Edição digital
Assine já
Empresas

Epiroc Iberia apresenta a pá ST1030 convertida de diesel para eléctrica

A Epiroc Iberia apresentou a primeira pá mineira ST1030 convertida de diesel para eléctrica na Europa. O evento foi realizado sob o slogan “Make the Switch” e ccontou com participantes de mais de 20 países

CONSTRUIR
Empresas

Epiroc Iberia apresenta a pá ST1030 convertida de diesel para eléctrica

A Epiroc Iberia apresentou a primeira pá mineira ST1030 convertida de diesel para eléctrica na Europa. O evento foi realizado sob o slogan “Make the Switch” e ccontou com participantes de mais de 20 países

CONSTRUIR
Sobre o autor
CONSTRUIR
Artigos relacionados
Arrow Global Portugal adquire Hotel Califórnia em Albufeira
Imobiliário
2ª edição da [email protected] arranca a partir da próxima segunda-feira
Empresas
Casafari cria unidade de investimento em single-family renting
Imobiliário
Fortera com investimentos de 500 milhões de euros mas conjuntura pode levar a novos ajustes
Imobiliário
Maxfinance Gold supera mil operações de crédito em apenas oito meses
Imobiliário
Braga recebe a primeira edição do “No Boring Talks”
Empresas
Construção de Barragem no Pisão classificada como “interesse nacional”
Construção
Preço da energia com impacto na metalurgia na Europa: Portugal entre os países em risco elevado
Empresas
Ideias e soluções para casas de banhos pequenas
Empresas
Grupo Everybody Wins planta 200 árvores autóctones numa acção de reflorestação
Imobiliário

O local escolhido para o encontro foi o nordeste da Espanha, onde fica a seda da HIMESA, parceiro de Assistência Técnica Oficial da Epiroc e principal colaborador na realização da conversão. A Epiroc e a HIMESA trabalham em colaboração há vários anos e, fruto do deste percurso, da experiência adquirida e da sincronia entre ambas as empresas, foi possível concretizar este importante projecto que dará origem a futuras colaborações para realizar mais conversões de diesel para equipamentos movidos a bateria.

O encontro incluiu uma visita às instalações da HIMESA, onde os participantes puderam conhecer a organização da oficina e os benefícios que eles têm ao realizar as conversões. Um enclave privilegiado localizado entre a natureza que serviu de cenário para a demonstração do equipamento.

Este encontro incluiu uma apresentação por parte das deferentes partes envolvidas no projecto que tornou possível a conversão de equipamentos diesel para eléctricos. Jaime Huidobro, gerente geral da Epiroc Iberia, falou sobre as metas de emissão zero da empresa e, por sua vez, Cemre Akalin, product and sales support lead electrified solutions na Epiroc Underground and Parts and Service, explicou a magnitude do projecto do ponto de vista internacional e os benefícios que a conversão de equipamentos subterrâneos para eléctricos trará. Claudia Hortelano, especialista de produto na Epiroc Iberia e Jose Antonio Ciudad, vice-presidente regional de operações da Epiroc para a Europa, África e Oriente Médio, encerraram a palestra, partilhando mais informação sobre a conversão da ST1030 fornecendo detalhes técnicos e discutindo os objectivos futuros para a Divisão de Parts and Service da Epiroc, que incluirá a conversões de novos modelos.

“Após um ano de trabalho, estamos muito orgulhosos de apresentar a pá convertida. O projecto foi realizado por profissionais de diferentes países espalhados por três continentes, com tudo o que isso implica. Durante a reconversão, modificamos o chassi da máquina para abrigar a bateria e a transmissão, e vários componentes do equipamento diesel foram substituídos. Além disso, obtivemos a certificação CE para o equipamento, garantindo assim este primeiro protótipo de uma ST1030 convertida de diesel para eléctrico”, detalhou Claudia Hortelano.

O evento permitiu aos presentes partilharem a sua opinião sobre este projecto de conversão, que marcam o um momento de mudança na indústria mineira em que a aposta em equipamentos sustentáveis será uma realidade cada vez mais maior.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Artigos relacionados
Arrow Global Portugal adquire Hotel Califórnia em Albufeira
Imobiliário
2ª edição da [email protected] arranca a partir da próxima segunda-feira
Empresas
Casafari cria unidade de investimento em single-family renting
Imobiliário
Fortera com investimentos de 500 milhões de euros mas conjuntura pode levar a novos ajustes
Imobiliário
Maxfinance Gold supera mil operações de crédito em apenas oito meses
Imobiliário
Braga recebe a primeira edição do “No Boring Talks”
Empresas
Construção de Barragem no Pisão classificada como “interesse nacional”
Construção
Preço da energia com impacto na metalurgia na Europa: Portugal entre os países em risco elevado
Empresas
Ideias e soluções para casas de banhos pequenas
Empresas
Grupo Everybody Wins planta 200 árvores autóctones numa acção de reflorestação
Imobiliário
Empresas

2ª edição da [email protected] arranca a partir da próxima segunda-feira

Dedicada à “Inovação Emergente na Energia e nos Materiais”, a segunda edição [email protected] decorre entre 19 e 23 de Setembro, em vários pontos do país. A acção é promovida pela Agência Nacional de Inovação

CONSTRUIR

No dia 21 de Setembro Sines irá receber a conferência sobre Energia e Materiais, o encontro tem lugar, no Business Center da Zona Industrial e Logística de Sines. Esta sessão vai explorar as principais tendências e desafios das áreas e contará com a demonstração de mais de uma dezena de projectos inovadores.

A abertura ficará a cargo de Filipe Costa, da AICEP Global Parques, dará a conhecer o Caso de Sines: “Energia Sul” e de João Borga, do conselho de administração da ANI. “Como transitar para um futuro sustentável?”, “Mobilidade enquanto modelo de negócio” e “A importância da transição energética” serão outros dos temas em debate ao longo do dia. A abertura da sessão da tarde ficará a cargo do secretário de Estado da Economia, João Neves, e o encerramento será realizado pela Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato.

À semelhança da primeira [email protected], várias instituições abrirão as suas portas para apresentar a sua missão, objectivos, projectos e os resultados das suas actividades tecnológicas. Assim, no dia 19 estarão em destaque o Itecons (19 de Setembro) e o NET4CO2, a 20 de Setembro a [email protected] estará no Gabinete de Transferência de Tecnologia da Universidade de Évora, no dia 22 as atenções irão para a Inovafil e a 23 será a vez da Ecosteel.

As [email protected] são promovidas no âmbito do Sistema de Apoio a Ações Colectivas – Transferência de Conhecimento Científico e Tecnológico, TECH4INNOV, cofinanciado pela União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, enquadrado no Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (COMPETE 2020) do Portugal 2020.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Braga recebe a primeira edição do “No Boring Talks”

O evento, que tem como objectivo promover conversas sobre Blockchain e temas relacionados com estado actual da Economia e a tecnologia, vai contar com o apoio da Zome, Associação Empresarial do Minho, Universidade Católica Portuguesa, Utrust e Antas da Cunha ECIJA

CONSTRUIR

A primeira edição do “No Boring Talks” terá lugar no Altice Fórum Braga no dia 20 de Setembro. O evento será composto por um conjunto de seis talks, que procurarão percorrer diversas temáticas, desde as aplicações práticas de Blockchains no contexto empresarial até às possibilidades alavancadas pelas cripto e o papel dos bancos nas transacções das mesmas.

“Procurámos trazer profissionais com uma vasta experiência nestas áreas, de forma a promover um momento enriquecedor para todo e qualquer empresário que ambicione fazer crescer o seu negócio. Nos dias que correm é imperativo mobilizar iniciativas como estas, que motivem e promovam a literacia digital e financeira o envolvimento com as novas tecnologias“, destaca Patrícia Santos, CEO da Zome.

Estas conversas destinam-se a todos os empresários que procuram potenciar o seu negócio e conhecer mais sobre estas novas tecnologias, simplificando e desmistificando conceitos, visando, cada vez mais, normalizar a economia da criptomoeda. A sessão de abertura ficará a cargo de Patrícia Santos, CEO da Zome, e de Ricardo Costa, Presidente da Associação Empresarial do Minho. O evento conta ainda com um painel de oradores composto por Paulo Cardoso do Amaral, Professor na Universidade Católica Portuguesa, Filipe Castro, Co-Founder, Board Member e CCO da Utrust, Nuno Silva Vieira, Sócio da Antas Cunha ECIJA, Carlos Santos, CTO da Zome e, por fim, Flávia Paluello, membro do departamento de Marketing e Business Development do Bison Bank e Digital Assets.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Preço da energia com impacto na metalurgia na Europa: Portugal entre os países em risco elevado

Análise do Crédito y Caución alerta que o sector abrande e o risco é elevado, ou muito elevado, para um conjunto de países onde se inclui Espanha, Japão, México, Portugal, Singapura, Taiwan, Tailândia e Turquia

CONSTRUIR

Após um forte crescimento em 2021, a Crédito y Caución prevê que o mercado mundial de metais atravesse um período de abrandamento em 2022 e 2023. De acordo com o recente relatório divulgado pela seguradora de crédito, o impacto da invasão russa da Ucrânia está a afectar negativamente o desempenho do sector na Europa, onde a maior parte dos países apresenta um risco moderado.

Nos mercados avançados, as empresas metalúrgicas e siderúrgicas beneficiaram da forte procura acumulada e da acentuada subida dos preços dos metais em 2021 e princípios de 2022. Isto traduziu-se em margens acrescidas e numa maior resistência financeira. Além disso, a redução parcial das tarifas alfandegárias para as importações de alumínio e aço por parte dos Estados Unidos apoiou a produção e as exportações da União Europeia. Um terceiro motor para o recente crescimento do sector foram os estímulos fiscais que apoiaram a procura de metais e de aço em mercados chave como os Estados Unidos e a China.

Contudo, o sector enfrenta alguns riscos no curto prazo. O principal é a invasão russa da Ucrânia. Uma guerra mais prolongada afectará negativamente o rendimento do sector na Europa até 2023, na medida em que os elevados preços da energia continuarão a pesar sobre a produção metalúrgica e siderúrgica, enquanto o pior desempenho económico de muitos países tem impacto sobre a procura dos principais sectores compradores. Um segundo factor desestabilizador passa pelos problemas na cadeia de fornecimento. A procura de metais e de aço poderia aumentar se os constrangimentos na cadeia de fornecimento afectassem as indústrias compradoras chave, como o sector automóvel ou a construção. Além disso, o endurecimento progressivo da política monetária poderá debilitar ainda mais os gastos dos consumidores e os investimentos em sectores como a construção, a engenharia ou o sector automóvel.

Assim, o sector metalúrgico e a siderurgia apresentam um risco elevado e muito elevado em Espanha, no Brasil, China, Coreia do Sul, Japão, México, Portugal, Singapura, Taiwan, Tailândia e Turquia. Apenas Itália e Suécia apresentam um risco baixo ou muito baixo. O risco situa-se em níveis moderados na Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Emirados Árabes Unidos, Eslováquia, EUA, França, Hungria, Índia, Indonésia, Irlanda, Nova Zelândia, Países Baixos, Polónia, Reino Unido, República Checa e Suíça.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Ideias e soluções para casas de banhos pequenas

Para a Roca “espaços pequenos são uma oportunidade para a criatividade e para o design”. Smart toilets, soluções dois-em-um ou móveis compactos são algumas das soluções

CONSTRUIR

Actualmente, as inovações em tecnologia e design proporcionam uma gama de soluções simples para aproveitar ao máximo uma casa de banho moderna e compacta, enquanto mantém um estilo envolvente e elevada funcionalidade, onde se destacam as smart toilets, móveis para casas de banho compactas, soluções dois-em-um, armários-espelho criam espaço e armazenamento.

As smart toilets conhecidas são soluções conhecidas por deterem a mais avançada tecnologia e pelas suas funcionalidades que podem ser personalizadas, mas estes equipamentos são igualmente opções práticas que permitem poupar um espaço significativo na sua casa de banho. As mais recentes inovações em sanitas com a funcionalidade de um bidé, unindo as caraterísticas de higiene mais essenciais de cada um num único modelo e eliminando a necessidade de ter dois objectos.

Os revestimentos e pavimentos desnecessários podem criar sensações claustrofóbicas desagradáveis e impedir a entrada de luz natural. Sendo que, na casa de banho, a maioria destas divisórias existe devido à zona de duche. Neste caso, a opção pode passar pela substituição de paredes opacas por painéis de duche de vidro transparente pode criar uma sensação de abertura e frescura. Da mesma forma, as bases duche extraplanas, quando instaladas ao nível do chão, permitem uma maior acessibilidade.

As soluções dois-em-um (ou unidades para reutilização de águas residuais) representam o mais recente design contemporâneo para casas de banho e, simultâneo, dão um grande passo em frente em matéria de sustentabilidade.

Estas soluções aproveitam a água utilizada no lavatório, filtram-na e purificam-na, e reutilizam-na no tanque para as descargas na sanita, o que resulta numa redução significativa da quantidade de água utilizada pela sanita.

E como o lavatório e a sanita estão integrados, utiliza-se o mínimo espaço possível para estas duas funcionalidades.

Mudar de espelhos planos para armários-espelho pode criar instantaneamente uma área de armazenamento em qualquer casa de banho sem ocupar nenhum espaço adicional.

Estes móveis clássicos voltaram em grande estilo nos últimos anos, aconselhados por designers modernos como soluções práticas para casas de banho compactas, que existem em muitas casas urbanas.

Os armários-espelho são normalmente instalados na parede e contam com prateleiras interiores, oferecendo armazenamento para produtos de higiene pessoal, maquilhagem e outras necessidades, libertando um valioso espaço na zona inferior.

As variantes modernas podem incorporar outras ferramentas úteis, tais como, iluminação LED integrada ou tomadas elétricas para máquinas de barbear, tornando-os numa solução versátil para qualquer casa de banho. Se procura ideias para wc modernos, mudar os espelhos da sua casa de banho pode ser uma solução.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Melom iniciou internacionalização para Espanha e Itália

A empresa seleccionou o sul da Europa como alvo do seu processo de expansão. Em Itália, a marca conta actualmente com 13 franchisados e em Espanha o número ascende 22 com previsão de 30 até ao final do ano

CONSTRUIR

Impulsionada pelos bons resultados em Portugal, a Melom irá internacionalizar a sua operação para Espanha e Itália. A primeira experiência “piloto” decorreu entre 2018 e 2020 em Espanha para permitir a adaptação do conceito ao mercado espanhol. O número de franchisados neste mercado é actualmente de 22, na Comunidade de Madrid, com a previsão de terminar o ano com 30 unidades

Mas a empresa olha com atenção também para o mercado do norte de Itália. Em 2021 foi lançada a operação na região de Emília Romana, onde a insígnia soma já 13 franchisados em cidades como Bolonha, Modena, San Lazzaro, Montagna, entre outras. A estratégia numa fase inicial inclui a implantação naquela região italiana para depois expandir passo-a-passo o negócio. O plano de desenvolvimento prevê em dois anos uma rede com 40 franchisados na Emília Romana, no prazo de dois a cinco anos a aposta numa nova região com 60 franchisados e depois o crescimento para toda a Itália.

“Estamos convictos que é uma aposta ganha, tem um mercado muito similar ao português e por isso o modelo de negócio não teve que sofrer alterações de fundo. Neste país não existe uma marca que opere a nível nacional e o mercado das obras em casa é muito atomizado, constituído por micro e pequenas empresas com dificuldades de organização semelhantes às portuguesas”, sublinha João Carvalho, co-fundador da MELOM.

A aposta da marca em internacionalizar o conceito nestes dois países do sul da Europa está relacionada com os pontos em comum no mercado de obras e remodelações de imóveis, caracterizado por lacunas na profissionalização, falta de mão-de-obra qualificada e uma ampla desconfiança dos consumidores. “O sector deve evoluir para um contexto profissional onde os processos de orçamentação, adjudicação, obra e sua conclusão são detalhados, claros e precisos. Na MELOM temos trabalhado neste sentido, proporcionando não só formação, mas disponibilizando tecnologia para ajudar os profissionais do sector e clientes”, acrescenta João Carvalho.

Quanto às diferenças, o responsável aponta a tendência dos consumidores espanhóis e italianos para privilegiar o conforto em detrimento da estética ou design.

Tanto em Espanha como em Itália, o modelo de franchising da MELOM é idêntico ao que está a ser aplicado em Portugal, ou seja, existem dois tipos de franquia, uma vocacionada para renovações integrais e mais orientada para empresas de construção e gabinetes de arquitectura e engenharia e uma outra voltada para pequenas reparações e dirigida aos profissionais que executam eles próprios a obra ou reparação.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Grupo Neolith reforça distribuição na Península Ibérica

Grupo Neolith integra rede de distribuição em Espanha, intensificando investimento na Península Ibérica. Novo director geral ficará responsável pelo negócio em Espanha, Portugal e Andorra

CONSTRUIR

(na imagem: da Esquerda para a Direita: José Luis Ramón, CEO do Grupo Neolith; Joan Regada, que passará a fazer parte da estrutura do Grupo como Managing Director Iberia; e Daniel Sánchez, Chief Commercial Officer e Vice President Europe do Grupo Neolith)

Com esta operação, o Grupo Neolith ampliará a sua abrangência e a cobertura nos mercados da Península Ibérica, acelerando os planos de crescimento, respondendo à procura crescente de pedra sinterizada Neolith, tanto por parte da comunidade de arquitectos e designers de interiores, como dos consumidores finais, para todo o tipo de projectos residenciais e comerciais.

O Grupo Neolith, que detém uma forte posição na indústria da pedra sinterizada, acaba de acordar a integração total da sua principal rede de distribuição em Espanha de modo a intensificar o seu investimento na Península Ibéria e assim alavancar o crescimento e cimentar a sua posição na Europa.

Com este acordo, o Grupo Neolith intensificará, em especial, o seu investimento no mercado ibérico, consolidando a sua presença directa e reforçando a sua actividade numa região que é essencial para o Grupo. Esta integração advém de uma estreita colaboração iniciada há mais de uma década com o Grupo Joan Regada, que actualmente conta com mais de 80 colaboradores directos, os quais passarão nos próximos dias a integrar o Grupo Neolith.

Com esta transacção, a Neolith passará a ter mais 10 centros de distribuição directa em Espanha, cobrindo quase 10.000 pontos de venda, e dezenas de showrooms em todo o país. “Esta integração, resulta de uma excelente e profícua cooperação iniciada há mais de uma década, e permitir-nos-á acelerar os nossos ambiciosos planos de crescimento para a Península Ibérica e para a Europa, beneficiando todo o canal através do reforço do nosso nível de serviço directo”, afirma José Luis Ramón, CEO do Grupo Neolith. “Damos as boas-vindas a todos os novos colaboradores que passam a integrar o nosso Grupo através desta importante operação. Investir em mercados tão importantes como o ibérico, e desenvolver a nossa pegada no mercado europeu do ponto de vista dos negócios, inovação e sustentabilidade, é e será sempre o nosso maior compromisso para os próximos anos”, conclui aquele responsável. Com esta integração a empresa prevê alcançar níveis recorde de mais de 40 milhões de euros de volume de negócio

Como consequência desta integração, Joan Regada passará a fazer parte da estrutura do Grupo como danaging director para a Península Ibérica, e terá a responsabilidade de liderar os negócios da Neolith nos mercados de Espanha, Portugal e Andorra. Aquele responsável sublinha que: “sempre acreditei no valor do Grupo Neolith. É com enorme orgulho que passo a fazer parte da equipa. Na Neolith era um sonho captar um mercado que não existia há 12 anos e congratulo-me com os resultados alcançados e que iremos impulsionar ainda mais com esta integração. Este é um enorme desafio que mostra o espírito de colaboração que sempre existiu com o Grupo Neolith. Esta integração permitir-nos-á acelerar o nosso crescimento em múltiplas frentes e continuar a fazer da Neolith a marca de eleição de milhares de profissionais e utilizadores finais para uma multiplicidade de projectos tirando partido de todas as possibilidades que a pedra Neolith oferece”, afirmou o empresário.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Indústria da pedra natural portuguesa em destaque em Itália

Portugal terá a 4ª maior presença naquela que é a maior feira internacional do sector. A presença será reforçada com a visita do Secretário de Estado da Economia, João Neves

CONSTRUIR

A MARMO+MAC 2022 está de volta a Verona, Itália, entre os próximos dias 27 e 30 de Setembro, onde empresas e profissionais da indústria da pedra se reúnem, para este que é o maior certame internacional direccionado para o sector e que este ano contará com a presença do Secretário de Estado da Economia, João Neves, a convite da ASSIMAGRA.

Nesta que é a 56ª edição do evento, estarão presentes cerca de 1000 empresas. Portugal destaca-se, uma vez mais, por ter a 4ª maior participação no certame, atrás da anfitriã Itália, da Turquia, Índia e igualando a Espanha, com um total de 65 empresas expositoras.

As empresas portuguesas do sector da pedra natural participam, à semelhança de outras edições, de uma forma bastante expressiva, com o apoio do projecto conjunto de internacionalização da ASSIMAGRA. O stand português abrange uma área total de 1.614m2, ocupada por 30 empresas. Uma participação, cofinanciada pelo Compete 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER, é fortalecida através da marca sectorial StonebyPORTUGAL, a qual pretende aumentar a visibilidade da qualidade da pedra nacional de modo a contribuir para a sua valorização, através da promoção de empresas com produtos, materiais e aplicações com qualidade.

A Marmo+Mac é considerada a maior feira de Pedra Natural do mundo e o principal polo internacional de todos os protagonistas e players do sector.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

Teka em destaque nos European Product Design Award

A marca viu vários dos seus produtos premiados na mais recente edição dos European Product Design Award, com destaque para o forno SteakMaster e para a placa híbrida Gás + Indução

CONSTRUIR

O forno SteakMaster e a placa híbrida Gás + Indução da Teka foram distinguidos com prémios europeus pelo seu design. O primeiro foi distinguido na categoria de electrodomésticos do European Product Design Award, ao passo que a placa híbrida arrecadou um prémio de Top Design. Também as placas Gás on Glass, os lava-loiças Universe e a série VarioPro ganharam menções honrosas.

SteakMaster

É o primeiro, e único, forno concebido para grelhar o bife perfeito em casa. O SteakGrill permite alcançar até 700ºC que combinado com uma grelha de ferro fundido, permite a caramelização perfeita da carne.
Incorpora 20 programas automáticos para preparar diferentes receitas com temperatura e tempo de cozimento perfeitos, dependendo do tipo de carne, corte e acabamento.

Placas a gás híbridas
Une a rapidez da indução e a tradição do gás numa única placa. A zona de indução, para além de ter 3 funções directas: ferver, derreter e manter quente, vêm também equipadas com o MultiSlider. Isto permitem o controle independente e directo de cada zona de cozinhado com alto nível de precisão, seleccionando a temperatura desejada com um simples toque.
«Na zona do gás é equipada com o sistema ExactFlame, com 9 níveis de potência para os vários tipos de cozinhado. A posição 1 é utilizada para manter a temperatura dos alimentos; 2 e 3 para derreter e cozinhar em banho-maria; com 4 e 5 atingem-se as temperaturas ideais para cozinhar massas e legumes; 6 e 7 são usados para fritar e ferver; e posição 8 e 9 para fritar em óleo abundante. Aqui encontra tecnologia associada à cozinha tradicional!

Lava-louças Universe
Destaca-se pela variedade, funcionalidade e beleza da sua superfície. Oferece uma vasta gama de composições e tamanhos para que possa escolher o lava-louças que melhor se adapta a cada estilo de vida. Com grande capacidade, e com até 190 mm de profundidade. Todos os lava-louças de aço inoxidável Teka são feitos com materiais de alta qualidade e, portanto, têm um selo de garantia vitalício.

Série VarioPro
A gama modular foi concebida com placas de 30 cm e com um exaustor, todos eles com design flexível e minimalista, garantindo uma integração perfeita. Com a série VarioPro pode escolher diferentes configurações de acordo com suas necessidades. A coleção tem vários elementos que podem ser combinados de modo que possa criar uma cozinha única. Pode escolher entre placas de indução e de gás, pode também ter um exaustor integrado na banca e até placas de Teppanyaki ou Wok, tudo isto com um design compacto e inovador, que aproveita ao máximo o espaço. Pode escolher a melhor opção para cada cozinha e reinventá-la.

Gás on Glass
Dedicada aos amantes da cozinha tradicional, as placas Gas on Glass trazem o novo sistema com o sistema ExactFlame, que lhe permite que ter a certeza da intensidade da chama. É agora possível controlar a intensidade do fogo de forma simples e precisa, escolhendo a potência de 1 e a 9.
Para além disso, as placas detectam se a chama se apagou, cortando automaticamente o fornecimento de gás, para evitar possíveis acidentes. Trazem também um sistema de auto-ignição, que acaba com a necessidade de acender o fogão com o gás na potência máxima e de maneira manual.

O European Product Design Award (EPDA) recebe anualmente inscrições de designers de produtos de todo o mundo em várias disciplinas e sectores de design. As inscrições são analisadas e julgadas pelo júri internacional da EPDA, composto por designers independentes, clientes, professores e editores de design. As apresentações são avaliadas, com base em critérios que são actualizados, de modo que correspondam sempre aos padrões mais vanguardistas do design.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

AEP organiza Congresso Portugal Empresarial

Promovido pela AEP o encontro, que está marcado para dia 16 de Setembro, irá receber empresários, decisores e académicos para debaterem os desafios da Indústria e da Sustentabilidade. O evento conta com a presença do Presidente da República e Ministro da Economia e do Mar

CONSTRUIR

Exponor recebe Presidente da República e Ministro da Economia e do Mar

A AEP – Associação Empresarial de Portugal já está em contagem decrescente para o dia 16 de Setembro. O Congresso Portugal Empresarial vai reunir, na Exponor, em Leça da Palmeira, empresários, decisores e académicos para debaterem os desafios da Indústria e da Sustentabilidade.
Com mais de 500 participantes inscritos, o encontro tem como foco prioritário o “desígnio da competitividade de Portugal”, e os temas que lhe estão subjacentes designadamente políticas públicas, demografia, transições digital, climática e energética, inovação e competitividade.
O programa já conta com as presenças do Presidente da República, do Ministro da Economia e do Mar, da Comissária Europeia Elisa Ferreira, do presidente do Conselho Económico e Social Francisco Assis e de empresários, autarcas e gestores.
Durante o jantar do Congresso, com a presença do Presidente da República, a AEP vai ainda distinguir quem se tem destacado no tecido empresarial nacional com os prémios “Carreira” (um empresário e uma empresa), “Empresa Sustentável”, “Exportação e Internacionalização” e “Inovação PME”.

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos
Empresas

APICER lança marca ‘Portugal Ceramics’

Sob o mote ‘The Art of Possibility’, a marca tem como principal propósito comunicar um posicionamento de um sector que seja autêntico, relevante e diferenciador, e melhorar a comunicação e a imagem do sector, essencialmente nos mercados internacionais.

CONSTRUIR

A Associação Portuguesa das Indústrias de Cerâmica e de Cristalaria (APICER) prepara-se para lançar a sua mais recente marca, com vista “à promoção da internacionalização da cerâmica portuguesa”. “Uma acção imprescindível no contexto actual”, reforça a associação.

Portugal Ceramics, desenvolvida ao abrigo do projecto Intercer, tem data de apresentação marcada para o dia 22 de Setembro, às 17 horas, no Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, em Matosinhos.

Sob o mote ‘The Art of Possibility’, a marca tem como principal propósito comunicar um posicionamento de um sector que seja autêntico, relevante e diferenciador, e melhorar a comunicação e a imagem do sector, essencialmente nos mercados internacionais.

Este evento irá marcar, ainda, o arranque de um conjunto de iniciativas de comunicação e acções junto dos mercados internacionais preconizadas para os anos de 2022 e 2023, onde a marca e o novo posicionamento serão apresentados e explicados em pormenor.

João Neves, secretário de Estado da Economia, José Luís Sequeira, presidente da Direcção da APICER, João Magalhães, director de Estratégia da agência Super, responsável pelo desenvolvimento da marca, e Luís Pedro Silva, arquitecto e autor do projecto do Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, são alguns dos oradores e convidados que irão marcar presença no evento.

 

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 CONSTRUIR. Todos os direitos reservados.