Edição digital
Assine já
    PUB

    Volcalis regista 5 Declarações Ambientais de Produto

    Toda a gama de isolamento em lã mineral, produzida pela Volcalis está abrangida pelas cinco
    DAP/EPD recentemente registadas no Sistema DAPHabitat de acordo com as normas ISO 14025,
    EN 15804 e EN 15942 e na lista europeia ECO PLATFORM

    Brand SHARE

    Volcalis regista 5 Declarações Ambientais de Produto

    Toda a gama de isolamento em lã mineral, produzida pela Volcalis está abrangida pelas cinco
    DAP/EPD recentemente registadas no Sistema DAPHabitat de acordo com as normas ISO 14025,
    EN 15804 e EN 15942 e na lista europeia ECO PLATFORM

    Brand SHARE
    Sobre o autor
    Brand SHARE
    Grupo Preceram

    Grupo Preceram

    Veja mais
    Artigos relacionados
    SRU Lisboa Ocidental assina protocolo de colaboração com OE
    Engenharia
    Finsolutia reforça capital em 25M€ para “acelerar expansão internacional” da sua plataforma
    Imobiliário
    Miele encerra 2023 com uma facturação de 21 M€
    Empresas
    APPII recorda “legado e inspiração” de André Jordan
    Imobiliário
    André Jordan (1933-2024): O adeus a um nome ímpar no turismo e hotelaria
    Imobiliário
    WellBe recebe nova sede da CGD
    Imobiliário
    Grupo Hipoges fecha 2023 com mais de 1.3 MM€ de vendas em activos imobiliários
    Imobiliário
    Boavista Windows fecha ronda de investimento de 1,5 M€
    Empresas
    Transfor Interiores realizou fit-out do novo escritório na LeYa no Porto.
    Empresas
    AIP leva empresa portuguesas à 9ª edição da SENCON da Dakar
    Empresas

    Toda a gama de isolamento em lã mineral, produzida pela Volcalis está abrangida pelas cinco DAP/EPD recentemente registadas no Sistema DAPHabitat de acordo com as normas ISO 14025, EN 15804 e EN 15942 e na lista europeia ECO PLATFORM.

    A Volcalis é atualmente a empresa com mais Declarações Ambientais de Produto registadas no DAP Habitat. A Volcalis conta neste momento com o registo da DAP para os produtos: “Lã Mineral Revestida com Véu Branco Reforçado”, “Lã Mineral Revestida com Véu Negro”, “Lã Mineral Revestida com Alumínio e Papel Kraft”, “Lã Mineral Revestida com Papel Kraft” e “Lã Mineral Não Revestida”.

    Estas são o resultado de um longo trabalho de investigação e desenvolvimento, ao longo dos últimos quatro anos, nas instalações em Oliveira do Bairro da mais recente empresa do Grupo Preceram.

    As DAP, Declarações Ambientais de Produto ou EPD na sua sigla em inglês, resultam de um processo de otimização do processo produtivo, baseado nas avaliações de ciclo de vida que foram executadas pelos investigadores do CERIS – Centro de Investigação e Inovação em Engenharia Civil para a Sustentabilidade – do Instituto Superior Técnico.

    Embora de carácter voluntário, as DAP são fundamentais quando se pretende aceder a mercados mais exigentes, tanto a nível nacional como internacional. Por outro lado, para a elaboração destas declarações é necessário efetuar uma ACV, avaliação do ciclo de vida, ferramenta essencial para num processo de ECO-design, identificando oportunidades de melhoria ao longo de toda a cadeia produtiva, utilização e fim de vida dos produtos.

    Os cinco documentos agora registados no programa português DAPHabitat e também na plataforma europeia ECO PLATFORM, abrangem toda as gamas e referências de lã mineral produzidas pela Volcalis.

    As DAP podem ser consultadas e descarregadas em: https://daphabitat.pt/pt_PT/dap/dap- registadas/

    Estando também disponíveis no portal europeu ECO Platform, em: https://www.eco- platform.org/epd-data.html

    Artigos relacionados
    SRU Lisboa Ocidental assina protocolo de colaboração com OE
    Engenharia
    Finsolutia reforça capital em 25M€ para “acelerar expansão internacional” da sua plataforma
    Imobiliário
    Miele encerra 2023 com uma facturação de 21 M€
    Empresas
    APPII recorda “legado e inspiração” de André Jordan
    Imobiliário
    André Jordan (1933-2024): O adeus a um nome ímpar no turismo e hotelaria
    Imobiliário
    WellBe recebe nova sede da CGD
    Imobiliário
    Grupo Hipoges fecha 2023 com mais de 1.3 MM€ de vendas em activos imobiliários
    Imobiliário
    Boavista Windows fecha ronda de investimento de 1,5 M€
    Empresas
    Transfor Interiores realizou fit-out do novo escritório na LeYa no Porto.
    Empresas
    AIP leva empresa portuguesas à 9ª edição da SENCON da Dakar
    Empresas
    PUB

    O térmico está MAIOR. Novo formato do tijolo térmico Preceram.

    A Preceram criou recentemente uma nova gama de produtos, (a gama PRO), ao lançar os novos Tijolos Térmicos PRO20 e PRO25.

    Brand SHARE

    Os novos formatos 40x19x20 e 40x19x25 vêm dar resposta às exigências do mercado, em vários aspetos, como sejam a racionalização de recursos, a eficiência energética e a redução do tempo e custo de aplicação.

    Os tijolos térmicos PRO20 e PRO25 possibilitam a construção de alvenaria de uma forma mais rápida e com maior poupança de argamassa de reboco.

    MAIOR RENDIMENTO E RENTABILIDADE

    Poupança em argamassa: As larguras de 20 cm e 25 cm (em vez dos habituais 19 cm e 24 cm) permitem o alinhamento com a estrutura. Ao alinhar com os pilares pelo interior e exterior, o formato do Térmico PRO20 e PRO25 permite poupar em argamassa de reboco.

    Rapidez na execução: O maior tamanho permite a aplicação de apenas 12,5 tijolos por metro quadrado. O comprimento de 40 cm (em vez dos tradicionais 30 cm) aumenta a rapidez de execução, diminui o número de juntas e diminui os custos em mão de obra.

    O tijolo térmico e acústico Preceram é um produto ideal para a construção de paredes mais eficientes, proporciona maior isolamento térmico e acústico, resistência ao fogo e elevada resistência mecânica. É um produto que potencia uma boa classificação energética, assegurando maior conforto e poupança de energia com menos espessura de isolamento.

    Tem uma aplicação semelhante ao tijolo tradicional, contudo tratando-se de tijolos com furação vertical que encaixam lateralmente uns nos outros, favorecem o alinhamento e prumo da parede, reduzindo o tempo de execução e o consumo de argamassa de assentamento.

    Na sua aplicação devem respeitar-se algumas boas práticas, tais como: a argamassa ter a consistência adequada, interromper a junta horizontal para aumentar a eficiência térmica, humedecer os tijolos antes da sua colocação para evitar a desidratação da argamassa, efetuar a junta vertical desencontrada e verificar o alinhamento e prumo da parede. A espessura da junta horizontal depois de assentes os tijolos deve possuir cerca de 1 cm.

    Saiba tudo sobre a nova gama PRO, em: https://preceram.pt/termico-pro/

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    Chegou a hora de vestir os casacos em casa?

    Já chegaram os dias frios, altura em que se renova o guarda-roupa e se tiram os casacos dos armários. Para muitos, também é a altura em que se reforçam as camadas de cobertores e mantas na cama e no sofá.

    Brand SHARE

    Estar em casa embrulhado e bem agasalhado é a única maneira de sobreviver ao inverno para grande parte dos portugueses. Mesmo aqueles que vivem em edifícios relativamente recentes, com sistemas de aquecimento instalados, não conseguem manter uma temperatura confortável em casa, seja pelo preço da energia ou mesmo pela ineficiência dos sistemas. Tentar aquecer uma casa quando o calor se perde pelas paredes, teto e pavimento é tarefa impossível!

    Existem soluções? Sim, isolamento.

    O Grupo Preceram tem desenvolvido sistemas construtivos, simples de aplicar, para o isolamento dessa envolvente opaca.

    Intervindo pelo interior, sem necessidade de autorizações ou licenças, as paredes podem ser isoladas com um sistema em placa de gesso Gyptec e lã mineral Volcalis. Um pequeno compromisso em relação ao espaço perdido (cerca de 7 cm) pode reduzir as perdas de energia em 35%. A nova gama de isolamento ALPHA Plus da Volcalis, com uma condutibilidade térmica muito baixa, assegura a poupança, mesmo com baixas espessuras. 

    Mas não é melhor isolar pelo exterior? Sim, e a Volcalis também produz lã mineral para aplicação nas fachadas ventiladas, mas muitas vezes não é possível.

    Por outro lado, a utilização dos sistemas de climatização de forma descontínua – ligar quando chega a casa e muitas vezes desligar quando se deita – tornam os sistemas de isolamento pelo interior uma solução eficaz porque o tempo necessário para se atingir a temperatura desejada e o consumo energético dos equipamentos de climatização são significativamente menores. Outra vantagem destes sistemas de construção seca são a facilidade de instalação, reduzindo tempo e custo de obra. 

    Outras dúvidas que surgem são relativas às placas de gesso. Podem-se pendurar quadros e móveis? Tem que se usar placas diferentes na cozinha?

    A Gyptec desenvolveu uma placa de gesso multifunções com resistência mecânica e capacidade de carga melhoradas. A placa Gyptec Gold, reforçada com fibras para também melhorar o comportamento ao fogo, tem maior densidade e resistência ao impacto e flexão, e é tratada com um agente hidrófugo para diminuir a absorção de água, podendo ser utilizada também em cozinhas e casas de banho. Para além destas vantagens técnicas, a utilização de um único tipo de placa em todas as zonas da casa diminui os desperdícios em obra.

    Concluindo, os sistemas de isolamento pelo interior em placa de gesso Gyptec e lã mineral Volcalis oferecem uma excelente capacidade de isolamento térmico, mas também acústico. As placas de gesso contribuem ainda para o conforto higrotérmico e a sua superfície lisa e uniforme, permite a aplicação de todos os tipos de acabamento.

    www.solucoesparaconstrucao.com

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    Subasta de Surplex em França: seleção de maquinaria de construção compacta

    A indústria da construção na Europa enfrenta desafios crescentes. Neste ambiente dinâmico, as máquinas de construção usadas estão a ganhar importância. Surplex, uma das principais casas de leilões industriais da Europa, oferece um leilão no dia 04/01/2024 com uma vasta seleção de maquinaria e acessórios de construção compactos.

    Brand SHARE

    A previsão para a indústria da construção europeia é atualmente baixa, enfrentando custos crescentes, altas taxas de juro e uma diminuição nas encomendas. Uma recuperação só é esperada em 2025. Em tempos tão difíceis, as máquinas de construção usadas estão cada vez mais em foco, principalmente devido aos seus preços mais baixos em comparação com as novas.

    Outro efeito do enfraquecimento da economia da construção é a crescente popularidade das máquinas de construção menores. Num mercado onde os orçamentos são mais apertados e a procura por soluções rentáveis aumenta, as máquinas de construção mini e compactas oferecem uma alternativa atraente. Elas destacam-se pelo seu menor preço de aquisição e custos operacionais mais baixos em comparação com as suas maiores contrapartes.

    Diversidade de aplicações de maquinaria de construção mini e compacta

    Estas máquinas compactas não só oferecem vantagens em termos de custos de aquisição, mas também impressionam pela sua versatilidade e eficiência em projetos de construção menores e em ambientes urbanos apertados. O seu pequeno tamanho e grande manobrabilidade tornam-nas ideais para situações onde o uso de máquinas maiores seria impraticável ou não rentável. As máquinas de construção mini e compactas são usadas numa variedade de tarefas, desde trabalhos de jardinagem e paisagismo até pequenas demolições e projetos de renovação. Além disso, são capazes de operar em ambientes inacessíveis a máquinas maiores, tornando-as uma adição essencial para muitas empresas de construção.

    Máquinas de construção usadas para a otimização eficiente de custos

    Assim, o mercado de máquinas usadas também oferece à indústria da construção a oportunidade de adquirir equipamentos de alta qualidade a preços mais económicos. Uma dessas plataformas para o comércio de máquinas de construção usadas é a Surplex.com. No dia 04/01/2024, termina um leilão com uma seleção de máquinas de construção mini e compactas em França. A gama oferecida inclui máquinas de marcas reconhecidas como Volvo, JCB, Kubota e Bobcat. Este leilão destacará cerca de 20 máquinas e equipamentos de alta qualidade. Entre os destaques incluem-se:

    • Carregadeira KRAMER-WERKE 357
    • Carregadeira compacta sobre rodas VOLVO L 30G Z
    • Telescópica JCB 535V140
    • Mini-escavadora KUBOTA U 48-4
    • Empilhador MANITOU MH20-4T
    • Mini-dumper AUSA D 350 AHG
    • Carregadora compacta BOBCAT S70

    Além disso, a oferta de leilão também inclui acessórios de maquinaria de construção como martelos, bem como suprimentos de obra como compressores, palcos e mastros de iluminação. Estas máquinas são bem mantidas e podem ser inspecionadas – mediante acordo – na sua localização no departamento de Pas-de-Calais, no norte de França.

    Surplex, com a sua rede comercial global, é sinónimo de qualidade e fiabilidade no comércio internacional de máquinas usadas. A empresa não só oferece uma vasta gama de máquinas e equipamentos, mas também é conhecida pelo seu completo serviço ao cliente. Isto inclui assistência na gestão do transporte e trâmites aduaneiros, garantindo que compradores de todo o mundo possam beneficiar da nossa oferta, independentemente da sua localização.

    As máquinas de construção compactas usadas são uma solução eficiente e económica para as necessidades da construção moderna – ideais para uso em locais de obras estreitos e em projetos de construção versáteis. (© Surplex)

     

    Prontas para o seu uso em diversos projetos de construção por toda a Europa: uma ampla seleção de máquinas de construção mini e compactas estará disponível no leilão de 04/01/24 em Surplex.com. (© Surplex)

     

     

     

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    Elimine a humidade por ascensão capilar com argamassas de Cal Hidraúlica 100% Natural MORCEM CAL do Grupo PUMA

    É muito comum em edifícios antigos encontrar danos causados pela humidade na parte inferior das paredes em contato com o solo. Isto ocorre porque estes edifícios não têm um sistema de impermeabilização nas suas fundações, deixando esses elementos construtivos em contato direto com a água contida no solo e os sais que ela contém desde o sedimento.

    Brand SHARE

    Para combater esse problema, devemos proporcionar à parede afetada uma maneira de evaporar rapidamente a água que se está a acumular ou, na medida do possível, interromper a ascensão da água do solo, e isso é conseguido com a aplicação de argamassas de cal macroporosas e a injeção de produtos em pasta na base da parede.

    No GRUPO PUMA, é proporcionada uma linha completa de produtos que nos ajudarão a obter os melhores resultados: a gama MORCEM CAL de argamassas de cal hidráulica 100% natural.

    Para proporcionar a respirabilidade necessária às paredes afetadas pela humidade por ascensão capilar, o procedimento e os materiais necessários são os seguintes:

    1) Sanear a parede removendo qualquer resíduo de tinta e argamassa antiga 50 cm acima da linha afetada, deixando o suporte à vista.
    2) Aplicar uma primeira camada de Morcem Cal Base para regularizar o suporte e otimizar o uso de material nas camadas seguintes.
    3) Aplicar as camadas de Morcem Cal Porógeno necessárias até atingir a espessura desejada (pelo menos 2 cm de espessura).
    4) Aplicar uma última camada de Morcem Cal Acabado para obter uma textura mais lisa, se desejado, e, caso seja pintado, usar Pumacril Revestimento Silicato para preservar a respirabilidade do sistema.

    Se desejar atenuar a ascensão de humidade do solo, recomendamos o seguinte sistema:

    1) Realizar perfurações na parte inferior do suporte, a não mais de 30 cm, e separadas por 8 a 12 cm entre si. Fazer a perfuração 5 cm menor que a espessura do suporte (não é recomendado para suportes com mais de 50 cm de espessura).
    2) Injetar o produto Morcem Mur Stop nas perfurações realizadas.
    3) Aplicar o sistema descrito no parágrafo anterior para conferir respirabilidade suficiente ao suporte para evacuar a humidade residual que possa ultrapassar a barreira realizada.

    Seguindo essas instruções, proporcionamos às nossas paredes existentes em edifícios antigos com problemas de humidade capilar saúde e bem-estar, eliminando a contaminação do ar interior dos nossos ambientes causada pelos ácaros que essas humidades acabam por gerar nos elementos construtivos.

     

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    Schindler regressa com segunda edição “Women Back to Business”

    Pelo segundo ano, a Schindler promove o “Woman Back to Business”, programa direcionado a mulheres residentes em Portugal e Espanha que decidiram interromper a sua carreira profissional devido a motivos pessoais, por um período de tempo entre 3 a 10 anos. Os postos de trabalho que a Schindler oferece estão relacionados com as áreas comercial, de atendimento ao cliente e de operações.

    Brand SHARE

    Após uma pausa de sete anos na carreira, Catarina Sêrro não poderia estar mais feliz quando em 2021 regressou ao mundo empresarial como chefe comercial da Schindler, em Lisboa. Para tal acontecer, bastou candidatar-se a uma das vagas do “Women Back to Business” da Schindler, tendo sido uma das escolhidas.

    “Durante os primeiros seis meses, estive em formação num horário de trabalho flexível, de modo a conseguir conciliar com a minha vida familiar. Após este período, integrei a empresa e, neste momento, tenho um plano de carreira adaptado aos meus interesses e capacidades pessoais, com acesso às mesmas vantagens que os restantes colaboradores”, destacou a candidata Catarina Sêrro.

    Nadia Peiro voltou ao mercado de trabalho, como chefe técnica de zona da Schindler, em Valência. Graças à iniciativa da Schindler Iberia, foi possível realizar uma formação específica de acordo com o seu perfil, e entrar numa empresa multinacional que aposta no desenvolvimento das suas competências profissionais, depois de 12 anos dedicados à família.

    Face ao sucesso da primeira edição, em que contaram com 617 candidaturas, a Schindler Iberia relança este programa destinado às mulheres residentes em Portugal e Espanha. O objetivo do “Women Back to Business” visa dar uma nova oportunidade a todas as profissionais que, por motivos pessoais, decidiram interromper as suas carreiras e que agora pretendem voltar a trabalhar. A iniciativa oferece admissão na empresa através de postos de trabalho relacionados com as áreas comercial, de atendimento ao cliente e de operações.

    “Como parte do nosso compromisso com a inclusão e a igualdade, a Schindler concebeu o Programa Schindler Women Back to Business para dar uma nova oportunidade às mulheres que, por motivos pessoais, interromperam a sua carreira profissional há alguns anos e gostariam de regressar ao mercado de trabalho. Pretendemos oferecer um emprego sólido e estável, numa empresa multinacional especializada no transporte vertical, com mais de 140 anos de história, presente em mais de uma centena de países e que conta com mais de 66.000 colaboradores em todo o mundo”, reforçou Gemma Baz, Diretora de Recursos Humanos da Schindler Iberia.

    Ainda que o programa valorize de forma individual todas as solicitações, “Women Back to Business” está especificamente direcionado para as mulheres que abandonaram os seus empregos por questões de índole pessoal, por um período entre três e dez anos, que contem com uma experiência mínima de cinco anos em grandes empresas nacionais ou internacionais e que possuam um bom nível de inglês, B2, requisito obrigatório.

    Além disso, valorizam-se as candidatas que residam ou tenham acessibilidade facilitada às grandes cidades de Portugal e Espanha, como Lisboa ou Porto e, no caso de Espanha, Madrid e Barcelona.

    Fases do programa

    Após o recrutamento, as mulheres selecionadas começarão um período de formação de seis meses com flexibilidade, de forma a que lhes seja possível conciliar a sua vida pessoal com o regresso à atividade laboral. Nesta fase conhecerão o modelo de negócio da Schindler, terão contacto com as ferramentas tecnológicas com que irão trabalhar e formar-se-ão, tanto na área, como no posto de trabalho que venham a incorporar. Quando estiver finalizado o período de formação inicial, as participantes passarão a fazer parte da estrutura da empresa, desempenhando funções específicas nos departamentos em que sejam colocadas. Todas terão acesso às mesmas vantagens que os restantes colaboradores, da mesma forma que terão possibilidade de disfrutar do prémio anual de acordo com a concretização de objetivos e de contar com um plano de carreira adaptado aos seus interesses e às suas capacidades pessoais.

    O lançamento do programa “Women Back to Business” responde ao compromisso que a Schindler Ibéria tem com a inclusão e a diversidade e na aposta, a todos os níveis, pela igualdade da mulher.

    https://schindlerwomenbacktobusiness.es/pt-pt/  

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    Grupo Preceram na XI Semana da Reabilitação Urbana do Porto

    A SEMANA DA REABILITAÇÃO URBANA realiza-se nas Caves Ferreira – Cais de Gaia, nos dias 6, 7 e 8 de novembro, e conta com o apoio e participação das empresas do Grupo Preceram

    Brand SHARE

    O maior evento sobre a reabilitação e regeneração urbana com uma visão ainda mais ampla sobre a construção sustentável, leva a Vila Nova de Gaia, três dias de conferências, exposições e diversas sessões paralelas.

    Organizado pela revista Vida Imobiliária, a Semana da Reabilitação Urbana afirma-se como o mais importante evento nacional de ativação do movimento de regeneração e renovação urbanística em Portugal, contribuindo para uma cidade mais reabilitada, mais rica, mais inclusiva e onde todos possamos viver com mais qualidade!

    Neste momento em que já todos compreendemos a importância de uma intervenção urgente nos edifícios, de forma a torná-los mais confortáveis e menos consumidores de energia, o Grupo Preceram marcará presença no evento, onde irá promover as diversas soluções para construção e reabilitação que tem vindo a desenvolver.

    Destaque para o isolamento pelo interior com os sistemas em placas de gesso Gyptec e lã mineral Volcalis, que oferecem uma excelente capacidade de isolamento térmico, mas também acústico.

    Destaque também para a nova biblioteca de paredes, constituída por soluções desenvolvidas em parceria com o ITeCons, desenhadas para edifícios de consumo quase nulo (nZEB) e compostas por materiais produzidos em Portugal.

    Uma das tendências em crescimento é também a requalificação das coberturas – tanto no topo dos edifícios como ao nível da laje de teto das caves – em espaços verdes. As coberturas verdes trazem inúmeras vantagens à cidade, ao edifício e ao utente: redução da ilha de calor, amortecimento do pico das cheias, proteção da impermeabilização, aumento do isolamento térmico e acústico, melhoria da qualidade do ar, valorização do imóvel e melhor qualidade de vida.

    Neste campo temos a argila expandida que produzimos na nossa fábrica em Oliveira do Bairro, a Nexclay, que é uma componente fundamental destas coberturas vivas, e também das hortas urbanas, na camada de drenagem e no substrato.

    06 NOV | 11:45 – 13:00

    CONSTRUÇÃO MAIS EFICIENTE: COMO REDUZIR OS CUSTOS?

    O Grupo Preceram faz parte do painel de oradores e é coorganizador da sessão inaugural do evento, onde se irá debater como reduzir custos na construção. Ávila e Sousa, Diretor Técnico e Marketing do Grupo Preceram será o moderador desta sessão que decorre no dia 6 de novembro a partir das 11h45.

    Sinopse: Desafios como a falta de mão de obra e o preço dos materiais de construção, são apontados como os principais constrangimentos à atividade das empresas do setor da construção e do imobiliário. Como pode uma construção mais eficiente reduzir os custos? Qual a relação entre um bom projeto e a economia dos preços? Como contratar uma obra a preços controlados?

    07 NOV | 11:45 – 13:00

    REABILITAÇÃO DE CONDOMÍNIOS E A OPORTUNIDADE DOS FUNDOS DE APOIO

    Ávila e Sousa irá representar o Grupo Preceram nesta sessão que decorre no dia 7 de novembro a partir das 11h45. Os produtos do Grupo Preceram, nomeadamente a lã mineral Volcalis, as placas de gesso Gyptec e a argila expandida Argex, produtos portugueses e ecológicos, são ideais para implementar melhorias térmicas, e são elegíveis para o Programa de Apoio a Condomínios Residenciais.

    Sinopse: Os programas de apoio à eficiência energética chegaram aos condomínios residenciais. Uma oportunidade para melhorar o conforto térmico, reduzir a fatura energética e renovar o parque habitacional existente. Do isolamento térmico das fachadas, coberturas e pavimentos, conheça o potencial e as fragilidades deste programa de apoio.

    Sessão exclusiva Grupo Preceram na SRU Porto

    08 NOV | 14:30 – 15:15

    SOLUÇÕES PARA (RE)CONSTRUÇÃO RÁPIDA E SUSTENTÁVEL | A EXCELÊNCIA INVISÍVEL

    Dia 8 de novembro às 14h30 o Grupo Preceram apresenta soluções para (re)construção rápida e sustentável.

    Sinopse: No mundo da arquitetura há algo que muitas vezes passa despercebido, algo que é invisível aos olhos, mas absolutamente essencial. Nas obras verdadeiramente excecionais, por trás da beleza visível está a excelência invisível, que proporciona o conforto, a eficiência e a qualidade de vida.

    Saiba quais são e como escolher os sistemas construtivos e soluções de isolamento para reduzir os gastos energéticos nos edifícios. Conheça os contributos dos produtos e soluções do Grupo Preceram para a construção modular industrializada.

    Participe! As inscrições são gratuitas, mas sujeitas a registo.

    Nesta 11ª edição não perca a oportunidade de assistir aos debates, conhecer a opinião dos especialistas convidados, ficar a par das grandes alterações introduzidas pelo pacote de medidas “Mais Habitação”, conhecer exemplos ímpares de inovação na senda da sustentabilidade e eficiência energética, e conhecer algumas das grandes obras que vão marcar as nossas cidades nos próximos anos.

    DATA: 06, 07 e 08 de novembro

    LOCAL: CAVES FERREIRA, CAIS DE GAIA

    Av. de Ramos Pinto 70, 4400-082 Vila Nova de Gaia (Direções)

    Toda a informação sobre o evento, agenda e inscrições AQUI.

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    Photo by Blue Bird | Pexels

    Apartamentos: como financiar a sua renovação de sonho?

    De acordo com o Eurostat, 46% dos portugueses vivem num apartamento, tipologia de habitação que, em muitos casos, não recebe uma requalificação/renovação desde o dia em que foi inaugurada. Com uma grande parte do edificado a pertencer aos anos 70 e 80, é natural que os nossos apartamentos estejam fechados e não nos ofereçam o… Continue reading Apartamentos: como financiar a sua renovação de sonho?

    Brand SHARE

    De acordo com o Eurostat, 46% dos portugueses vivem num apartamento, tipologia de habitação que, em muitos casos, não recebe uma requalificação/renovação desde o dia em que foi inaugurada.

    Com uma grande parte do edificado a pertencer aos anos 70 e 80, é natural que os nossos apartamentos estejam fechados e não nos ofereçam o conforto que esperamos. Face a isto, a solução passa por uma renovação, mas com que dinheiro?

    Esta é, se assim a podemos colocar, a pergunta do “milhão de dólares”. Os custos de renovação de um apartamento podem, em face das necessidades, serem bastante altos para o dinheiro que temos poupado ou para aquilo que os nossos rendimentos permitem, colocando-nos numa posição em que temos de procurar uma solução de financiamento alternativo.

    É aqui que entra um tipo de crédito pessoal muito específico: o crédito para obras.

    O que é o Crédito para Obras?

    Tal como o crédito para férias ou o crédito automóvel, o crédito Obras ou crédito para obras é um tipo de crédito pessoal que, como o nome indica, tem uma finalidade específica e oferece montantes, prazos de reembolso e taxas de juro mais em linha com as necessidades de quem quer renovar a sua habitação.

    Para se perceber o que é que este tipo de crédito oferece, vejamos a solução de crédito para obras da Credibom, instituição de crédito “Escolha do Consumidor” e “marca 5 Estrelas” pelos serviços financeiros de qualidade oferecidos aos consumidores portugueses.

    Em termos práticos, a solução crédito Obras e pequenas renovações da Credibom oferece-nos montantes de financiamento que se situam entre os 5 mil e os 50 mil euros, prazos de pagamento entre 24 e 84 meses, taxas de juro competitivas (TAN de 11,60% a 12,60% e TAEG desde 14,40%), isenção de comissão de abertura de contrato, possibilidade de seguro facultativo de proteção ao crédito e flexibilidade na escolha da data de débito da prestação.

    Para além de prestações e taxas de juro fixas, o crédito para obras Credibom garante a rapidez de contratação que o consumidor do séc. XXI exige, já que todo o processo de contratação é 100% digital (embora a aprovação esteja sujeita à apresentação do orçamento detalhado das obras a efetuar).

    Melhor do que explicar em termos teóricos como funciona o crédito para obras da Credibom e como pode ser contratado, vamos apresentar-lhe um exemplo prático, o exemplo da Joana e do Pedro, recém-casados que acabaram de comprar um apartamento.

    Como contratar um crédito para obras: exemplo prático

    Depois de muita pesquisa, a Joana e o Pedro encontraram um apartamento a que podem, de ora em diante, chamar lar. Contudo, este “lar” está a precisar de algumas obras para que se adeque aquilo com o casal sonha.

    Feitas as contas, todas as obras para tornar o seu apartamento num verdadeiro ninho de amor irá custar ao nosso simpático casal a módica quantia de 20 mil euros. Como esta é uma quantia demasiado generosa para o bolso destes dois recém-casados, a Joana e o Pedro decidem procurar um crédito para obras online através dos seus smartphones.

    Depois de googlar o termo “crédito para obras” e clicar no “enter”, o nosso casal depara-se com uma lista de resultados onde pontifica a proposta de crédito da Credibom. Decidem clicar nela.

    Logo após entrarem na página dedicada ao crédito para obras e pequenas reparações da Credibom, a Joana e o Pedro encontram, de imediato, um simulador de crédito online que lhes permitirá calcular o valor da prestação para limites de financiamento entre os 10 mil e os 50 mil euros e prazos de reembolso entre os 24 e os 84 meses.

    Como pretendem pedir 20 mil euros e reembolsá-los em 84 meses, o simulador dá-lhes um resultado de 364,97 euros de prestação mensal (TAN:12,60%; TAEG:14,60%).

    Esta prestação está dentro das possibilidades económicas das nossas personagens e, como tal, eles decidem-se a partir para a sua contratação.

    Sem deixarem a página, eles clicam na barra “Fazer pedido” que os vai encaminhar para o preenchimento de um formulário online a que devem adicionar os documentos exigidos. Uma vez submetido o pedido, a Credibom irá analisá-lo prontamente e, quando aprovado, o casal Joana e Pedro vão poder contar com os 20 mil euros na conta bancária que indicaram no prazo de dois dias úteis.

     

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    default

    BEELT reforça presença no Algarve com a abertura de um novo estaleiro

    Investimento estratégico em resposta à crescente procura no mercado algarvio.

    Brand SHARE

    A Beelt, empresa de construção civil que atua maioritariamente no setor residencial, deu mais um passo no sentido da sua fixação no mercado algarvio, através da aquisição de um estaleiro onde irá fixar a sua base operacional para a região. Este investimento estratégico reflete o compromisso da Beelt em fortalecer sua presença num mercado que se revelou crucial para o crescimento da empresa e no qual a aposta será crescente.

    A Beelt detém já um vasto conhecimento do mercado do Algarve, tendo sido identificadas diversas oportunidades de crescimento, a par com o crescente número de processos para o qual a empresa tem estado a ser consultada.

    Neste momento a Beelt está a entrar na reta final da obra Simple Vilamoura, na qual demonstrou capacidade de resposta aos padrões exigidos pelo cliente. Tendo em consideração o número de obras em pipeline, a empresa sentiu a necessidade de ter uma resposta operacional local totalmente autónoma de forma a tornar-se mais competitiva e consistente.

    “A decisão de nos fixarmos localmente é muito importante na medida em que é um mercado estrategicamente relevante, no qual nos queremos tornar uma referência no sector. É um mercado em grande transformação, com níveis de exigência muito elevados, o que significa que para darmos o nível de resposta a que nos propomos temos de estar dotados de todas as condições necessárias.”, afirma a Beelt ao Jornal Construir.

    Para mais informações sobre a Beelt e seus projetos no Algarve e no resto do país, visite www.beelt.pt.

    Sobre a Beelt

    A Beelt é uma empresa de construção civil especializada em construção e reabilitação, presente nos mercados do centro e sul do país.

    Dotada de uma equipa técnica multidisciplinar com anos de experiência acumulada e dos recursos necessários à correta execução de projetos com elevado nível de complexidade, a Beelt é uma empresa sólida que tem vindo a responder aos desafios dos seus clientes de forma profissional e consistente.

    #wemakeitwork

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos

    Jantar Pôr-do-Sol

    Restaurante Zimbral

    Um passeio gastronómico com história

    Brand SHARE

    O Restaurante “Zimbral”, do Hotel Casa Palmela, propriedade que remonta ao Sec. XVII, encontra-se em pleno Parque Natural da Arrábida apenas a 40 km de Lisboa.

    A cozinha é da responsabilidade do Chef Mauro Álison e a oferta vínica, elaborada pelo Maître Alexandre Santos, condiz com a região da Península de Setúbal e demais regiões do país.

    No Zimbral podemos contar com a total integração de toda a produção que provem da Horta da Quinta, permitindo uma frescura e qualidade sustentável aos pratos que ali são confecionados e respeitando a sua sazonalidade.

    O conceito dos pratos do Restaurante é a cozinha de sabor com inspiração Portuguesa, Africana e Asiática, resultado das raízes do Chef que, embora de nacionalidade portuguesa, dá origem à descoberta de novos paladares.

    Venha conhecer a Casa e disfrutar desta experiência à nossa mesa.

    Mais informação aqui

     

    Sobre o autorBrand SHARE

    Brand SHARE

    Mais artigos
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB

    Navegue

    Sobre nós

    Grupo Workmedia

    Mantenha-se informado

    ©2021 CONSTRUIR. Todos os direitos reservados.