mundo da sustentabilidade, criando também ferramentas e soluções para atingir os objetivos traçados para o horizonte de 2030 e 2050.

A consultora imobiliária estará presente em 3 conferências nos dias 25 e 26 de outubro.
O fórum “Net Zero Cities” irá marcar a primeira intervenção da Savills neste evento e tem como objetivo debater a regeneração dos desafios das cidades, e as soluções que poderão ser implementadas nos centros urbanos para dar resposta às necessidades atuais.

Já no dia 26, “Techceleration for Sustainability” será o tema powered by Savills, numa sessão que contará com um painel composto por speakers nacionais e internacionais. Por fim, “Cities with Purpose”, será a última sessão com assinatura da Savills, e que pretende debater as cidades de hoje como motor de transformação do planeta e da descarbonização.

Planetiers World Gathering será ainda o palco para a Savills disponibilizar a “Beyond Green”, a primeira publicação inteiramente dedicada a temas de ESG e Sustentabilidade, desenvolvida no sector de real estate.

A publicação vai muito mais além do real estate. Os edifícios encontram-se em simbiose com outros elementos e, neste sentido, a “Beyond Green” apresenta um espetro de ação bastante abrangente, através da abordagem a diversos temas actuais. Smart cities, mobilidade, eficiência energética, desperdício alimentar e well being são apenas alguns dos temas em análise e que pretendem responder a muitas das questões que estão no topo da agenda global.
“É com imenso orgulho que lançamos a publicação “Beyond Green” que contou a participação de conhecidos líderes empresariais, consultores, autores e empreendedores na área da sustentabilidade. É inegável que vivemos tempos de mudança, tempos únicos que exigem uma mudança radical de comportamentos em nome da proteção do nosso Planeta.

Enquanto consultora imobiliária internacional que tem vindo a desenvolver um trabalho profundo na área de ESG & sustentabilidade, faz parte do nosso compromisso social fornecer informações e ajudar a construir ferramentas que ajudem todos os players de mercado, incluindo igualmente a comunidade onde estamos inseridos, a contribuir ativamente para o alcance das metas estabelecidas”, sublinha Alexandra Gomes, head of research & communications, Savills Portugal

Por sua vez, Patrícia de Melo e Liz, CEO Savills Portugal, destaque que “urge a necessidade de agir para salvarmos o nosso planeta. O horizonte de 2030 está já muito próximo. Neste sentido, com o compromisso global de atingir a meta de pegada de carbono zero até lá, não seremos coerentes se não criarmos soluções que contribuam para um mundo mais ‘verde’ e sustentável. Nasce assim a “Beyond Green”, que surge como resposta às questões mais prementes da agenda global e que ameaçam a biodiversidade do ecossistema. Quero também prestar um agradecimento especial à equipa da Savills que com o seu entusiasta contributo tornou tudo isto possível”, sublinha.

A “Beyond Green” estará disponível para download gratuito no site da Savills, e redes sociais.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

AEP promove acção para apoiar empreendedores e empresas inovadoras

O próximo webinar é já no dia 27 de Outubro e irá abordar o tema cidades inteligentes e sustentáveis a accão enquadra-se no âmbito de um projecto alargado que visa despertar e consciencializar empreendedores e empresas a criar respostas e ideias de negócio

CONSTRUIR
tagsAEP

A Associação Empresarial de Portugal (AEP), no âmbito do projecto Desafios 5.0, organiza um ciclo de webinars para despertar e consciencializar empreendedores e empresas, constituídas há menos de dois anos, a criar respostas e ideias de negócio.

Este ciclo de webinars (saúde, biologia, mobilidade, energia, ambiente, sociedade e segurança) do projecto Desafios 5.0 faz parte da actividade Meet and Learn, destinada a jovens empreendedores e empresas criadas há menos de dois anos. Para além dos webinars, a actividade também inclui Meetups em Empresas (visitas técnicas a empresas para proporcionar contacto entre empreendedores e empresários) e o Ecosystem Tour (visitas a Hub, incubadoras e aceleradoras).

O Desafios 5.0 foi lançado pela AEP em Novembro de 2021 para promover o espírito empresarial do Norte e Centro do país. O objectivo é consolidar um novo perfil empreendedor, apoiado em ideias inovadoras e criativas, que possam responder aos desafios sociais e societais associados ao novo paradigma de evolução da sociedade 5.0, tópico central do projecto.

Aborda temas genéricos e transversais a toda a sociedade: saúde, alterações demográficas e bem-estar, segurança alimentar, agricultura e silvicultura sustentáveis, energia não poluente, transportes inteligentes e ecológicos, acção climática, ambiente e eficiência de recursos e matérias-primas.

Para promover a criação de ideias inovadoras e o empreendedorismo qualificado e criativo, o projecto Desafios 5.0 assenta em três acções centrais: Call For Ideas (captação de ideias em fase embrionária), Call For Acceleration (captação de ideias numa fase mais desenvolvida ou startups constituídas há menos de 2 anos) e Call For Needs (para empresas interessadas em lançar desafios que possam ser resolvidos pelos empreendedores).

Na última fase do Desafios 5.0, os 25 melhores projectos receberão apoio para consolidar o plano de negócios, viabilizar oportunidades de negócio, robustecer e potenciar a viabilização dos projectos apresentados. Aos seis melhores projectos serão atribuídos prémios (Speed Up) individuais, no valor de 5 mil euros.

O programa Desafios 5.0 é uma iniciativa da AEP financiada pelo COMPETE 2020, no âmbito do Portugal 2020 e com o apoio da União Europeia através do Fundo Social Europeu. Conta com o apoio de empresários, startups, administração pública, municípios e outras associações empresariais.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 CONSTRUIR. Todos os direitos reservados.