Recuperação de Pousada em Sousel avança apoiada pelo Portugal 2020

Por a 9 de Outubro de 2018


Estão avaliados em 2,2 milhões de euros os trabalhos de recuperação da antiga Pousada de S. Miguel, em Sousel, edificado desactivado desde 2010 que, graças à iniciativa de promotores privados apoiados por fundos comunitários, podem agora reabilitar a unidade turística instalada no distrito de Portalegre.
De acordo com a autarquia alentejana, a candidatura agora aprovada tem como objectivo a reabilitação do espaço, uma iniciativa avaliada em 2,2 milhões de euros.
“Todos os detalhes do investimento serão tratados com a maior brevidade no sentido de permitir que as obras se iniciem antes do final do presente ano civil”, acrescenta a autarquia, que se congratula com a medida que permite “dar seguimento a uma das obras que vai necessariamente aumentar o potencial económico, social e turístico do concelho”.
Situada no cimo da colina de São Miguel, a poucos quilómetros da vila de Sousel, a unidade desactivada possui 28 quartos duplos e quatro suítes com terraços privativos. A Pousada de São Miguel foi inaugurada em 1992, como a primeira unidade hoteleira de turismo cinegético do país. Localizada do cimo da Serra de São Miguel, a escassos quilómetros de Sousel. A exploração foi então entregue à ENATUR (Empresa Nacional de Turismo), sendo que em 2011 o Município apresentou ao Turismo de Portugal uma proposta de aquisição do imóvel, que não obteve resposta. No mesmo ano, o edifício foi a hasta pública com valor base de licitação de 1,6 milhões de euros, sem ter obtido qualquer oferta. Em 2013 a Câmara Municipal de Sousel adquiriu o direito de superfície, cujo período terminou em Setembro de 2016.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *