Gabriel Couto vai requalificar Rio Douro Hotel para a Discovery

Por a 25 de Janeiro de 2018

A Gabriel Couto será responsável pelos trabalhos de requalificação do Rio Douro Hotel & Spa, uma obra promovida pela Discovery Hotel Management e que vai provocar dotar o hotel “das características funcionais necessárias à sua viabilização e valorização, integrando a concepção espacial desenvolvida característica dos hotéis detidos pelo grupo“.

Esta empreitada consiste numa reconversão profunda desta unidade hoteleira já existente na localidade de Raiva, Castelo de Paiva, na margem sul do Rio Douro. No final da intervenção, passa a haver um único empreendimento turístico com 202 camas distribuídas por 58 quartos duplos, 4 suites e 20 apartamentos (1 dos quais adaptado para utentes com mobilidade condicionada), sendo 5 T1, 11 T2 e 4 T3, do qual farão também parte um spa, restaurante, piscinas exteriores, recepção, salas de estar/conferência e zonas de lazer, assim como zonas de apoio ao cais fluvial.

Numa primeira fase, serão reconvertidos cinco dos apartamentos de tipologia T3 (Villas) em quartos de hotel e prevista a integração dos mesmos como unidades de alojamento do empreendimento, desenvolvendo-se o acesso vertical aos vários pisos da nova ala de quartos e à piscina exterior, por via de um elevador inclinado do tipo “funicular”.

Após esta primeira fase da empreitada, seguir-se- á a integração dos restantes 20 apartamentos que já estão parcialmente construídos, igualmente em unidades de alojamento do hotel, para além da remodelação geral dos quartos do hotel, com uma ligeira reestruturação ao nível dos acabamentos. A remodelação de outras zonas constituintes deste empreendimento hoteleiro faz também parte deste projecto, tais como o SPA, restaurante, bar, balneários, recepção, piscinas exteriores, e outras áreas de lazer, para além de uma intervenção profunda ao nível dos arranjos exteriores.

A Fiscalização desta empreitada estará a cargo da ENESCOORD, entidade também responsável pela condução e gestão eficiente de todo o processo de concurso, e respectiva negociação da empreitada.

Para o grupo Gabriel Couto, este projecto hoteleiro, da autoria do atelier Serôdio Furtado & Associados representa “mais um desafio a ser alcançado num prazo muito exigente” e, de acordo com o CEO deste grupo construtor, Carlos Couto, o facto do grupo a que preside ter sido responsável pela execução de vários projectos hoteleiros em Portugal nos últimos anos, é revelador da “confiança que os investidores neste nicho de mercado têm vindo a depositar na competência apresentada”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *