Pico vai acolher turismo rural avaliado em 2,5M€

Por a 29 de Janeiro de 2018

Estarão concluídos em 2019 os trabalhos de construção do “Lava Homes”, um projecto de Turismo Rural que junta a vontade de nove sócios e que está avaliado em 2,5 milhões de euros.
Não sendo recente, considerando que se trata de um projecto apresentado em 2016 e que inicialmente, tinha a sua conclusão prevista para 2018, só no próximo ano estarão concluídos os trabalhos das 14 unidades de alojamento, o que representará 70 camas, restaurante, piscina aquecida entre outras valências.
Esta é uma obra que vai ser implementada num terreno com cerca de 9 mil metros quadrados, no lugar da Terra Alta, freguesia de Santo Amaro, concelho de São Roque do Pico. A obra, que procurará potenciar “a mística especial” e “selvagem” da ilha açoreana, tem como base “as qualidades topográficas, clima, tradição local e as pré-existências do lugar”.
Para Luis Filipe Silva, um dos promotores da iniciativa e antigo presidente da Câmara de São Roque do Pico, o “turismo em espaço rural” adapta-se em pleno ao Pico, e consiste mesmo num “mercado em profundo crescimento” numa ilha conhecida pelo seu vinho e pelas suas adegas. “O Pico tem uma mística especial, é uma ilha muito selvagem. É conhecida como a ilha das adegas, que funcionavam como ‘salas de visitas’ entre amigos. Muitas adegas já nem vinho tinham, mas continuavam a ser sala de visitas”, prossegue o sócio do projecto ‘Lava Homes’.
“A fase de obras terminará em 2019, seguramente. Este ano poderemos abrir parte apenas para uma fase de testes, coisas para amigos”, diz o picoense, lembrando que as compras de terrenos, financiamentos e candidaturas a apoios comunitários, fundamentais para o desenvolver do projecto, se deram “há cerca de dois anos”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *