Edição digital
Assine já

FLEXOTERM®

ISOLAMENTO TÉRMICO E ACÚSTICO DE CAIXAS DE ESTORE PARA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA SUPERIOR

Brand SHARE

FLEXOTERM®

ISOLAMENTO TÉRMICO E ACÚSTICO DE CAIXAS DE ESTORE PARA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA SUPERIOR

Brand SHARE
Sobre o autor
Brand SHARE
Artigos relacionados
Zome debate Habitação & Mediação
Imobiliário
Coimbra é a próxima paragem da iad Open Session Tour
Imobiliário
Quadrante cria Centro de Excelência BIM
Engenharia
Grupo ACO marca presença na Smagua 2023
Empresas
Domes Lake Algarve reabre em Abril depois de renovação total
Imobiliário
Casais abre 103 vagas para reforçar equipas em Angola
Construção
Manitou Group e Kiloutou assinam parceria com impacto na sustentabilidade
Empresas
Serris REIM reforça portefólio com aquisição de 1,7M€ em Oeiras
Imobiliário
Xylem marca presença na ISH 2023
Empresas
Bebedouro inclusivo da Larus entre o melhor design ibero-americano
Empresas

A REPRESTOR propõe-lhe uma solução descomplicada e competitiva para isolamento térmico e acústico de caixas de estore – o FLEXOTERM –, que irá proporcionar um conforto superior no interior da sua casa, bem como uma poupança energética significativa.

O aumento dos custos energéticos, bem como o aumento gradual de uma consciência ambiental, conduziram à necessidade emergente de encontrar uma solução que permitisse combater o desperdício de energia e as emissões de CO2.

O FLEXOTERM foi desenvolvido para eliminar as pontes térmicas de caixas de estores de enrolar mais antigas ou não isoladas, otimizar a respetiva eficiência energética e o conforto dos edifícios. De acordo com certificados de testes independentes, o desperdício de energia de caixas de estores de enrolar mais antigas pode ser reduzido até 66%, enquanto o isolamento acústico das caixas pode aumentar até 6 dB.

O FLEXOTERM é concebido em materiais flexíveis e de fácil manuseamento. Resulta da sobreposição de diferentes camadas de poliestireno, que originam uma placa facilmente moldada e aplicada na cavidade de enrolamento da caixa do estore, em virtude do corte em forma de «T» na camada exterior.

Qualquer seja o tipo de caixa ou cavidade de enrolamento do estore, o FLEXOTERM ajusta-se às dimensões necessárias, estando disponível em placas com comprimento de 1000 mm, duas opções de largura (790 ou 500 mm) e espessura (13 ou 25 mm).

Para mais informações contacte-nos ou aceda a www.represtor.com

Represtor, uma visão de futuro.

Artigos relacionados

Investimento e desenvolvimento da eficiência: fatores incontornáveis para a Schindler

A resposta para um mundo mais eficiente reside efetivamente numa aposta na
inovação como meio para alcançar produtos mais sustentáveis.

Brand SHARE

Uma das líderes mundiais em mobilidade urbana e transporte vertical, na Schindler as nossas soluções de mobilidade urbana transportam diariamente mais de mil milhões e meio de pessoas em todo o mundo. Por isso temos um forte e firme compromisso com a qualidade e uma atenção inflexível à segurança. Os nossos valores estão subjacentes a tudo o que fazemos e são fundamentais para mantermos a nossa posição na indústria da mobilidade.

O nosso objetivo passa sempre por oferecer um valor inigualável aos nossos Clientes e para isso temos que acrescentar qualidade e performance a todos os edifícios com que trabalhamos hoje em dia e estar preparados para fazer com que os edifícios do futuro, ainda mais complexos, funcionem melhor.

Os maiores desafios com que atualmente a Schindler se confronta prendem-se com a responsabilidade e a capacidade de adaptação no setor em que opera. Para se manter na vanguarda da inovação e da qualidade, apostamos numa linha de produtos suscetíveis de obter classificação “A”, a mais elevada em eficiência energética, como resultado da utilização de tecnologia de recuperação de energia, o que permite aumentar o valor do imóvel no mercado atual e melhorar consideravelmente as condições de conforto para os utilizadores.

Temos sempre em mente que as opções do futuro devem ser sustentáveis, devendo incorporar inovação, pelo que o investimento e o desenvolvimento da eficiência são fatores incontornáveis para a Schindler. O resultado é uma geração de variadores de frequência com regeneração, com os quais se recupera energia, adicionando uma poupança extra. Deste modo, a empresa reformulou toda a produção, de modo a obter níveis de sustentabilidade elevados, durante todas as fases de desenvolvimento dos produtos, realizando avaliações do ciclo de vida dos componentes, para uma melhoria contínua da rentabilidade e disponibilidade do equipamento.

Por outro lado, a preocupação pelo meio ambiente converteu-se numa necessidade primordial que vai além do desenvolvimento de produtos e serviços, mas também em aspetos como a análise do ciclo de vida ou da pegada de carbono. A sustentabilidade não pode ser apenas um statement corporativo, mas um compromisso sério com a sociedade, planeta e as gerações futuras. É por este motivo que neste campo de atuação a Schindler planeia e implementa soluções concretas, que sejam mensuráveis. Procuramos a redução da pegada de carbono através da frota mundial de veículos, sendo que nos últimos anos a Schindler conseguiu reduzir a emissão de carbono face aos anteriores. Esta preocupação ambiental reflete-se de uma forma natural mas com um total alinhamento de todo o Grupo Schindler. Do nosso ponto de vista, a tecnologia é o principal motor do desenvolvimento sustentável. E como temos referido, a aposta está na interligação entre digitalização e descarbonização para, em conjunto com os nossos Clientes, moldarmos as cidades do futuro, proporcionando uma mobilidade urbana inteligente e sustentável. Concretamente, cada nova geração de produtos Schindler proporciona maior eficiência energética e de recursos.

Neste sentido, os nossos equipamentos de transporte vertical mais inteligentes são capazes de gerir o tráfego de pessoas num edifício, com o intuito de distribuir os fluxos de passageiros de forma mais apropriada, reduzindo as viagens desnecessárias e, consequentemente, a utilização de energia. Do mesmo modo, também é possível ativar modos ECO, que reduzem o consumo do equipamento quando o fluxo de pessoas é menor, sendo que existem também ferramentas regenerativas capazes de recuperar parte da energia investida na movimentação dos sistemas. Por outro lado, com o objetivo de cumprir o seu papel para ajudar a limitar o aumento da temperatura global a 1,5oC, a Schindler definiu em junho deste ano, objetivos a curto e longo prazo para atingir zero emissões de gases de efeito estufa até 2040.

Ao longo dos anos, temos vindo a apostar na digitalização dos nossos ascensores e escadas rolantes e a aplicar a Internet das Coisas aos equipamentos que instalamos em todo o mundo.

Atualmente, os elevadores Schindler, além de construídos com materiais e componentes mais eficientes e sustentáveis, consomem já pouca energia, sendo que conseguimos mesmo devolver parte dela à rede elétrica. Isso acontece porque a nossa procura permanente por inovação resultou numa nova geração de variadores de frequência regenerativa. Além disso, realizamos avaliações do ciclo de vida dos equipamentos durante o seu desenvolvimento para podermos melhorar continuamente o seu desempenho ambiental. No final de vida útil, o equipamento pode ser reciclado em aproximadamente 95%. Por isso, a resposta para um mundo mais eficiente reside efetivamente numa aposta na inovação como meio para alcançar produtos mais sustentáveis. E é isso que pretendemos continuar a fazer em 2023.

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos

CFS (𝗖𝗼𝗻𝗰𝗿𝗲𝘁𝗲 𝗙𝗹𝗼𝗼𝗿𝗶𝗻𝗴 𝗦𝗼𝗹𝘂𝘁𝗶𝗼𝗻𝘀)

MAPEI

Brand SHARE

CFS (𝗖𝗼𝗻𝗰𝗿𝗲𝘁𝗲 𝗙𝗹𝗼𝗼𝗿𝗶𝗻𝗴 𝗦𝗼𝗹𝘂𝘁𝗶𝗼𝗻𝘀) é a nova proposta Mapei para pavimentos industriais de betão.

Uma gama de produtos destinada a todos os profissionais envolvidos na realização de um pavimento de betão: empreiteiros gerais, projetistas, empresas de construção e instaladores.

A CFS oferece produtos e serviços para todas as fases de trabalho. A fiabilidade e perícia da Mapei ao serviço dos profissionais.

Saiba mais sobre a gama CFS aqui

 

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos

Relatório de Sustentabilidade

MAPEI

Brand SHARE

Crescimento constante em termos de faturação e colaboradores, um compromisso verdadeiro com a sustentabilidade e um conjunto de análises que, pela primeira vez, abrange toda a Europa.

O sexto Relatório de Sustentabilidade marca novas metas importantes para o Grupo Mapei, cujos números mostram uma estratégia corporativa de sucesso, mesmo em tempos difíceis.

Um compromisso de apresentar um relatório anual sobre os seus próprios valores corporativos e o seu desempenho ambiental, social e económico de forma transparente.

Saiba mais no nosso website em aqui

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos

A caixa de derivação estanque da Hensel: Uma história de sucesso!

A Hensel desenvolveu a caixa de derivação “ENYCASE” para uma proteção superior contra a humidade, resistência ao impacto e às poeiras.

Brand SHARE

 

Os produtos Hensel garantem a máxima segurança sempre que as condições ambientais de pó e humidade coloquem elevados requisitos nas instalações elétricas.

De acordo com o projeto, selecione a caixa mais indicada:

  • Para espaços interiores em ambientes normais e exteriores protegidos
  • Para espaços exteriores com resistência a intempéries
  • À prova de água, para enchimento
  • Aprovadas para integridade funcional em ambiente de fogo e para integridade de isolamento

A CAIXA DE DERIVAÇÃO DA HENSEL: VERSATILIDADE, ROBUSTEZ E FLEXIBILIDADE

 

Vantagens funcionais das caixas Hensel:

Entrada de cabos versátil: inserção e vedação simples

  • Entrada de cabos através de membranas elásticas integradas para uma rápida eletrificação com índice de proteção até IP66.
  • Possibilidade de colocação de bucins como alternativa, removendo as membranas elásticas e o anel de expansão.
  • Entrada de cabos pela base da caixa.

 

Tecnologia moderna de ligadores: inovadora e flexível

  • Mais espaço para eletrificação.
  • Diferentes posições de ligadores.
  • Possibilidade de colocação de dois ligadores.
  • Todos os bornes com 2 pontos de ligação por polo.
  • Ligadores compatíveis com diferentes tipos de secções e condutores.

 

Muitos acessórios para uma instalação perfeita

  • Acessório de fixação contra a queda e perda da tampa.
  • Abas de fixação laterais fornecidas em todas as referências.
  • Fecho rápido com um quarto de volta.
  • Personalização de etiquetas via Internet.

 

CAIXAS DE DERIVAÇÃO DK  – PARA A INSTALAÇÃO PROTEGIDA

Entrada de cabos através de membranas elásticas integradas ou entradas métricas pré-marcadas:

  • Com membranas elásticas integradas para entrada de cabos até IP66, opcionalmente removíveis para colocação de bucins;
  • Entradas métricas pré-marcadas disponíveis para diferentes tamanhos de bucins;
  • Índice de proteção: IP66;
  • Material: polipropileno ou policarbonato;
  • Comportamento ao fogo: teste de fio incandescente IEC 60695-2-11:750 ºC, resistente à chama, auto-extinguível;
  • Cor: cinzento, RAL 7035.

 

OUTRAS OPÇÕES DA GAMA DK

KF – Caixas de derivação DK, resistentes a intempéries, para a instalação no exterior

 

  • Entrada de cabos através de entradas métricas pré-marcadas;
  • Testadas de acordo com a VDE, n.º de certificado DNV GL: TAE00000EE
  • Índice de proteção IP 66/IP 67/IP 69 com bucins fornecidos como acessórios, submersão temporária até 1 metro por um período máximo de 15 minuto;
  • Livre de halogéneo: baixa toxicidade, baixa emissão de fumo;
  • Índice de proteção IP 66/IP 67/IP 69 com bucins fornecidos como acessórios, submersão temporária até 1 metro por um período máximo de 15 minuto;
  • Livre de halogéneo: baixa toxicidade, baixa emissão de fumo

WP – Caixas de derivação DK para submersão na água até 20 metros

  • Entrada de cabos através de entradas métricas pré-marcadas;
  • Índice de proteção não aplicável: para caixas de derivação completamente vedadas, o índice de proteção IP não é aplicável de acordo com a norma DIN EN 60529;
  • Gel de vedação para enchimento adequado ao produto: a quantidade de gel de vedação necessário, estando sempre ajustado à caixa – não deve ser colocado em falta ou em excesso;
  • Medições e reajustes: a tampa pode ser retirada para efetuar medições. O gel de vedação pode ser retirado facilmente para reparações ou inspeções subsequentes, sem oxidação dos terminais;
  • Material: Policarbonato com GFS Comportamento ao fogo: teste de fio incandescente de acordo com IEC 60695-2-11: 960 °C, retardador de chama, auto-extinguível;
  • Cor: cinzento, RAL 7035 ou preto, RAL 9011.

 

FK – Caixas de derivação DK com integridade funcional

  • Entrada de cabos através de entradas métricas pré-marcadas;
  • Integridade funcional de acordo com a Norma DIN 4102, parte 12, em combinação com os cabos com retenção funcional;
  • Integridade de isolamento PH120 de acordo com a Norma BS EN 50200 em combinação com cabos isolados com retenção; Parafusos de fixação, ligador em cerâmica resistente a elevadas temperaturas E30 a E90 e bucins incluídos em todas as referências da gama;
  • Entradas métricas pré-marcadas disponíveis para diferentes tamanhos de bucins;
  • Material: Policarbonato com GFS;
  • Cor: cor de laranja, RAL 2003.
Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos
Engenharia

Câmara de Aveiro lança concurso para postos de carregamento de ferry por 1,3M€

Os sistemas de carregamento, que ficarão localizados em plataforma específicas instaladas em zona próxima aos Cais de atracação do navio, em São Jacinto e no Forte da Barra, poderão ser operados por sistema automático ou manualmente, factor por demais importante na operacionalidade das travessias e no cumprimento dos horários dos transportes fluviais de Aveiro

CONSTRUIR

O Executivo Municipal de Aveiro deliberou autorizar a abertura do Concurso Público que vai permitir a execução dos sistemas de carregamento para operação do novo Ferryboat 100% Elétrico, na ligação entre São Jacinto e o Forte da Barra, pelo valor base de 1.330.000€.

O lançamento do Concurso Público acontece depois de, na mesma Reunião, o Executivo Camarário ter aprovado o projeto de execução dos sistemas de carregamento para o novo Ferryboat que teve um custo de 130 mil euros.

O Projeto de Execução permitiu definir com exatidão as necessidades para construção dos sistemas de carregamento, nos dois cais de atracação. Esta decisão teve por base a informação técnica conhecida (que é escassa) sobre os carregadores elétricos a instalar em navios (em nada semelhante ao sistema utilizado em automóveis) e nas condições da Ria de Aveiro.

Os sistemas de carregamento, que ficarão localizados em plataforma específicas instaladas em zona próxima aos Cais de atracação do navio, em São Jacinto e no Forte da Barra, poderão ser operados por sistema automático ou manualmente, factor por demais importante na operacionalidade das travessias e no cumprimento dos horários dos transportes fluviais de Aveiro.

O novo Ferryboat 100% Elétrico, a primeira embarcação com esta característica a ser desenvolvida inteiramente em Portugal, está a ser construída pelo Grupo ETE para a CMA num investimento da Autarquia de 7.326.490,13€, para integrar a operação da Aveirobus.

O navio vai contribuir com zero emissões de CO2, o que permitirá a redução da emissão de cerca de 300 toneladas de CO2 libertadas pelo atual modelo, reduzindo igualmente em cerca de 30% o consumo energético. Aos baixos níveis de ruído e ao conforto para os passageiros introduzidos por esta embarcação alia-se ainda a capacidade reforçada para o transporte de viaturas (+ 30%) e de passageiros (+ 90%).

Sobre o autorCONSTRUIR

CONSTRUIR

Mais artigos

NURON – A NOVA PLATAFORMA HILTI SEM FIOS QUE VAI REVOLUCIONAR O MERCADO DA CONSTRUÇÃO

A Hilti lançou uma nova plataforma sem fios, a Nuron, que simplifica radicalmente o trabalho em obra, melhora a gestão do parque de ferramentas, impulsiona o desempenho para níveis muito superiores e melhora a proteção da saúde do operador. A Nuron é baseada num único sistema de bateria que abrange todas as aplicações relevantes desde as mais ligeiras às mais intensivas.

Brand SHARE

Nos estaleiros, os clientes muitas vezes deparam-se com o problema da necessidade de diferentes fontes de energia para as suas ferramentas. Existem plataformas sem fios com diferentes tensões para várias aplicações, ferramentas com fio e ferramentas alimentadas a gasolina. Isso leva à procura das ferramentas e baterias certas, implicando múltiplos carregadores, passar cabos e combustível de mistura. Com a Nuron, a Hilti propõe acabar com estes e outros problemas em obra.

Uma só plataforma com um desempenho inigualável

Todas as baterias e carregadores podem ser usadas em todas as ferramentas Nuron, o que é fundamental para otimizar os parques de ferramentas e reduzir os custos das empresas. A plataforma sem fios de 22 volts oferece um desempenho sem precedentes, o que também permite aplicações intensivas que antes se restringiam a sistemas com fio, alimentados a gasolina ou com baterias de alta tensão. A base para isto é a interface da bateria completamente inovadora, exclusiva e patenteada que assegura uma transferência de potência superior à da rede elétrica com fio e, assim, maior desempenho.

As baterias Nuron são mais duradouras e incluem um compartimento novo e robusto, reforçado com fibra de vidro e amortecedores de choque externos o que oferece proteção extra mesmo nas condições mais difíceis. A eletrónica está completamente selada para proteção contra a humidade, poeira e outros contaminantes do local de trabalho.

Ligação à nuvem para aumentar a produtividade

Além disso, a Nuron traz a inteligência para o centro da plataforma – todas as ferramentas geram dados que são armazenados nas baterias e enviados de forma segura para a nuvem em cada carregamento sem interação do operador. Os dados recolhidos incluem informação sobre a utilização da ferramenta, local de carregamento e estado de saúde da bateria, assegurando que os operadores trabalham com baterias em condições ideais. Esta informação pode ser usada para alertar de imediato as pessoas, se for necessária qualquer ação ou pode ser acedida a pedido conforme necessário e ser disponibilizada nas plataformas móvel e de computador através do software de gestão de ativos ON!Track. Juntamente com alguns serviços Hilti, como a Gestão de Frota, os dados da ferramenta podem ser usados para reduzir os períodos de inatividade e otimizar a utilização das ferramentas, aumentando a produtividade do cliente.

Novas funcionalidades para aumentar a saúde e segurança no local de trabalho

O Sistema de Remoção de Pó (DRS) e o Controlo Ativo de Binário (ATC) da Hilti estão agora disponíveis com todas as ferramentas relevantes. A Redução Ativa da Vibração (AVR), outra funcionalidade-chave para o conforto e proteção da saúde, foi expandida para muitas mais ferramentas da plataforma Nuron. Além disso, a conceção de todas as 70 ferramentas que estarão disponíveis no lançamento, a ergonomia, peso e robustez foram otimizados e compatibilizados com as correias de segurança para evitar que as ferramentas caiam ao trabalhar em altura.

As parcerias da Hilti com os profissionais da construção, permitiram desenvolver duas novas tecnologias para segurança acrescida com rebarbadoras ou ferramentas de corte/desbaste. O sistema “3D ATC” desliga a ferramenta e ativa o travão de disco quando existe um movimento súbito, descontrolado em qualquer direção. A mesma função de redução de risco é incluída com o novo sistema “SensTech”, que deteta quando a mão do operador é removida, p. ex., quando a ferramenta cai acidentalmente.

Os produtos da Nuron já estão à venda em Portugal e podem ser encontrados numa loja física ou online, em www.hilti.pt.

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos

Schindler Ahead Conecta: A tecnologia revolucionária para resolução remota de avarias em transporte vertical

A Schindler continua a desenvolver tecnologias inovadoras, neste caso, um sistema para resolução remota de avarias em transporte vertical, Schindler Ahead Conecta.

Brand SHARE

Esta tecnologia revolucionária, que reforça o posicionamento da empresa na vanguarda da indústria de transporte vertical, proporciona um maior conforto e bem-estar aos seus Clientes. Neste caso, Schindler Ahead Conecta é um novo sistema de resolução de avarias à distância, eficiente, rápido e que permite poupar tempo a solucionar as mesmas.

Este sistema baseia-se na monitorização contínua dos equipamentos (todos os que possuem a tecnologia Cube e manobras compatíveis) que enviam informação contínua para o Technical Operation Center (TOC). Desta forma, quando ocorre uma possível falha, o TOC realiza um diagnóstico personalizado que atribui uma ação específica. Em situações em que tal é possível e não há risco físico, é desencadeada uma resolução remota. Se a recuperação não alcançar o seu objetivo, será enviado um técnico que já terá toda a informação sobre o problema.

O inovador sistema Schindler Ahead Conecta consegue aumentar a eficiência do processo de resolução de avarias, reduzindo o tempo de inatividade do equipamento, os tempos de reparação e por vezes até evita a necessidade da deslocação de um técnico. Com este inovador sistema de serviço de avarias, não só revolucionámos a forma de resolver problemas de forma remota, segura e eficiente, como também melhoramos a experiência do Cliente ao proporcionar segurança e confiança, com um serviço rápido e eficaz que, com monitorização constante, nos permite conhecer o estado do equipamento”, refere Antonio Baldellou, Diretor de Instalações Existentes e Modernizações da Schindler Ibéria. Trata-se assim de um serviço integral em melhoria contínua, dado que cada reparação ou incidência num elevador da Schindler recolhe informação para as seguintes.

Para mais informações sobre esta solução, aceder a https://www.schindler.pt/pt/servicos/digitais/conecta

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 CONSTRUIR. Todos os direitos reservados.