Área contratada em Outubro aumentou 14% em relação a 2016

Por a 14 de Novembro de 2017

Em Outubro, a área contratada foi 5% inferior ao registado no mês homólogo do ano anterior, com 11.833 m2 face a 12.504 m2. Ainda assim, entre Janeiro e Outubro de 2017, o mercado teve um desempenho 14% acima de 2016, com 125.304 m2 face aos 110.019 m2.
“A dois meses do final do ano, estamos a cerca de 18.500 m2 de alcançar o registado em 2016, de 143.800 m2 de área contratada. Devido ao facto de muitas transacções serem fechadas nos últimos meses do ano, acreditamos que este valor será ultrapassado, podendo 2017 ser o melhor ano desde 2008”, refere Teresa Cachada, consultora do Departamento Estudos de Mercado da Aguirre Newman.
Até Outubro do corrente ano, foram registadas 218 operações, correspondendo a mais 57 transacções do que em igual período do ano anterior. O maior número de operações verificou-se no Corredor Oeste (Zona 6), com 33% das transacções ocorridas. No extremo oposto, encontramos a Zona Secundária (Zona 4), com onze.
Analisando a distribuição geográfica dos m2 colocados, o Prime CBD (Zona 1) e o Corredor Oeste (Zona 6) foram as zonas que mais se destacaram, tendo sido responsáveis por 33.870 m2 e 33.846 m2, respectivamente, representando 54% da totalidade.
Avaliando a absorção por intervalo de área contratada até Outubro do ano em curso, verifica-se que nas zonas 2 (CBD) e 6 (Corredor Oeste) mais de 50% das transacções registaram uma superfície inferior a 300 m2, representando cerca de 57% das colocações totais.
Relativamente à superfície média contratada por transacção, esta diminuiu 16%, de 683 m2 em Outubro de 2016 para 575 m2 em Outubro de 2017.
Da área contratada até Outubro de 2017, apenas seis transacções foram referentes a edifícios de escritórios novos, com uma representação de 13% da área total contratada no período em análise (16.351 m2).

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *